top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



Mulheres sem espaço na política


Passados 90 anos da conquista do voto feminino, as mulheres continuam com pouca representação na política. Entrevistada pela Folha de S. Paulo, a vice-governadora Eliane Aquino (PT) lamentou a falta de espaço em ambientes de decisão nos partidos. A petista tem razão: embora representem quase 50% dos filiados de todas as legendas, elas ficam com apenas 30% das vagas nas chapas proporcionais, isso mesmo porque os “donos” dos partidos são obrigados a respeitar o percentual mínimo imposto pela lei. Pior é que, muitas das candidatas são consideradas “laranjas”, ou seja, se habilitam para disputar a eleição apenas visando cumprir o coeficiente necessário. Aproveitando este Dia Internacional da Mulher, é importante defender que tenhamos mais representação feminina nos parlamentos e governos. Também é preciso condenar o surrado argumento de que “elas naturalmente não se interessam ou não sabem fazer política”. Isso não passa de um preconceito a ser combatido por todos. Alguém já disse, com razão, que a presença feminina no meio político traz benefícios para todo o conjunto da população, além de contribuir para se alcançar a igualdade de gênero, algo essencial na sociedade machista em que vivemos. Viva as mulheres!


Licença prorrogada


O presidente da Assembleia, deputado Luciano Bispo (MDB), prorrogou a sua licença por mais 20 dias. Atendendo orientação médica, o emedebista permanecerá em repouso por mais um tempo. Bispo se encontra em São Paulo para novas consultas pós-cirúrgicas. O parlamentar informou que segue em plena recuperação, porém para voltar ao trabalho é necessário um repouso maior. No mês passado, ele se submeteu a uma cirurgia para remover um tumor benigno no ouvido. Enquanto isso, o Legislativo segue sendo presidido pelo deputado Francisco Gualberto (PT). Então, tá!


Fome de poder


Engana-se quem pensa que a classe política está preocupada com os miseráveis na fila do osso ou caçando gravetos para cozinhar água misturada com sal. Os políticos com mandatos federais estão interessados mesmo é em transformar as emendas parlamentares do Orçamento secreto em votos, visando garantir suas reeleições. Portanto, de barrigas e bolsos cheios, os políticos, em sua grande maioria, estão se lixando para os milhões de pobres, enorme contingente da sociedade lembrada por eles apenas nas campanhas eleitorais. Só Jesus na causa!


Reajuste linear


Contrariando o Movimento Polícia Unida, que reivindica um reajuste superior a 20%, o governo de Sergipe enviará para a Assembleia um projeto de lei concedendo 5% de reajuste linear para policiais civis, militares e bombeiros. A este percentual serão acrescidos mais 2% na tabela, além da diminuição do tempo de promoção para os homens e mulheres que compõem a segurança pública. Segundo o governo, o reajuste impactará o orçamento estadual em R$ 85,5 milhões com salários, mais R$ 30 milhões com a concessão dos interstícios, num total de R$ 115,5 milhões apenas para 2022. Misericórdia!


Política na pauta


A sucessão estadual foi discutida demoradamente, ontem, pelos prefeitos de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), de Itabaiana, Adailton Sousa (PL) e o ex-gestor itabaianense Valmir de Francisquinho (PL). Após a reunião, o pedetista informou que “trocamos experiências das gestões em nossos municípios, das iniciativas exitosas em benefício da população e também tratamos sobre política”. Tanto Nogueira quanto Valmir são pré-candidatos a governador, só que o primeiro compõe a base da situação e o outro faz oposição ao governo. Marminino!


Vai à luta


A operária Vera Lúcia (PSTU) anunciou sua pré-candidatura à Presidência da República. “Queremos que a minha pré-candidatura seja do conjunto do Polo Socialista Revolucionário, que reúne organizações defensoras de uma alternativa socialista e revolucionária para o país”, discursa a sergipana por adoção. Operária sapateira, negra e socialista, a pré-candidata afirma que “a tarefa mais urgente é colocar para fora Bolsonaro e Mourão, responsáveis pelas mais 650 mil vidas perdidas em nosso país para a covid-19”. Em 2018, Vera Lúcia disputou a Presidência e foi votada por 55.762 brasileiros - 0,05% dos votos válidos - ficando na 11ª posição entre os 13 presidenciáveis. Aff Maria!


Crime bárbaro


A presidente do Podemos em Sergipe, delegada Danielle Garcia, ficou horrorizada com o estudo do Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostrando que a cada 10 minutos ocorre um estupro no Brasil. Segundo o levantamento, os estupros apenas do gênero feminino ocorridos em 2021 cresceram 3,7% em relação ao ano anterior. Danielle lamenta que, “de modo vergonhoso, Sergipe está acima da média nacional” e concluiu afirmando que “não podemos naturalizar os altos níveis de violência”. Ela está certíssima!


Invocado com a Deso


O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), está invocadíssimo com a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). Tudo porque uma empresa contratada pela estatal praticamente destruiu as ruas das Rosas e das Orquídeas, no bairro Soledade. Resultado: as fortes chuvas caídas na capital complicaram ainda mais a vida dos moradores. Diante do ocorrido, a Prefeitura embargou as obras, que só poderão ser retomadas quando a empresa recuperar o asfalto das duas artérias. Bem feito!


Usando a guerra


Para não fugir à regra, o senador Rogério Carvalho (PT) voltou a descer a lenha no presidente Jair Bolsonaro (PL). Segundo o petista sergipano, o inquilino do Palácio do Planalto está utiliza a guerra da Rússia contra a Ucrânia como pretexto para predar o meio ambiente em terras indígenas. E Rogério culpa o capitão de pijama e o ex-presidente Michel Temer (MDB) pela crise dos fertilizantes no Brasil, pois ambos arrendaram as indústrias do setor. Por fim, o senador afirma que “não há limites para a sanha anticivilizatória de Bolsonaro”. Home vôte!


Novo imortal


A Academia Sergipana de Letras elegeu, ontem, um novo imortal. Candidato único, Igor Leonardo Moraes Albuquerque foi escolhido por 27 votos. Ele é natural de Itabaiana, advogado, escritor, vice-presidente do Conselho Estadual de Cultura e do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe. Subsecretário-geral da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, o novo imortal da ASL tem 39 anos e vai substituir o intelectual Luiz Fernando Ribeiro Soutelo, falecido no mês passado. A posse do novo titular da cadeira de nº 30 deverá ocorrer em até 120 dias. Ah, bom!



Comments


bottom of page