• Luxo Aju

Política by Adiberto de Souza


Troca-troca de partidos


Faltando ainda mais de nove meses para a abertura da janela partidária, que permite a troca de legendas, já é grande a movimentação daqueles que desejam disputar as eleições de 2022 por outros partidos. Muitos estão insatisfeitos nos atuais endereços políticos, enquanto outros querem pular a cerca para aumentar as chances de reeleição. Nesse movimento silencioso, também há os que pretendem se apropriar de siglas bem organizadas e endinheiradas, que estão sendo comandadas por políticos sem mandatos federais. Em Sergipe, os partidos mais cobiçados são o PSDB do ex-senador Eduardo Amorim e o PSB dos Valadares. O comando dos chamados “nanicos” também desperta interesse, principalmente de quem projeta ganhar algum dinheiro transformando-os em legendas de aluguel, tal qual bodegas de secos e molhados. Portanto, até a abertura da janela partidária, em março do próximo ano, assistiremos muito empurra-empurra, golpes baixos e decepções, pois quem é fraco não sobrevive nesse jogo, muitas vezes desleal, da política partidária. Misericórdia!


Calendário burguês


A Prefeitura de Aracaju só cumpre os prazos de conclusão das obras realizadas na zona sul. A acusação é da vereadora Emília Corrêa (Patriota). A parlamentar garante que mal começam, os empreendimentos executados no lado burguês da capital já têm prazo definido para serem inaugurados: “Os da zona norte ninguém quase ouve falar, a lentidão é visível e as inaugurações só acontecem geralmente próximo ao período eleitoral”, denuncia Emília. Home vôte!


Tapas e beijos


É forte a rivalidade entre os ex-prefeitos Manoel Sukita (Republicanos) e Cristiano Cavalcante (PSC), respectivamente, ex-marido e atual esposo da prefeita de Capela, Silvany Mamlak (PSC). Depois que o ex-cônjuge da gestora chamou o rival de gigolô, o “primeiro damo” espalhou que Sukita está abilolado, precisando de tratamento psiquiátrico urgente. Será? Generoso, Cristiano colocou à disposição do desafeto o serviço de saúde da Prefeitura de Capela. Resta saber o que pensa disso tudo a distinta Silvany. Crendeuspai!


De olho no DC


O ex-deputado estadual pastor Antônio Santos (PSC) pode se mudar para o nanico Democracia Cristã, partido do eterno candidato a presidente José Maria Eymael. Ontem, o reverendo se reuniu com Airton Costa, presidente do DC em Sergipe. Tiveram uma conversa considerada por ambos como “bem produtiva”. Após quatro mandatos de deputado estadual, Antônio Santos tentou se eleger para a Câmara federal no pleito de 2018. Teve 37.556 votos e ficou na suplência. Ah, bom!


Bico seco


Projeto de lei do deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) propõe a suspensão da cobrança da taxa de religação de água pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). Segundo o cidadanista, quando têm a água desligada, as famílias pobres até que conseguem fazer acordos de pagamentos do atrasado, porém esbarram na taxa de religação, que custa R$ 140. Um absurdo. O deputado defende que a taxa seja suspensa, pelo menos enquanto durar em Sergipe o estado de calamidade pública por causa da pandemia. Corretíssimo!


Promessa de apoio


E o deputado federal Gustinho Ribeiro (SD) foi rápido em desmentir informações dando conta que ele pretendia disputar uma cadeira no Senado. Além de negar tal pretensão, o político lagartense disse ser simpático à pré-candidatura a senador do ex-deputado federal André Moura (PSC). Prontamente, André agradeceu o gesto. “Sabemos que não é momento para discutirmos candidaturas, mas agradeço ao deputado Gustinho Ribeiro pela confiança”. Marminino!


Tucano paquerado


O Patriota está interessado no passe do ex-senador Eduardo Amorim (PSDB). Alegando o risco de o tucano perder o comando do partido no estado, o presidente do Patriota, Uezer Marques, lhe abriu as portas da legenda: “Será uma satisfação enorme receber Eduardo Amorim. Ele reúne características que nós preservamos”, discursou o fidalgo. Uezer disse, ainda, que se aceitar o convite, o líder tucano pode ser candidato a deputado federal, senador ou governador de Sergipe. Por enquanto, Amorim deu calado por resposta. Cruzes!


Ex-aliado condena


Nem mesmo quem votou no presidente Jair Bolsonaro, aceita os seus disparates. Um desses desiludidos é o senador Alessandro Vieira (Cidadania). Segundo o parlamentar, “Bolsonaro está acelerando as mentiras, teorias conspiratórias e factoides, tentando tirar o foco dos brasileiros sobre o que importa, mas nós não vamos permitir: já são mais de 17 milhões de infectados. Mais de 480 mil mortos”. Alessandro conclui dizendo que esses números trágicos seriam bem menores sem os inúmeros erros cometidos pelo capitão de pijama. Desconjuro!


Não se esqueça de mim


A demora do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), em aboletar aliados na administração municipal, tem contrariado muita gente. Depois de cobranças públicas feitas por apoiadores esquecidos, chegou a vez de o deputado estadual Capitão Samuel (PSC) também expor o seu descontentamento com a ingratidão do pedetista. “Com Edvaldo é assim: na campanha promete e dialoga com lideranças políticas e com o povo. Acabou a eleição, cada um procure o seu caminho, pois ele só voltará a dialogar na próxima eleição”, postou o capitão nas redes sociais. Aff Maria!


Abaixo o preconceito


A vereadora Linda Brasil (Psol), a mais votada de Aracaju, quer incluir a festa LGBTQIA+ do conjunto residencial Bugio no calendário de eventos de Aracaju. Supimpa! Para marcar a passagem do mês do Orgulho LGQTQIA+, Linda apresentou na Câmara Municipal um conjunto de indicações, requerimentos e projetos de lei com foco na cultura, saúde e promoção de cidadania. A vereadora lembra que o Brasil está entre os países que mais matam LGBTQIA+. Segundo ela, a expectativa de vida das pessoas trans é de 35 anos, enquanto 90% das mulheres trans e travestis são compulsoriamente empurradas para sobreviver da prostituição. Só Jesus na causa!


Recorte de jornal



Publicano no jornal aracajuano A Notícia, em 6 de agosto de 1897.