• Luxo Aju

Embarcações que transitam pelo Rio Vaza Barris são vistoriadas



Foram vistoriadas nesta quinta-feira (15) as embarcações que transitam e fazem translados de banhistas sergipanos e turistas no Rio Vaza Barris, às margens da Orla Pôr do Sol, cenário turístico de Aracaju, de onde saem embarcações para diversos passeios, como Crôa do Goré, Viral e Ilha dos Namorados.


As vistorias foram realizadas pela Secretaria Municipal da Indústria, Comércio e Turismo (Semict) em conjunto com a Capitania dos Portos e Ministério Público do Estado, na Orla Por do Sol, localizada na Rodovia dos Náufragos, no Mosqueiro.


De acordo com o consultor especial da Semict, Fábio Andrade, além das outras adequações, essa ação proporciona mais segurança e credibilidade para aqueles que quiserem fazer os passeios turísticos locais.


“Realizamos este trabalho com apoio da Capitania dos Portos e mais de 20 embarcações foram vistoriadas e aprovadas. As que não foram não irão receber as placas e a população deve ficar atenta. A orla já está sinalizada e a expectativa é grande para os passeios neste verão. Cerca de 2 mil pessoas devem fazer passeios diariamente e a Capitania dos Portos tem sido rigorosa com relação a segurança e documentação dos marinheiros e das embarcações. Avançamos nesta fase e pretendemos levar um projeto até a Câmara dos Vereadores para a análise e aprovação deste serviço de travessia, de embarque e desembarque no Rio Vaza Barris”, explica.


O serviço entrou em uma nova fase de adequação para melhor atender aos visitantes e turistas com objetivo de garantir um verão mais tranquilo e seguro. A Orla Por do Sol ganhou placas de sinalização indicando o local exato do embarque e desembarque dos banhistas.


A iniciativa faz parte de todas as providências necessárias e que fazem parte do acordo firmado no Ministério Público do Estado, assinado pela promotora de Justiça Euza Missano, a ser feito com todos envolvidos.


A Capitania dos Portos de Sergipe iniciou hoje a ‘Operação Verão 2016/2017’ para intensificar a fiscalização nas embarcações de esporte e recreio no período em que aumenta a intensidade do tráfego desses tipos de embarcações.


De acordo com informações Marinha do Brasil, a principal causa dos acidentes em embarcações de esporte e recreio é a falha humana. Por isso, o tema da campanha deste ano é a valorização da segurança da família e dos banhistas durante as atividades de lazer.


Estão sendo analisadas a habilitação do condutor, documentação da embarcação, material de salvatagem (coletes e boias), extintores de incêndio, luzes de navegação, a lotação e o estado da embarcação. Além disso, estão sendo utilizados bafômetros, pois é proibido o consumo de bebidas alcoólicas pelos condutores. A operação inclui também a realização de palestras educativas e dicas sobre as principais normas de segurança da navegação.