• Luxo Aju

Política by Adiberto de Souza


Farinha pouca...

Acostumados a ratear cargos públicos entre partidos aliados, os petistas sergipanos estão enfrentando o dilema da falta de tetas para alimentar todos os filiados, principalmente aqueles – e são muitos - que perderam as “boquinhas” no governo estadual. Este é, portanto, o principal motivo da desgastante briga travada pelas tendências lideradas pelo presidente do PT, Rogério Carvalho, e pelo ainda deputado federal Márcio Macedo. O primeiro quer contemplar os seguidores com as poucas colocações disponibilizadas pelo governo, enquanto o outro luta por mais espaços para seus liderados. Como a farinha é pouca para tantas bocas, estão se engalfinhando publicamente. Pior é que esta lavagem de roupas sujas deve continuar por mais algum tempo, pois o governador Jackson Barreto (PMDB) parece desinteressado em aumentar a fatia de cargos prevista para o PT, até porque outros partidos também dependem da mesma farinha para misturar o pirão.

Pedindo votos

E quem está em Aracaju pedindo votos é o candidato a presidente da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB). Chegou revigorado depois que o advogado do doleiro Alberto Youssef afirmou que seu cliente “nunca entregou dinheiro” ao peemedebista. O candidato começa o dia concedendo entrevista, depois se reúne com deputados federais e, em seguida, será recebido pelo governador Jackson Barreto. O deputado federal André Moura (PSC) é o cicerone de Eduardo Cunha em Sergipe.

Ótima escolha

Após ter perdido a competência de Eduardo do Vale, demitido abruptamente da direção de jornalismo, a TV Atalaia acertou em cheio ao substituí-lo pelo gabaritado jornalista Marcos Cardoso. A contratação deste experiente profissional é a garantia que a emissora da colina do Santo Antônio seguirá produzindo um jornalismo de excelente qualidade. Ótimo para a sua enorme legião de telespectadores.

Burraldos

Quase 530 mil estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tiraram zero na prova de redação. Pior é que dos mais de 6 milhões de candidatos, apenas 250 conseguiram a nota máxima em redação. Estes números mostram que cada vez se aprende menos nas escolas brasileiras. Uma lástima!

Especulação

Com o título acima, a colega Rita Oliveira publica hoje no Jornal do Dia a seguinte nota: “Fala-se nos bastidores da política que a candidatura do deputado estadual Gustinho Ribeiro (PSD) à presidência da Assembleia está sendo incentivada pelos deputados Zé Franco (PDT) e Zeca da Silva (PSC), sob a orientação dos irmãos Amorim”. Misericórdia!

Muro baixo

Vejam que absurdo: a Biblioteca Municipal Clodomir Silva foi arrombada duas vezes em menos de uma semana. Parece que os “donos do alheio” usaram um caminhão para “limpar” o local, pois surrupiaram panelas, botijões de gás, ventiladores, micro-ondas, aparelhos de som, bebedouros, bancos plásticos e uma TV de 29 polegadas. A pergunta que não quer calar é: cadê a Guarda Municipal de Aracaju, que não impediu a invasão de tão importante espaço público?

Fora do SPC

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, suspendeu os efeitos da inscrição do Estado de Sergipe como inadimplente nos cadastros do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal. A condição de inadimplência havia sido efetivada em razão de irregularidades na execução financeira de convênio firmado entre o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, e a Secretaria de Inclusão Social, Assistência e do Desenvolvimento Social. Menos mal, né?

Fazendo vistoria

O futuro secretário da Segurança Pública, Mendonça Prado (DEM) visitou ontem o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que reúne no mesmo local policiais civis, militares e do Corpo de Bombeiros. Satisfeito com o que viu, Mendonça disse ter a convicção que “Sergipe tem uma grande Polícia, formada por excelentes profissionais”. Ele deve assumir a SSP em fevereiro próximo, logo após terminar o mandato de deputado federal.

Exagero

A presidenta Dilma Rousseff (PT) sancionou ontem o aumento salarial dos ministros do Supremo Tribunal Federal. O salário de R$ 33.763,00 serve como referência para o teto do funcionalismo público. O valor, que entrou em vigor no último dia 1º, representa um aumento de 14,6% sobre o teto anterior, de R$ 29.462,25. Ele também deve criar uma espécie de efeito cascata, pois serve de referência para definir dos salários de juízes, promotores, deputados, senadores, secretários, governador e vice, prefeitos e vereadores. Enquanto isso, o salário mínimo é de míseros R$ 788. Fuleragem, né?

Enxugar máquina

A nova diretoria da Fundação Hospitalar de Saúde se reuniu ontem com os antigos gestores para iniciar o processo de transição. O novo diretor geral Hans Lobo disse que vai continuar o trabalho de enxugamento da máquina, focando na melhoria da qualidade do serviço e seguindo a diretriz dada pelo governador Jackson Barreto, que é de cuidar de gente.

Casa caiu

A Polícia Federal apreendeu ontem no interior de Sergipe 230 quilos de maconha prensada. A droga estava sendo transportada num caminhão dirigido pelo mineiro Wanderson da Silva. Os agentes da PF suspeitam que o “fumo” seria todo distribuído em Sergipe. Convenhamos, é maconha pra endoirar um batalhão. Cruz credo!

Recorte de jornal

Publicado no Correio de Aracaju em 10 de outubro de 1907.

#política

0 visualização