• Luxo Aju

Dr. Marcelo Protásio conclui Mestrado junto ao Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público E

O cirurgião digestivo e bariátrico da Rede Primavera, Dr. Marcelo Protásio, concluiu no mês de março, em São Paulo, a tese de mestrado com o tema "Resultados da gastroplastia redutora em Y de Roux para obesos com idade igual ou maior que 60 anos". O trabalho publicado em uma revista de impacto nacional, foi fruto de uma dedicação de dois anos de estudos e pesquisas, voltados para a comprovação, eficácia e segurança da cirugia bariátrica em pacientes idosos.

A expectativa de vida da população brasileira aumentou na última década e com ela aumentou também o número de idosos obesos. Nas pessoas com idade superior a 60 anos os procedimentos bariátricos representam opção aceitável e efetiva de tratamento. Os idosos devem ser tratados em centros especializados, de grande movimento cirúrgico e baixos índices de morbidade e mortalidade. Com isso, eles experimentam os benefícios da cirurgia bariátrica com aceitável morbimortalidade. Contudo, a idade por si só não deve funcionar como um impeditivo absoluto na indicação cirúrgica. Os procedimentos operatórios bariátricos têm assumido papel cada vez mais importante dentro do arsenal terapêutico nestas idades e têm provado ser o tratamento mais eficiente no controle das comorbidades associadas, além de trazer benefícios imediatos, como, redução da glicemia nos que sofrem de diabetes, queda da pressão arterial, dos níveis de colesterol e triglicérides, melhora dos problemas respiratórios, cardíacos, ortopédicos e articulares, entre outros.

"Foi muito bom ter estudado de forma mais profunda a cirurgia bariátrica e ter comprovado a segurança e factibilidade desta técnica na população idosa. Levo os conhecimentos da pesquisa e pós-graduação para minha vida acadêmica na medicina e os conhecimentos estudados para ofertar o melhor tratamento para nossos pacientes obesos. O próximo passo será o doutorado", ressalta Dr. Marcelo Protásio.