top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



As eleições deste ano serão diferentes


As eleições deste ano para a Assembleia Legislativa e a Câmara Federal serão diferentes das de 2018, pois impedem as coligações proporcionais. Isso significa que um candidato a deputado bom de votos não mais emprestará as sobras para os postulantes de outros partidos coligados. Por causa dessa mudança, muitos candidatos a vereador no pleito de 2020 deu com os burros n’água. Há quem diga que com esta nova regra, somente as legendas com posturas ideológicas claras e organizadas serão capazes de atrair filiados por meio de suas propostas. Por outro lado, os chamados partidos fisiológicos, que servem somente como legendas de aluguel, estão fadados à extinção. Por conta dessa mudança na legislação eleitoral, é bom os partidos estruturarem suas chapas de candidatos a deputado de forma sólida e com candidaturas viáveis. Ao fim e ao cabo, este poderá ser o diferencial entre a sobrevivência ou não da sigla e entre ter ou não representantes na Assembleia e na Câmara Federal. Que assim seja!


Vereadores expulsos


O DEM de Ribeirópolis expulsou três dos seis vereadores eleitos pelo partido em 2020. O cartão vermelho demista atingiu os parlamentares Zé Veio, Miguel da Loja e Daisy Lima. Em nota, a legenda informa que os expulsos colocaram “os interesses individuais à frente dos seus correligionários”. Traduzindo: os três ex-demistas se bandearam para o lado do prefeito Rogério Sobral (PL), adversário do DEM. O Democratas elegeu em 2020 mais da metade dos 11 vereadores daquele município sergipano. Aff Maria!


Grana na conta


A Prefeitura de Aracaju pagará os salários do funcionalismo municipal, referentes a este mês, na próxima sexta-feira. Receberão nesta data os trabalhadores da administração direta, indireta, cargos em comissão, aposentados e pensionistas. Ao divulgar a boa notícia, o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) lembrou que o pagamento dos salários em dia é um compromisso que a gestão municipal tem honrado com os servidores municipais desde janeiro de 2017. Supimpa!


Juiz temporário


O advogado e ex-procurador geral de Aracaju, Carlos Pinna de Assis Filho, foi nomeado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), para o cargo de juiz titular do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe. O distinto ocupará a vaga deixada por Raymundo Almeida Neto, que encerrou o seu mandato como magistrado temporário. O novo juiz eleitoral vem a ser filho do conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe, Carlos Pinna de Assis. Ah, bom!


Sem explicação


Um preso custa por mês ao Estado algo em torno de R$ 2,4 mil, enquanto a despesa anual com um estudante é de cerca de R$ 2,2 mil. Diante de tamanha discrepância, não se entende porque, em vez de construir mais e mais escolas, os governos estaduais e federal insistem em gastar milhões na construção de novos presídios. Durma com um barulho desse!


Visita de cortesia


E quem deu com os costados na Assembleia foi o advogado Danniel Alves Costa, recém-empossado presidente da OAB sergipana. Foi fazer uma visita de cortesia ao presidente do Legislativo sergipano, deputado estadual Luciano Bispo (MDB). Durante a conversa, o emedebista convidou Alves Costa para fazer uma palestra na Assembleia. Nem precisa dizer que o presidente da Ordem garantiu comparecer ao Parlamento para expor sobre o planejamento da nova gestão da OAB. Então, tá!


Cadê os testes?


E a vereadora Linda Brasil (Psol) anda preocupada com a falta de testes para diagnosticar a covid-19 nos postos de saúde de Aracaju. A parlamentar revela que pessoas têm reclamado das enormes filas nas Unidades Básicas de Saúde, além de terem recusados os pedidos para serem testadas. Segundo Linda, a falta de unidade na comunicação das UBSs e como administrar os testes revela um problema grave para o enfrentamento da pandemia. Crendeuspai!


Em busca de acordo


O secretário de Segurança Pública, João Eloy, recebe hoje os representantes do Movimento Polícia Unida. Policiais civis, militares e bombeiros exigem do governo o pagamento do adicional de periculosidade, a reposição das perdas inflacionárias dos últimos 10 anos e a reestruturação das carreiras. O governador Belivaldo Chagas (PSD) tem dito que o Estado não dispõe de recursos para atender as reivindicações. Caso não seja atendido, o Movimento afirma que “a revolta da tropa será vista como nunca antes”. Home vôte!


Senador invocado


O senador Alessandro Vieira (Cidadania), pré-candidato a presidente da República, atacou a declaração do presidente da legenda, Roberto Freire, que descartou a manutenção da candidatura presidencial para as eleições de outubro. Segundo o senador, Freire ficou tanto tempo na presidência da legenda “que passou a confundir sua opinião pessoal com a decisão do partido”. Vieira disse ainda que respeita qualquer decisão colegiada, “mas não o arbítrio”. Roberto Freire é presidente do Cidadania desde 1992. Danôsse!


Dinheiro mal usado


E o ex-deputado federal Mendonça Prado (PDT) lamenta a forma como os recursos federais são usados pela classe política. Segundo ele, congressistas filiados aos mais variados partidos, aprovaram um orçamento que permite a deputados e senadores dividirem com o presidente da República as verbas destinadas a investimentos. Segundo Mendoncinha, esta é “uma decisão que obstaculiza a implementação de projetos estruturantes. Um verdadeiro excesso”, fustiga. Corretíssimo!


Vazão é mantida


A vazão de 4 mil metros cúbicos por segundo (m³/s) do Rio São Francisco permanecerá até o próximo dia 1º. Segundo a Chesf, este volume d’água verificado a partir do Reservatório de Sobradinho, na Bahia, é o maior nível no curso natural do Velho Chico dos últimos 13 anos. Só no início de fevereiro é que a companhia informará se a atual vazão vai permanecer, diminuir ou aumentar ainda mais. Aguardemos, portanto!


Recorte de jornal


Publicado no jornal aracajuano Gazeta do Povo, em 31 de março de 1926.

コメント


bottom of page