• Luxo Aju

UFS inicia obra do Complexo de Atletismo com recursos federais graças a Valadares Filho


Valadares Filho visita complexo UFS.jpg

Na manhã de ontem (26), o deputado federal Valadares Filho visitou as obras do Complexo de Atletismo que está sendo construído na Universidade Federal de Sergipe (UFS), acompanhado do magnífico reitor Angelo Antoniolli.

A obra está orçada em mais de R$ 4 milhões e os recursos são oriundos do Ministério do Esporte, empenhados graças ao deputado Valadares Filho. “Faço parte da Comissão do Desporto na Câmara dos Deputados há 10 anos, a qual já fui presidente, então conheço de perto as necessidades de ter um complexo como este em Sergipe. Após várias reuniões com o reitor Angelo, procurei o ministro do esporte e conseguimos liberar os recursos para a construção de um Centro Esportivo de Alto Rendimento dentro da universidade”, explica.


O reitor explica que a participação do parlamentar foi fundamental. “Nós apresentamos o projeto ao deputado que, desde o início, nos deu total apoio e conseguiu em Brasília fazer com que esse recurso fosse liberado. Essa dedicação do deputado possibilita essa realização de hoje, onde se iniciam as obras”.


O Complexo contará com uma pista de atletismo sintética oficial com oito raias, espaços para salto com vara, salto a distância, arremesso de disco e martelo, arremesso de peso, dentre outras modalidades. “Será um local capaz de atender as demandas da sociedade sergipana. Nossa ideia é integrar a universidade com a sociedade, com todas as federações desportivas do Estado e construir um novo modelo de esporte”, afirma o reitor Angelo Antoniolli.


A previsão é de que a obra seja concluída no início do próximo ano. Valadares Filho garante que o complexo irá despertar o interesse de novos atletas. “Esse será sem dúvidas um espaço promissor na realização de grandes competições e preparação de diversos atletas. Com uma área como essa em alto padrão, seguindo as regras e medidas oficiais teremos uma demanda muito grande de atletas que irão treinar aqui, sejam eles amadores ou profissionais”, conclui.