• Luxo Aju

Política by Adiberto de Souza


Ordem unida no Congresso


O projeto de Previdência dos militares prevê para eles mais bônus do que ônus. Elaborada nos quartéis e enfiada goela abaixo da equipe econômica, a proposta aumenta a contribuição previdenciária e o tempo de aposentadoria. Em troca, propõe a concessão de adicionais, vantagens, correções e tratamento diferenciados aos de farda. Para mostrar que não estão de brincadeira, os generais comandantes das três forças botaram o presidente Jair Bolsonaro (PSL) a tiracolo e foram à Câmara Federal entregar o projeto aos deputados. Ficou evidente que os tutores fardados do capitão-presidente não aceitarão que deputados e senadores modifiquem para pior a proposta escrita na caserna. Em sua maioria comprometido com as grandes empresas, o Congresso deve transferir para a sociedade civil os prejuízos causados pela benevolente reforma previdenciária dos militares. Portando, é bom a classe trabalhadora ficar atenta e reagir contra este crime de lesa-pátria antes que seja tarde demais. Cruz, credo!


Valmir fica


O prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR), vai permanecer no cargo até segunda ordem. Ao negar um novo pedido de afastamento do gestor, feito pelo Ministério Público, a juíza Taiane Danusa Gusmão Barroso Sande disse não acreditar “que os fatos narrados nesta ação voltem a se repetir”. Afastado da Prefeitura no final de 2018 e só tendo reassumido no último dia 13, Valmir é acusado de fazer mau uso do dinheiro público. Vixe!


Aperte o cinco


O governo de Sergipe está concluindo um pacote de medidas duras na tentativa de reduzir a crise econômica. A triste notícia de que o povo precisará apertar o cinto ainda mais foi dada pelo próprio governador Belivaldo Chagas (PSD). Após chorar miséria por mais de uma hora no plenário da Assembleia, o “Galeguinho” disse que o pacote de maldade não tardará a chegar ao Legislativo para receber o amém da bancada governista, maioria na Casa. Misericórdia!


Mãos ao alto


A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou requerimento do senador Rogério Carvalho (PT) propondo um debate sobre o Pacote Anticrime do governo federal. O petista se diz preocupado com as propostas concebidas pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro. Rogério teme que o estado policial previsto pelo projeto, aumente ainda mais a população carcerária e retire direitos individuais assegurados na Constituição Federal. Homem, vôte!


Papeis ao vento


Cópias de projeto de Lei e requerimentos foram encontradas, ontem, largadas na praça ao lado da Câmara de Aracaju. Em nota, o Legislativo informou que “não existe nenhuma orientação para que documentos sejam descartados a esmo no centro da cidade”. E a nota também afirma que a Câmara “não exclui a possibilidade de papéis

inutilizáveis descartados no lixo, possam ter sido recolhidos por coletores de recicláveis”. Ah, bom!


Direita, volver!


“Pátria amada Brasil chegou em Sergipe”. Assim a professora Jovanka Leal encerrou seu discurso de posse na Superintendência de Patrimônio da União. No início da solenidade, a empossada, funcionários do SPU e convidados cantaram o Hino Nacional. Além de amigos da nova superintendente, prestigiaram o evento representantes do Exército e da Marinha. Só faltou a moça ordenar um “Ordinário, marche”. Cala-te boca!


De olho nas rodovias


E o deputado federal Bosco Costa (PR) propôs a realização de uma audiência pública na Câmara para discutir as obras de infraestrutura da BR-101 em Sergipe e a cessão ao estado da BR-235, trecho entre Aracaju e Itabaiana. O deputado Valdevan Noventa (PSC) vai aproveitar a audiência pública para defender a recuperação da ponte da Cachoeira, no município de Estância que, segundo ele, precisa de reparos emergenciais urgentes. Então, tá!


Liminar atendida


O Tribunal de Justiça de Sergipe já cumpriu a liminar do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), adequando o pagamento dos servidores comissionados. Por conta da determinação do Conselho, a função CC-2 foi atingida com um corte de 40% sobre a gratificação. O presidente do TJ, desembargador Osório de Araújo Ramos Filho, informou que todas as remunerações dos servidores foram recalculadas na forma que o CNJ entende ser a correta. Esta informação é do blog Primeira Mão.


Fantasmas incomodam


E o vereador aracajuano Vinícius Porto (PSDB) foi ouvido no processo que apura a contratação de servidores “fantasmas” pela administração do ex-prefeito João Alves Filho (DEM). O tucano testemunhou em favor do ex-vice-prefeito José Carlos Machado (PSDB), acusado de ter contratado apadrinhados que recebiam sem trabalhar. Além de Machadão, são réus no processo a ex-secretária municipal de governo, Marlene Calumby e cinco “fantasminhas”. Danou-se!


Multiplicando CC’s


O governo de Sergipe encontrou uma forma para garantir a mordomia dos apadrinhados. Em um único decreto publicado no Diário Oficial, o Executivo transformou 29 cargos de comissão em 46. Ao revelar a tática, o deputado estadual Georgeo Passos (Rede) advertiu que somente os encargos aumentam a folha de pessoal consideravelmente. No entender do parlamentar, tal manobra só se justifica se o governo estiver com dificuldade para contemplar com CC’s todos os apaniguados. Crendeuspai!


Recorte de jornal

Publicado no jornal Folha de Sergipe, em 12 de março de 1908.