• Luxo Aju

Política by Adiberto de Souza



Golpe é a saída

Os exaltados debates sobre a grave crise ética vivida pelo Brasil estão agradando a muita gente graúda, flagrada pela Justiça cometendo crime contra o erário. Observe que os políticos investigados por terem metido a mão grande nos recursos públicos são os mais entusiasmados com o Fla-Flu político jogado em Brasília. Ora, enquanto se discute a cassação do ainda presidente Michel Temer (PMDB), a imprensa esquece das graves acusações contra políticos ladrões, investigados pela prática de todo tipo de falcatruas. Portanto, para quem possui culpa no cartório, quanto mais se prolongar essa crise ética, melhor. Para os maus políticos, principalmente os condenados por corrupção, melhor do que a cassação de Temer só mesmo um golpe militar, que dissolva a Justiça, feche o Parlamento, enclausure a imprensa e inocente os corruptos que apoiarem a ruptura democrática. Deus nos livre!

Briga com índices

E o governo insiste em negar que Sergipe virou um paraíso para os criminosos. Garante que são defasados os índices divulgados pelo Ipea mostrando o estado no topo do terrível ranking da violência, pois foram elaborados com base em dados de 2015. Justo naquele ano, a Segurança Pública de Sergipe era comandada pelos delegados João Eloy e Katarina Feitosa, atuais secretário e delegada-geral da Polícia Civil. Pura coincidência!

Governo falhou

A responsabilidade pelos elevados índice de violência em Sergipe não pode ser atribuída aos homens e às mulheres que fazem a Polícia. Quem pensa assim é o deputado estadual Georgeo Passos (PTC). Segundo ele, os números divulgados pelo Ipea sobre a criminalidade mostram que governo “não tem uma política estratégica para a área de segurança pública. Este quadro só vai mudar quando se investir em educação, saúde, esporte, assistência social e, naturalmente, em segurança”. Certíssimo!

Dia de posse

O coronel da reserva Luis Fernando de Almeida será empossado, daqui a pouco, na Secretaria da Defesa Social de Aracaju. O novo auxiliar do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) vai comandar a Guarda Municipal, a Defesa Civil e a Superintendência de Transporte e Trânsito (SMTT), além do Procon municipal. Boa sorte, amigo!

Nos pampas

Deputados estaduais sergipanos estão em Foz do Iguaçu, onde participam, até sexta próxima, do Congresso da União Nacional de Legisladores e Legislativos estaduais (Unale). Cerca de 1,5 mil parlamentares brasileiros discutem temas como as reformas trabalhista e da Previdência, além da grave crise política vivida pelo país. Agora vai!

O peso da cor

Meninos negros são as principais vítimas do trabalho infantil: 5,8% dessa população, de 5 a 15 anos, desenvolvem algum tipo de trabalho. Publicação do Sistema Nacional de Indicadores em Direitos Humanos mostra que entre garotos brancos, a taxa de ocupação da mesma faixa etária é 3,7%. Entre as mulheres, a taxa é 2,9% entre as negras e 2% entre as brancas. As regiões Norte e Nordeste lideram o ranking com 5,3% e 4,9% de crianças e jovens ocupados, respectivamente.

“Tamo” juntos

A notícia de que o ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita (PTN), pode apoiar o deputado estadual Gustinho Ribeiro (PRP) para a Câmara Federal preocupou o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD). Precavido, ele postou nas redes sociais a seguinte mensagem: “Aos amigos capelenses e a quem interessar possa: minha relação com Sukita continua a mesma. Somos amigos e aliados. Até 2018 tem muito chão”. Então, tá!

Cheio de tiros

A Polícia meteu bala em William Zika, acusado de ter assassinado o policial civil Paulo Sérgio. Segundo relato oficial, o suspeito reagiu à ordem de prisão e foi abatido durante a troca de tiros. Portanto, mesmo à contra gosto, a Polícia seguiu a orientação do escrivão Antônio Moraes, que postou o seguinte nas redes sociais: “O filho da puta que matou nosso colega Paulinho não pode ser apresentado vivo. A orientação é encher de tiro a cara de quem agride ou mata policial”. Ao saber do destino de Zika, seu parceiro de crime José Lucas Menezes se entregou à Polícia. Fez bem!

Grana garantida

O prefeito de Carira, Arodoaldo Chagas (PSDB), fechou um acordo para pagamento, de uma só vez, do valor retroativo dos pisos do magistério referentes aos anos de 2012, 2013 e 2014. Os professores também vão receber os salários com base no Piso de 2014 (até hoje eles recebem o Piso referente a 2011), representando um investimento de R$ 150 mil por mês na folha salarial da categoria. Tai um bom exemplo a ser seguindo!

Vida de gado

O Congresso Nacional promulgou ontem, a Emenda Constitucional 96 autorizando a prática da vaquejada. A emenda determina que este esporte seja registrado como “bem de natureza imaterial”. A decisão do Congresso torna sem efeito a proibição desta festa rural pelo Supremo Tribunal Federal. Na vaquejada, o boi deve correr entre dois cavalos até ser puxado pelo rabo e derrubado em uma área demarcada de 10 metros. O destino dos animais utilizados na disputa geralmente é o abatedouro.

Recorte de jornal


Publicado no jornal Folha de Sergipe, em 13 de agosto de 1886.

#política

0 visualização