• Luxo Aju

Política by Adiberto de Souza



Parceiros de infortúnio

É enorme o número de pré-candidatos torcendo, rezando mesmo, para que a Justiça passe a mão na cabeça do presidenciável Lula da Silva (PT) e permita que ele participe das eleições deste ano. Ficha suja tanto quanto o “Barba”, uma legião de políticos sergipanos está impedida de se candidatar nas eleições deste ano. Muitos, inclusive, podem ir direto para a cadeia tão logo fiquem sem mandato. Por isso, todos torcem que o passado político do ex-presidente e a sua imensa popularidade levem a Justiça a reconsiderar sua condição de ficha suja, permitindo-lhe que registre a candidatura. Caso isso não ocorra, políticos com mandatos e poder neste governo temerário estarão afastados do próximo pleito. Pior, a partir de 2018, terão seus processos devolvidos à primeira instância, onde não apenas se condena mais ligeiro que no Supremo Tribunal Federal, como se expede bem mais rápido a passagem só de ida para a penitenciária. Cruz credo!

Direita volver!

Metido a progressista, o partido Rede Solidariedade foi buscar sua primeira aliança política no meio conservador. Escolheu o PV, que há anos apoia candidatos de centro-direita e não sabe o que é fazer oposição. Diante desta aliança, se encaixa como uma luva para a Rede o adágio “diga-me com quem andas e te direi quem és”. Misericórdia!

Apoio de peso

E o governador de São Paulo, o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB), quer ver o senador tucano Eduardo Amorim (PSDB) disputado o governo. O desejo foi reafirmado no último encontro dos dois, ocorrido esta semana na sede do governo paulista. Segundo Alckmin, Amorim “pode colocar Sergipe nos trilhos novamente”. Ah, bom!

Livre para voar

O publicitário Carlos Cauê se afastou ontem, a Secretaria de Governo de Aracaju. Deixou de auxiliar o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) para se dedicar a uma campanha majoritária. Cauê não diz pra quem vai trabalhar este ano, mas é bem provável que se dedique ao marketing político do governador Jackson Barreto (MDB), pré-candidato ao Senado.

Ataque como defesa

Para o sergipano Márcio Macedo, vice-presidente nacional do PT, a confirmação da condenação de Lula pela pelo TRF-4 foi uma “aberração política. Não passou de uma decisão combinada entre o juiz Moro e os três desembargadores”. Segundo Márcio, os magistrados de Porto Alegre “usurparam a lei para condenar um inocente”. Homem, vôte?

Caminho errado

Petistas mais moderados não estão gostando da reação do partido à condenação de Lula. Esta informação é do jornalista Ilimar Franco, do jornal O Globo. Segundo ele, os moderados “consideram um erro a pregação da desobediência à Justiça e veem como um tiro no pé as declarações de Gleisi Hoffmann afirmando que o STF impediria o cumprimento da sentença contra o ex-presidente”. Marminino!

Caranguejo de andada

Começou hoje e vai até a próxima terça, o segundo período de proteção à reprodução do caranguejo-uçá. Durante o período chamado de defeso, ficam proibidas a captura e a venda do crustáceo cujo estoque não tenha sido declarado ao Ibama. A “andada” pode ocorrer de novembro a março, com picos em janeiro, e geralmente se inicia um dia após a lua cheia ou nova, prolongando-se por até seis dias.

Passos de cágado

Tem gente apostando uma mariola como este governo não inaugura a rodovia estadual ligando Itaporanga a Itabaiana. É que os recursos para a execução do empreendimento teriam sido usados em outras obras. Com 53 quilômetros de extensão, a futura SE-255 foi iniciada em 2014, contudo até agora só foram asfaltados 16 km. O grupo Maratá aguarda ansioso a conclusão da rodovia para instalar um moderno frigorífico em Itaporanga.

Valentão à solta

O Sindicato dos Radialistas de Sergipe repudiou a agressão sofrida, ontem, pelo comunicador Carlos Ferreira, secretário de Comunicação de Itabaiana. Segundo a entidade, o crime foi praticado em via pública por Carlito Ferreira de Jesus, vulgo “Galeguinho das Roupas”. Ao tempo em que pede providências contra o ato violento, o Sindicato informa que o valentão tem histórico de agressões e ameaças, sendo um velho conhecido da Polícia e da Justiça. Cruzes!

Mudança negada

E o pastor Heleno Silva (PRB) nega que seu grupamento político esteja deixando o governo. Ele diz não ser verdade que o partido já fechou acordo com a oposição visando às eleições deste ano. Conforme Heleno, o presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, disse ao senador Eduardo Amorim (PSC) que qualquer decisão sobre alianças será tomada pela executiva estadual. Então, tá!

Recorte de jornal


Publicado no jornal aracajuano Diário da Manhã, em 29 de junho de 1912.

#política

0 visualização