• Luxo Aju

Política by Adiberto de Souza



O fim da aposentadoria

A comissão especial da Câmara dos Deputados deve votar hoje o projeto de reforma da Previdência. Em tramitação num Parlamento repleto de fichas sujas e propineiros, a proposta estabelece que o trabalhador só terá direito a aposentadoria após 49 anos de contribuição e idade mínima de 65 anos. É notório que a reforma previdenciária aprofunda a desigualdade no Brasil, pois uma parte da população é submetida às regras draconianas, enquanto a outra parte fica de fora, como os militares. Para atender escusos interesses da classe empresarial, da elite brasileira, o governo e parte do Congresso vão cometer uma crueldade contra os trabalhadores. Segundo o advogado Jonas Albert Schmidt, especialista em previdência pública, o resultado prático deste crime de lesa-pátria será terrível: boa parcela dos brasileiros jamais verá sua aposentadoria integral caindo na conta bancária, pois morrerá antes. Portanto, fiquem de olho nos congressistas favoráveis a este projeto para aposentá-los politicamente nas eleições de 2018.

Greve à vista

Revoltados com a demora do governo estadual em atender suas reivindicações salariais, os delegados de polícia ameaçam cruzar os braços por três dias. Eles se reúnem hoje para discutir a paralisação. Mesmo sem a anunciada greve, boa parte das cidades sergipanas já está sem delegado, pois eles se recusam a acumular mais de uma especializada e fazer plantões extraordinários. Enquanto isso, a bandidagem toca o terror contra a população desprotegida. Crendeuspai!

Torra nos cobres

Caiu a liminar que suspendeu a venda e exploração do Campo de Carcará, na região do pré-sal, na Bacia de Santos. A decisão favorável à Petrobras é do presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, desembargador Manoel de Oliveira Erhardt. A liminar foi concedida, no mês passado, pela 2ª Vara Federal de Sergipe, a pedido da Federação Nacional dos Petroleiros.

Pés de chinelo

O arrastão na igreja católica da zona sul de Aracaju foi praticado por três ladrõezinhos de meia tigela. Preso ontem, um deles confessou ter recebido R$ 50 e um celular para participar do crime, que repercutiu em todo o país e mobilizou a polícia sergipana. O assalto coletivo num templo religioso comprova a falta de uma política de segurança em Sergipe. Decididamente, estamos no mato sem cachorro!

O crime compensa

De um bebinho numa bodega de Aracaju: “Agora o Supremo Tribunal Federal já tem um ex-presidiário pra chamar Dirceu”. Aff Maria!

Saúde da mulher

O Ipesaúde realiza, sexta-feira próxima, mais uma edição do Circuito de Palestras da Saúde da Mulher. Marcado para a unidade do Instituto em Lagarto, o evento contará com palestra do oncologista Eduardo Tadeu Azevedo. “A gente também vai informar quais as clínicas que atendem aos usuários residentes em Lagarto, Simão Dias, Poço Verde, Riachão do Dantas, Salgado, Tobias Barreto e Boquim”, revela Crhistian Oliveira, presidente do Ipesaúde.

Cavaleiro solitário

O visível desmonte da Petrobras em Sergipe parece não interessar à nossa classe política. Apenas o deputado estadual Luciano Pimentel (PSB) tem se preocupado com a crise da estatal. Ele suspeita que a petrolífera esteja desaquecendo, de propósito, toda a sua ação empresarial em Sergipe. “Como representamos apenas 1.9% da produção de petróleo e gás, se nada for feito, a Petrobras pode deixar de investir definitivamente no estado, o que seria terrível para nossa economia”, alerta Pimentel.

Hora da morte

Segundo o deputado federal Laércio Oliveira (SD), os medicamentos são caros por causa da grande quantidade de impostos. “Muitos tributos chegam a 50% do valor do remédio”, diz. Para tentar mudar esta triste realidade, ele apresentou um projeto reduzindo a zero as alíquotas da contribuição para o PIS/PASEP e da CONFINS incidentes sobre os produtos dietéticos e com baixo índice calórico. A idéia de Laércio é beneficiar a população com excesso de peso e os portadores de diabetes.

Farsa nacional

Alguém aí conhece alguma estatística sobre as ações realizadas pela Força Nacional de Segurança visando reduzir a violência em Sergipe? Desde março que algumas dezenas de policiais da FNS estão no estado, porém a criminalidade só tem aumentando. Não é à toa que tal grupamento é chamado de Farsa Nacional, um engenhoso instrumento de propaganda utilizado por este governo temerário para fingir que se importa com a violência nos estados. Crendeuspai!

Povo motorizado

Estudo do IBGE mostra que 697 mil pessoas, ou seja, 45,5% dos habitantes de Sergipe dirigem algum tipo veículo. A motocicleta é opção para 32% da população, enquanto os carros estão presentes nas vidas de 13,3% dos sergipanos. A pesquisa apurou também que 69,7% informaram sempre usarem o cinto de segurança no banco da frente quando dirigem ou são passageiros. Quanto ao banco de trás, somente 31,7% dos entrevistados disseram usar o cinto de segurança.

Tiro no pé

O Palácio do Planalto pisou na bola ao exonerar aliados dos deputados federais que votaram contra a reforma trabalhista. Os sergipanos Valadares Filho (PSB) e Jony Marços (PRB) reagiram contra a retaliação do mordomo de filme de terror: “O governo Michel Temer tem utilizado a tática errada ao expor seus aliados”, discursou Vavazinho. “Vou votar também contra a reforma da Previdência. Não barganho meu voto”, fuzilou o pastor Jony. Cruz credo!

Recorte de jornal


Publicado no jornal aracajuano A Tribuna, em 14 de março de 1933.

#política

0 visualização