top of page
  • Luxo Aju

Com investimento de R$ 1 milhão, CASACOR Sergipe gera empregos e movimenta a economia Sergipana



Com investimento de aproximadamente R$ 1 milhão, a 2ª edição da CASACOR Sergipe 2022, um dos eventos mais tradicionais do Brasil, trouxe para o estado, além das novidades do segmento da arquitetura, uma movimentação econômica que gerou mais de 600 empregos temporários diretos e indiretos. A expectativa é que 30 mil pessoas passem pelo local até o final do evento.


A CASACOR Sergipe, que começou no dia 4 de novembro e segue até 11 de dezembro, é realizado no tradicional Castelinho, imóvel do início do século XX, no Bairro Industrial, em Aracaju. No total, são apresentados 32 ambientes, assinados por 46 profissionais, entre arquitetos, designers de interiores e paisagistas de escritórios renomados do segmento no estado.



O diretor da franquia em Sergipe, Carlos Amorim, conta que o evento gera muitos empregos temporários diretos e indiretos. Calcula-se que durante a mostra de 45 dias, mais a montagem de 60 dias e de desmontagem, que levará mais de 15 dias, a CASACOR gere 600 empregos com profissionais qualificados. “São muitos trabalhadores atuando durante 120 dias com ótima remuneração, e com alto nível de excelência. É muito bom para a economia, para a cidade de Aracaju e para o estado de Sergipe”, comemora Amorim.


Ainda segundo Amorim, os empregos diretos e indiretos movimentam uma grande cadeia de serviços e de profissionais dos mais variados segmentos. O planejamento da CASACOR, que levou cerca de um ano, envolve também alguns profissionais ao longo desse processo.


Foi assim com a dupla Ândrea Fonseca e Maicon Amorim, do escritório Ágora Arquitetos, que assinam o living “Casa siri y-pe”. Segundo Maicon, a quantidade de serviços para montar toda a estrutura do ambiente, para expor por 50 dias, demandou trabalhos extras. “São empresas que estão sempre conosco, nos prestam serviços e contribuem para o resultado final do nosso ambiente”, diz.


Já o arquiteto Gustavo Leão, que assina o ambiente “Casa de Guarda”, onde estão o lounge e o receptivo, conta que contratou 27 profissionais, entre eletricistas, soldadores, pintores e uma recepcionista. “Para conseguir este resultado final é preciso investir em bons profissionais. A CASACOR, além de ser uma vitrine para nós, arquitetos, é também uma maneira de fazer girar a economia e gerar empregos”, diz Gustavo, ao lembrar que investiu mais de R$ 12 mil reais em mão de obra.



Contratada para otimizar todas as ações de marketing da CASACOR Sergipe, a publicitária, Andreia Kunz, conta que estava fora do mercado há alguns meses, e viu na contratação uma oportunidade de lançar-se num novo desafio. “Fiquei feliz por ter recebido o convite para ser a responsável em criar as estratégias de marketing, que visam atingir o público-alvo da CASACOR. Para mim, além da remuneração, este trabalho efetiva o engajamento e potenciais clientes”, diz.



A técnica em enfermagem e promotora de eventos, Karla Daniele Silva, de 25 anos, disse estar feliz por fazer parte da equipe da CASACOR Sergipe e comemora o fato de estar trabalhando. “Tenho duas profissões e, para mim, trabalhar como promotora de eventos é mais uma forma de aumentar a renda”, diz.

CASACOR

A CASACOR é reconhecida como a maior e mais completa mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas. Anualmente, o evento reúne renomados arquitetos, designers de interiores e paisagistas em 27 praças nacionais e mais seis internacionais.

CASACOR Sergipe


A 2ª edição da CASACOR Sergipe acontece até o dia 11 de dezembro no prédio do Castelinho, casarão do século XX, que fica às margens do Rio Sergipe, no bairro Industrial, em Aracaju. A visitação acontece de terça-feira a sábado, das 16h às 22h, e os domingos das 14h às 19h. Os ingressos podem ser comprados na plataforma Byinti (https://casacorse.byinti.com/#/event/ingressos-casacor-sergipe-2022) e na bilheteria do evento.


Fotos: Bruno Nasca

bottom of page