• Leandra Guaracho

O Empoderamento Feminino



Quando se fala em feminismo, e agora empoderamento feminino, não quer dizer que as mulheres irão queimar sutiãs nas ruas, ou que querem ser melhores do que os homens. Não é nada disso! Empoderar quer dizer ´´atitude social que consiste na conscientização dos variados grupos sociais, principalmente as minorias, sobre a importância do seu posicionamento e visibilidade como meio para lutar por seus direitos´´. O mesmo podemos dizer sobre feminismo, ao contrário de machismo é um movimento político, social e filosófico que defende a igualdade de direitos e deveres entre o sexo masculino e feminino. Já vi grandes atrizes criticarem a palavra empoderamento, mas penso que a pessoa nem sabia o que estava dizendo.


Então quando se fala em empoderamento pode-se entender como igualdade de gênero nos âmbitos onde as mulheres são a minoria. Se olharmos para trás, a história vai nos mostrar que as mulheres sempre estiveram presentes. Citarei alguns exemplos: a presença das mulheres nas guerras foi fundamental. Foram voluntárias de guerra em zonas de conflitos em países arrasados pela miséria. Temos o caso de Madre Tereza de Calcutá, símbolo da luta contra a pobreza, a brasileira Zilda Arns e o trabalho da pastoral da criança, mundialmente reconhecido, Rigoberta Menchú que ganhou o prêmio Nobel e tantas outras mulheres. Relatório divulgado neste ano pela Organização do trabalho e pela Gallup mostrou que 70% das mulheres e 66% dos homens no mundo entendem que as mulheres devem ter trabalhos remunerados. No Brasil, o índice é de 72% das mulheres e 66% dos homens. Convenhamos é muito melhor trabalhar fora do que ficar em casa. Serviço que nunca acaba e nunca tem o seu reconhecimento, fora o estresse que causa. Você concorda que empoderar uma mulher torna uma sociedade mais justa, menos preconceituosa.


A luta é pela igualdade de gênero, nada mais do que isso.


_________________________________________


By Leandra Guaracho - Jornalista