top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Natura &Co América Latina elimina diferença salarial de gênero



A Natura &Co América Latina anuncia progressos significativos em remuneração equitativa. A companhia deu fim às inexplicáveis diferenças salariais entre homens e mulheres e reduziu expressivamente as diferenças salariais brutas. O avanço faz parte das metas da Visão 2030 da holding, batizado de Compromisso com a Vida, que visa implementar as ações necessárias para garantir equidade salarial, eliminando qualquer diferença de gênero em todas as empresas Natura &Co (Natura, Avon, The Body Shop e Aesop). Na América Latina, o objetivo já foi cumprido.

Desde 2020, a holding desenvolve com a Mercer, consultoria líder de recursos humanos, estudos anuais sobre a equidade salarial no grupo, abrangendo dados sobre salário, cargo, nível de experiência, tempo na função, desempenho, país e gênero. As primeiras iniciativas para reduzir as diferenças apontadas foram realizadas em 2021. Embora a meta do Compromisso com a Vida se refira apenas à equidade salarial de gênero, Natura &Co América Latina também trabalha para eliminar as diferenças salariais inexplicáveis relacionadas a etnia e raça. Em 2021, um estudo com esse recorte foi realizado no Brasil e os resultados serão divulgados no relatório anual ainda este ano.

Outra ambição de Natura &Co é ter, até 2023, 50% de mulheres no Conselho de Administração e na alta liderança (cargos de diretoria presentes nos três níveis mais altos). Na América Latina, essa meta foi alcançada já em 2020 – a companhia encerrou 2022 com 52% de mulheres na alta liderança (diretoria e acima). Atualmente, elas são maioria em todos os níveis funcionais, exceto o operacional.

Natura &Co América Latina também busca equalizar nas quatro empresas ações e benefícios que promovam a corresponsabilização na criação dos filhos e, desde 2020, as ações de apoio às mulheres em situação de violência de gênero abrangem as colaboradoras, consultoras e representantes de todas as marcas do grupo e estão respaldadas pela Política de Enfrentamento à Violência de Gênero Natura &Co América Latina.



Comments


bottom of page