• Luxo Aju

O açúcar e os seus mil nomes



Nos rótulos, eles têm vários nomes que acabam confundindo o consumidor: Sacarose, Frutose, Lactose, Glicose, Glucose, Dextrose, Maltodextrina, Açúcar mascavo, Açúcar demerara, Açúcar orgânico, Açúcar invertido, Açúcar magro, Açúcar moreno, Açúcar light, Açúcar de confeiteiro, Mel, Agave, Xarope de milho. É tudo açúcar.

Quando ingerimos açúcar, ele passa pelo nosso pâncreas antes de cair na corrente sanguínea. O pâncreas secreta um hormônio chamado insulina para quebrar a glicose do açúcar e controlar a quantidade que irá chegar à corrente sanguínea. Quanto mais açúcar você consome, mais a insulina terá que trabalhar.

Uma nova orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS) propõe que a quantidade diária de açúcar na alimentação seja reduzida à metade.

Lembramos que doces, pães, bolos e tortas vêm acrescidos de açúcar, que possuem alta quantidade calórica. Se você consome muitos cafezinhos ao longo do dia e usa açúcar para adoçá-los, sua dieta está em risco. "Cada colher de chá de açúcar tem 20 calorias" !

Doce demais, Saúde de menos

O fato de acrescentar muitas calorias à alimentação faz com que o açúcar cause um desequilíbrio na saúde, quando consumido além da conta. O prejuízo mais facilmente notado é o ganho de peso. Com os quilos extras, os fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares aumentam, por exemplo. "Além disso, pessoas com tendência a desenvolver diabetes ou que já sofrem com a doença devem evitá-lo.

#Colunas #saude

0 visualização