top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

BNB e Chesf assinam financiamento de R$ 397 milhões para manutenção de linhas de transmissão



As diretorias do Banco do Nordeste (BNB) e da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) assinaram, na sexta-feira, 17, em Fortaleza (CE), um financiamento no valor de R$ 397 milhões para manutenção de linhas de transmissão e para aquisição de máquinas, veículos ou equipamentos de apoio.


Os recursos são do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) por meio do Programa de Financiamento à Infraestrutura Complementar da Região Nordeste (Proinfra).


Os valores contratados são divididos em dois contratos, sendo um no valor de R$ 97 milhões para reforço e melhoria das linhas de transmissão da Companhia. O segmento de transmissão da empresa energética é composto por 121 subestações e 21.764,25 km de linhas de alta tensão.


O outro contrato é de R$ 300 milhões disponibilizados em um Cartão BNB Investimento, que pode ser usado para compra máquinas, veículos ou equipamentos de apoio. O valor disponível no cartão arca com até 50% das aquisições. O restante será pago pela própria empresa. “A Eletrobras Chesf apresenta uma excelente capacidade para levantar recursos junto ao mercado financeiro e, consequentemente, realizar investimentos relevantes na Região Nordeste, com rentabilidade. Boas oportunidades como as disponibilizadas pelo Banco do Nordeste devem ser captadas para que Empresa siga crescendo de maneira sustentável, entregando melhores resultados para os seus acionistas e a sociedade brasileira como um todo”, destacou o presidente da Companhia, Fabio Alves.


A contratação da Chesf pelo Cartão BNB é a maior realizada pelo banco desde o lançamento do produto. “Essa modalidade de crédito facilita muito a operação e a manutenção de uma empresa como a Chesf, que precisa ter agilidade para atender suas demandas. Com o Cartão BNB Investimento, o cliente vai em um fornecedor e compra o equipamento na hora. Sem burocracia. Ao pagar esse financiamento, o crédito é liberado automaticamente até o limite pré-aprovado”, explica o presidente do BNB, José Gomes da Costa.


A Chesf é controlada pela Centrais Elétricas Brasileiras (Eletrobras), que detém 99,57% do seu capital. Além da transmissão, a empresa atua na geração fornecendo energia para as regiões Sudeste e Nordeste.

Comments


bottom of page