• Luxo Aju

Política by Adiberto de Souza



TCE chamado na chincha


Custeado a peso de ouro para dar palpites nas contas públicas, o Tribunal de Contas de Sergipe não tem feito nem o dever de casa. Pelo menos é o que garante o deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB). Segundo o emedebista, desde 2016, o TCE não envia para apreciação da Assembleia a análise técnica feita nas contas do governo estadual. Como nesse tempo todo o Tribunal não sugeriu a aprovação ou rejeição dos atos anuais do Executivo, os deputados não aprovaram ou rejeitaram as contas do governo, uma obrigação parlamentar prevista na Constituição. Diante disso, Zezinho propôs à direção da Assembleia que chame o TCE na chincha pelo desleixo, perguntando por qual motivo aquele órgão técnico deixou de fazer o dever de casa por tanto tempo. Aliás, certo mesmo estava o ex-deputado federal Augusto Franco Neto quando defendeu a extinção pura e simples dessa loja de palpites, quase uma sinecura oficial que custa os olhos da cara dos contribuintes. Misericórdia!


Delegado defendido


O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) saiu em defesas do delegado de polícia Osvaldo Resende, preso após uma operação comandada por ele na Paraíba ter matado o empresário Geffeson Moura, de apenas 32 anos. Pelo mesmo motivo, também estão presos dois policiais. Segundo Mitidieri, o delegado “tem uma história respeitada na polícia sergipana. Se errou, deve pagar como todo cidadão. A lei é pra todos! Mas aguardemos seu julgamento antes de crucificá-lo. Seu histórico de serviços prestados, merece isso”. Então, tá!


Estado de calamidade


Por conta da pandemia do coronavírus, o governo de Sergipe publicou no Diário Oficial de hoje, a renovação, por mais 180 dias, do Decreto de Calamidade Pública. O atual decreto se expira em abril próximo, mas com a renovação o prazo se estenderá até outubro deste ano. A calamidade pública auxilia o governo na adoção de medidas administrativas necessárias ao enfrentamento da crise sanitária gerada pela covid-19. Ah, bom!


Bancada mão de vaca


Apenas o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) e o senador Alessandro Vieira (Cidadania) colocaram emendas no Orçamento da União para ajudar o governo estadual na compra de vacinas contra a covid-19. Os demais parlamentares federais de Sergipe até foram aconselhados a fazer o mesmo, porém deram calado por resposta. Acharam melhor apresentar emendas para a compra de tratores e a realização de obras nos municípios, de olho nos votos dos sergipanos que escaparem da pandemia. Home vôte!


Medo de fofoca


Ser politicamente influenciado por notícias falsas divulgadas nas redes sociais é uma preocupação de 75% da população. Segundo pesquisa encomendada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, entre os mais jovens, com até 34 anos, o receio sobe para 82%. Cerca de um terço (34%) dos entrevistados tem o hábito de compartilhar informações sobre políticos pelas redes sociais mesmo quando não tem certeza que é verdade. Crendeuspai!


Fique em casa!


Nessa guerra contra a covid-19 a melhor arma ainda é não arredar pé de seus aposentos. Caso possa, se entrincheire em casa e não atenda o chamado das aves agourentas para ir às ruas. Não dê ouvidos ao cavaleiro do apocalipse que, assim como a serpente da lenda de Adão e Eva, apregoa ser o coronavírus uma simples e inofensiva gripezinha. Não é! Portanto, enquanto não tivermos vacinas para todos, ficar em casa é o remédio mais seguro para sobreviver a este inimigo invisível e mortal. Danôsse!


Boquinha federal


O advogado Fausto Leite é o novo superintendente do Ibama em Sergipe. O causídico foi indicado para o cargo pelo deputado federal Valdevan Noventa (PL). Assinado pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, o decreto de nomeação de Faustinho foi publicado na edição de ontem do Diário Oficial da União. Enquanto isso, os deputados federais Fábio Reis (MDB) e Bosco Costa (PL) disputam para ver quem indica o novo superintendente do Incra em Sergipe. É o velho e faminto Centrão fatiando entre si o que ainda resta do governo Bolsonaro. Desconjuro!


Me dá um dinheiro aí


E o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) bateu na porta do Ministério da Economia para pedir um dinheirinho. Quer recursos para executar projetos do Programa de Infraestrutura Urbana e Sustentável de Aracaju. Entre eles estão obras na Zona de Expansão e a drenagem do poluído Rio Poxim. Segundo Nogueira, se o governo federal atender seu pedido financeiro, “daremos um grande salto na qualidade de vida dos aracajuana e colocaremos a cidade no rumo do desenvolvimento sustentável”. Aguardemos, portanto!



Abaixo o preconceito


A vereadora aracajuana Linda Brasil (Psol) defende a desconstrução dos estigmas sobre as pessoas trans, “principalmente após a chegada ao poder de uma pessoa machista, homofóbica e racista”. A afirmação da parlamentar foi feita durante a live promovida pelo Coletivo Perspectiva em Foco. Segundo Linda, não haverá recuo da população LGBT’S, das pessoas negras, da periferia e tantos outros grupos oprimidos: “Se a gente não mudar isso, verá se perpetuar o sistema de opressões. Portanto, temos que ocupar, incomodar e denunciar esse sistema falido e secular”, discursou. Linda está certíssima!


Túnel do tempo


Veja o que disse o ex-governador Jackson Barreto (PMDB), em 2014: “Não serei candidato mais a cargo nenhum. Quando terminar meu mandato de governador vou pra casa descansar e abrir espaços para as novas gerações. Acho que os mais velhos do que eu, devem fazer a mesma coisa”. Pois bem, JB tentou se eleger senador em 2018 e, pelo que falam as más línguas, sonha em disputar uma cadeira na Câmara Federal, em 2022. Marminino!


Recorte de jornal



Publicado no jornal aracajuano A Tribuna, em 13 de janeiro de 1933.