top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Equipe do Hospital Primavera executa procedimento inédito no estado

Nos primeiros dias do ano, o Hospital Primavera realizou um procedimento inédito e inovador no estado de Sergipe, a "Primeira Ablação de Arritmias em Gestante sem uso de Raio X", com uma equipe de eletrofisiologia invasiva - Dr Carlos Manoel Figueiredo, Dr Gledson Almeida e participação especial do cardiologista do Incor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), Dr Muhieddine Chokr.


As arritmias cardíacas são patologias que alteram os ritmos dos batimentos cardíacos, elevando-os ou diminuindo-os, essas alterações podem gerar diversos danos, e, quando ocorrem no período gestacional necessita-se de cuidados adicionais, pois, podem acarretar prejuízos à saúde da gestante e do feto. Para avaliação e tratamento de arritmias, a ablação por radiofrequência é um procedimento minimamente invasivo e o mais eficiente para o tratamento definitivo. Quando a arritmia ocorre em gestantes deve-se analisar fatores intrínsecos da gestação, como a influência das oscilações de pressão arterial que comumente ocorrem com a diminuição no início até a metade da gestação, e a alta da pressão arterial durante o final gestacional e parto.


Segundo do cardiologista da Rede Primavera, Dr. Gledson Almeida, a técnica foi aplicada em uma gestante com diagnóstico de arritmia incessante, com o uso de materiais e equipamentos especiais sem o uso de fluoroscopia, que é um exame que emprega radiação ionizante para obter imagens contínuas de uma parte do corpo. "Através de um mapeamento tridimensional foi possível criar de maneira virtual a anatomia cardíaca detalhada em computação gráfica, e através das imagens, guiar os cateteres até os pontos específicos cardíacos e realizar o procedimento com eficácia e segurança de maneira moderna e avançado no estado de Sergipe", ressalta Dr. Gledson.

Comments


bottom of page