• Luxo Aju

Política by Adiberto de Souza



Dois empregos dos sonhos


A classe política não fala em outra coisa que não seja as eleições de 2022. Em Sergipe, estarão em jogo 13 ótimos empregos públicos, porém muitos pré-candidatos só têm olhos para os cargos de govenador e senador. O primeiro garante um salário de marajá, permite nomear e exonerar amigos e adversários, ser paparicado por auxiliares e puxas-saco, direito a segurança 24 horas, carro-batedor com girolfex, viajar pelo Brasil e o mundo às custas do erário e, mesmo sem precisar, ter todas as despesas pagas pelos contribuintes. O outro emprego oferece quase as mesmas vantagens, além de abrir caminho para presidir o Senado e, de quando em vez, assumir interinamente a Presidência da República. Não é pouca coisa! Por isso mesmo, muitos políticos estão de olhos graúdos nos empregos do governador Belivaldo Chagas (PSD) e da senadora Maria do Carmo Alves (DEM). Para conquista-los não é tão difícil: basta ter a candidatura majoritária homologada pelo partido e obter os votos da maioria dos 405.846 eleitores sergipanos. Simples assim!


De olho no futuro


Recuperando-se de uma cirurgia corretiva, o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) recebeu a visita de André Moura, presidente do PSC sergipano. Segundo o convalescente parlamentar, os dois aproveitaram “para colocar o papo em dia”. Traduzindo isso que disse Mitidieri, ambos discutiram o sonho que acalentam há um bom tempo: disputarem, respectivamente, o governo de Sergipe e o Senado, com o apoio da base governista. Marminino!


E o salário, ó!


Escudado na crise financeira, o governo de Sergipe se nega, há anos, a recompor as perdas salariais sofridas pelos servidores públicos. Aliás, neste quesito, o Executivo sergipano desrespeita à Constituição Federal há muito tempo. O congelamento dos salários são a maior prova de que o governo não prioriza quem, de fato, toca a máquina pública estadual. Ó Céus!


Terceira via


O deputado federal Valdevan Noventa (PL) jura de pés juntos que será candidato ao Senado por uma terceira via. O distinto revela que a nova força política de Sergipe terá a participação, entre outros, dos ex-prefeitos de Itabaiana e Capela, respectivamente, Valmir de Francisquinho (PL) e Manoel Sukita (Republicamos). Além de serem bons de votos, os três possuem em comum o fato de terem passado uma temporada na cadeia. Home vôte!


Barra pesada


As mulheres trabalham, em média, 7,5 horas a mais que os homens por semana. Isso ocorre devido à dupla jornada, que inclui tarefas domésticas e trabalho remunerado. Segundo estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, a jornada média das mulheres é de 53,6 horas e a dos homens, de 46,1 horas. Em relação às atividades não remuneradas, a proporção se manteve quase inalterada ao longo de 20 anos: mais de 90% das mulheres declararam realizar atividades domésticas; os homens, em torno de 50%. Ufa!


Me dá um dinheiro aí


E quem bateu na porta do Ministério da Educação foi o governador Belivaldo Chagas (PSD). Levado pelas mãos do deputado federal Laércio Oliveira (PP), o gestor sergipano pediu ao ministro Milton Ribeiro que libere R$ 69 milhões para o governo estadual investir na infraestrutura da educação básica. Segundo Belivaldo, existem 58 projetos prontos, aguardando apenas os recursos para que as obras sejam iniciadas. Tomara que o ministro-pastor se compadeça do apelo e libere logo a grana implorada por Belivaldo. Amém!


Agenda indefinida


O PT ainda não definiu quando o ex-presidente Lula da Silva visitará o Nordeste. Ontem, o ex-deputado federal petista Márcio Macedo se reuniu com o “Barba”, em São Paulo: “Falamos sobre a conjuntura brasileira, a necessidade de combate à fome, que infelizmente voltou ao país, e a agenda dele pelo Brasil e o Nordeste”, revelou Macedo. O petista não informou, porém, quando ocorrerá o périplo de Lula pelos estados nordestinos. Aguardemos, portanto!


Braços cruzados


Os servidores da Fundação Hospitalar de Saúde e da Secretaria Estadual da Saúde estão em greve por tempo indeterminado. Os grevistas exigem o pagamento do ticket alimentação no valor de R$ 600, revisão do Programa de Emprego e Remuneração, e do Plano de Cargos e Salários. Também exigem a implementação da jornada de trabalho com 30 horas semanais. Então, tá!


Rolo compressor


A Câmara de Aracaju deve aprovar, hoje, em 3ª discussão o Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) da capital para 2022. Pela proposta da Prefeitura, a previsão orçamentária para o próximo ano é de R$ 2,5 bilhões. Nas duas primeiras votações, o texto original da LDO foi aprovado sem alterações. A maioria das 83 emendas apresentadas pelos vereadores foi rejeitada. Nada melhor para um prefeito do que contar com um rolo compressor no Legislativo. Misericórdia!


Por amor à causa


Agora, que está surgindo uma vaga no Pleno do Tribunal de Contas de Sergipe é justo perguntar o seguinte: Alguém sabe por que deputados, secretários e outras tantas autoridades desejam ser conselheiros do TCE? Não venham com essa história que, além do trabalho técnico, o escolhido tira proveito político do cargo, pois ninguém em sã consciência acreditaria em tamanho despautério. A resposta que parece correta é a que os esforçados conselheiros aceitaram a árdua missão por puro amor a Sergipe. Quem disser o contrário erra por desconhecimento de causa, ou mente por pura inveja. Danôsse!


Noite de autógrafos


Os escritores Ana Medina e Claudefranklin Monteiro lançam, sábado próximo, o livro “150 anos de Religiosidade e Fé - Paróquia Senhora Sant’Ana do Boquim-SE (1820-2020)”. Segundo Claudefranklin, a publicação é resultado de pelo menos dois anos de intenso processo de pesquisa e levantamento de fontes documentais, orais e pictográficas. Editado pela Editora Diário Oficial de Sergipe, o livro será lançado às 19h, em evento presencial, e também transmitido pelo canal da paróquia (https://www.youtube.com/channel/UC1fSoXaoqokBmQaxJhhSm3g). Prestigie!


Recorte de jornal



Publicado no jornal aracajuano Gazeta de Sergipe, em 28 de agosto de 1960.