top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia reúne 3,5 mil inscritos

Maior evento científico brasileiro sobre saúde da população idosa, o XXIII Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia (CBGG) contou com 3,5 mil inscritos nas atividades que ocuparam dois pavimentos do Expo Center Norte, em São Paulo, entre os dias 23 e 25 de março. A programação reuniu médicos, demais profissionais da área da Saúde de diferentes regiões do Brasil e cerca de 250 palestrantes nacionais e internacionais.


A edição de 2023 do CBGG foi a primeira realizada de forma presencial após dois anos de pandemia e superou as expectativas da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), organizadora do evento. “As oito salas tiveram capacidade máxima atingida, o que só reforça a importância dos assuntos aqui tratados e do quanto precisamos trazer à tona temas envolvendo a saúde das pessoas idosas”, aponta a presidente da SBGG, Dra. Ivete Berkenbrock.


“Dos cinco I’s aos cinco M’s: da evolução de conceitos à evolução do cuidado” foi o tema principal do Congresso. Os cinco I’s tratam de ideias clássicas que têm balizado esse cuidado em saúde: instabilidade postural, imobilidade, incontinência (urinário e/ou de fezes), iatrogenia (termo que se refere a dano ou evento adverso causado por medicamentos ou atos médicos) e incapacidade cognitiva. Mais recentes, os cinco M’s se referem a conceitos criados pela médica Mary Tinetti: mente (transtornos mentais), medicação, mobilidade, multicomplexidade (comorbidades que podem aparecer nessa fase da vida) e mais importante (os desejos e objetivos de cada indivíduo que devem ser respeitados pelos profissionais).


Primeiro dia


Durante o primeiro dia do CBGG, as oito salas que comporam o evento foram palco para debates e demonstrações de estudos relacionados a assuntos como mobilidade, envelhecimento atípico, imunização, epigenética, senescência celular e síndrome pós-covid.


Ainda nesta data foi realizada a cerimônia de abertura, que contou com a presença de toda a diretoria da SBGG e do Presidente da International Association for Gerontology and Geriatrics (IAGG), José Ricardo Jauregui, que fez um retrospecto sobre a história da avaliação geriátrica e a apresentação de dados da atualidade.


Vencedora do concurso de redação do CBGG 2023, a estudante paranaense Isabella Yoshioka também participou da abertura e foi amplamente aplaudida pelo público após a leitura de seu texto sobre etarismo. A jovem foi premiada com um notebook, assim como transporte e hospedagem para participação no Congresso, juntamente com um responsável.


Segundo dia


Já o segundo dia do CBGG 2023 teve como principal acontecimento a Assembleia Geral Ordinária da SBGG, que elegeu o novo corpo diretivo da entidade, que assumirá a partir de julho deste ano.


A Sociedade elegeu como novo presidente para o novo biênio 2023-2025 o Dr. Marco Tulio Cintra, médico geriatra e professor do Departamento de Clínica Médica da UFMG. Como vice-presidente, assume o Dr. Leonardo Brandão de Oliva, médico geriatra, especialista em Clínica Médica com Residência Médica na Casa de Saúde Santa Marcelina-SP.


“Estamos recebendo desta diretoria, que fica até junho, um desafio muito grande, que é manter e aprimorar as conquistas conseguidas até aqui, além de fazer uma próxima edição do CBGG tão bem estruturada e com conteúdo tão rico como está sendo a deste ano”, afirmou o novo presidente eleito.


Além da Assembleia com a prestação de contas da atual gestão, eleição do novo corpo diretivo e um momento de reverência aos especialistas que partiram durante a pandemia de Covid-19, o segundo dia do CBGG teve palestras que retrataram temas como desospitalização, demência, Parkinson, estratégias terapêuticas não convencionais e anorexia do envelhecimento.


Terceiro dia


Por fim, violência contra a pessoa idosa, síndrome do ninho cheio, cannabis medicinal, sexualidade, diversidade na velhice e gerontecnologia foram alguns dos assuntos tratados no terceiro dia do CBGG. O grande destaque ficou por conta do lançamento da nova Avaliação Geriátrica Ampla (AGA), estudo que normatiza a forma de avaliar os pacientes geriátricos, incluindo diversos aspectos, como o físico (médico), o mental, o social, o funcional e o ambiental.


A AGA é composta de vários instrumentos de avaliação, muitos já validados no Brasil, que auxiliam a definir o nível de saúde da pessoa e quais os tratamentos a serem feitos. O documento impacta diretamente nas negociações junto às operadoras de saúde, que pelo segundo ano lideram o ranking de reclamações registrados pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) e que, nos últimos dez anos, figuraram em nono lugar neste ranking.


Além da AGA, foram lançados no evento os livros “Guia de Telegeriatria”, que visa auxiliar a prática médica relacionada ao atendimento da população idosa na modalidade virtual, e “Dor no Idoso”, que reúne as melhores práticas e avanços no tratamento de dor no público idoso. Ambos foram apresentados de forma física e também serão disponibilizados virtualmente para os especialistas.


Encerramento


A cerimônia de encerramento incluiu a premiação dos trabalhos de Geriatria e Gerontologia e contou com a presença do corpo diretivo. A conclusão foi marcada pelo sentimento de satisfação e expectativa para o próximo CBGG, que deve acontecer em 2025, em Belo Horizonte. “Agradecemos a todos que tornaram possível um evento desta grandiosidade, em especial as nossas seccionais”, destacou a presidente do Departamento de Gerontologia da SBGG, Simone Fiebrantz Pinto.


“Este é o congresso da única sociedade científica que trata das condições de saúde da pessoa idosa, bem como do processo do envelhecimento. Abordamos tudo que diz respeito às doenças, mas também à prevenção e, principalmente, à promoção da saúde. Por isso, estamos felizes por esta adesão histórica, que superou as expectativas e representa um marco para nós. Responsabilidade, alegria e legado definem esta jornada”, concluiu a presidente da SBGG, Dra. Ivete Berkenbrock.


Sobre a SBGG


A Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), fundada em 16 de maio de 1961, é uma associação civil sem fins lucrativos que tem como principal objetivo congregar médicos e outros profissionais de nível superior que se interessem pela Geriatria e Gerontologia, estimulando e apoiando o desenvolvimento e a divulgação do conhecimento científico na área do envelhecimento. Além disso, visa promover o aprimoramento e a capacitação permanente dos seus associados.

Comments


bottom of page