• Luxo Aju

Médicos de Aracaju mantém greve por tempo indeterminado



Via: Infonet

Está mantida a greve por tempo indeterminado dos médicos que atuam na rede municipal de Aracaju. A categoria decidiu pela continuidade do movimento grevista em assembleia realizada nesta manhã, 29, na sede do Sindicato dos Médicos (Sindimed). Com isso, permanece prejudicado o atendimento à população nos postos de saúde de Aracaju e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) Fernando Franco, na Zona Sul da capital sergipana, e Nestor Piva, na Zona Norte.

Os médicos decidiram continuar a greve, que completa nesta terça-feira dois meses e oito dias, por não aceitarem a proposta da prefeitura municipal de Aracaju, de pagar os salários do mês de dezembro de 2016 parcelado em 12 vezes ou por meio de empréstimo.

Na assembleia, a categoria ainda decidiu por um ato público a ser realizado no dia em que o Sindimed for protocolar uma defesa preliminar no Tribunal de Justiça de Sergipe, cuja data ainda será definida. “Pela primeira vez o desembargador não concedeu à ilegalidade da greve pedida pela Prefeitura e pediu que o Sindicato se manifestasse”, diz o presidente do Sindimed, João Augusto.

A assessora de comunicação da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Conceição Soares, informa que a prefeitura de Aracaju não pode manter um tratamento diferenciado às categorias de trabalhadores.

Por essa razão, o secretário da Fazenda do Município de Aracaju, Jeferson Passos apresentou ao Sindimed nesta última terça-feira, 28, a mesma proposta apresentada no dia 20 de janeiro. “A opção de pagamento por meio de empréstimo ou parcelamento foi uma proposta aprovada na Câmara de Vereadores para todos os servidores. O tratamento não pode ser diferenciado”, afirma. Por Moema Lopes

#news #news

0 visualização