top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



O estranho silêncio do TCE


Por que será que o Tribunal de Contas de Sergipe ainda não desmentiu a denúncia de que alguns conselheiros estariam ameaçando lideranças políticas dispostas a votar no pré-candidato a governador Rogério Carvalho (PT)? Será que vai ser preciso o senador petista dar nomes aos bois para a presidência do TCE se manifestar publicamente sobre a acusação? Tomara que desta vez, um fato tão grave não fique sem resposta, como aconteceu em 2014. Naquele ano, o então deputado estadual Augusto Bezerra acusou o conselheiro Luiz Augusto Ribeiro de pressionar prefeitos e vereadores para apoiarem seu filho e deputado federal Gustinho Ribeiro. Espera-se que o diligente Ministério Público atenda ao apelo de Rogério Carvalho e investigue se integrantes do TCE estão botando a faca no pescoço das lideranças políticas que apoiam a pré-candidatura petista. O que não pode permanecer é essa dúvida se, de fato, o TCE é um órgão técnico ou um nefasto biombo político a serviço de determinados políticos. Misericórdia!


Porrada em Lula


Entrevistada pelo portal Uol, a presidenciável Vera Lúcia (PSTU) abriu a caixa de ferramentas contra o pré-candidato Lula da Silva (PT). Segundo a sergipana por adoção, o petista promete resolver os problemas dos trabalhadores, mas vive abraçado com banqueiros, grandes empresas e políticos de direita. Cruzes! Antes de tentar voo tão alto, Vera Lúcia já se candidatou, sem sucesso, a vereadora, vice e prefeita de Aracaju, vice e governadora de Sergipe, além de deputada federal e prefeita de São Paulo. Quem sabe agora ela não se elege!


Falta de respeito


O ex-prefeito de Propriá, Luciano de Menininha (PP), disse o que Sergipe todo já sabia: a senadora Maria do Carmo Alves (PP) deixou o União Brasil devido a falta de respeito da direção da legenda. “Tentamos marcar uma reunião com ACM Neto, secretário geral do partido, e não conseguimos”, revela Luciano, que vem a ser sobrinho de dona Maria. Além do mais, segundo ele, a executiva nacional do UB entregou o comando da sigla em Sergipe ao ex-deputado André Moura, sem antes fazer qualquer consulta a senadora de três mandatos. Crendeuspai!


Dinheiro na mão


A Prefeitura de Aracaju paga na próxima sexta-feira, a folha salarial deste mês. Além do salário, também será creditada a primeira parcela do décimo terceiro de quem aniversariou em janeiro e fevereiro deste ano. Hoje, o governo de Sergipe começa a pagar a folha deste mês já acrescida do reajuste salarial de 5% a 34,44%. A previsão é que todos os servidores estaduais botem o dinheiro na mão até a próxima sexta-feira. Pelo visto, este final de semana promete. Então, tá!


Romaria de prefeitos


Os gestores sergipanos que foram à Brasília participar da Marcha dos Prefeitos estão aproveitando para tentar liberar recursos federais. Só ontem, vários deles deram com os costados no gabinete do deputado federal Laércio Oliveira (PP) para discutir sobre emendas do Orçamento da União. Entre outros, foram recebidos pelo parlamentar os gestores de Moita Bonita, Doutor Vagner (PSB), de Itabaiana, Adailton Sousa (PL), de Nossa Senhora da Glória, Luana Oliveira (PSD), de Campos do Brito, Marcell Souza (PP) e de Estância, Gilson Andrade (PSD), além da deputada estadual Janier Mota (PR). Aff Maria!


Meio ditador


Novo filiado do PL, o deputado estadual Zezinho Guimarães saiu em defesa do presidente do Partido Liberal, Edvan Amorim. Segundo o ex-emedebista, o senador Alessandro Vieira (PSDB) foi por demais infeliz ao sugerir ser impossível mudar Sergipe tendo como parceiro o manda chuva do PL. Segundo Zezinho, as afirmações do tucano revelam o seu lado meio ditador: “O senador pensa que só pode mudar se for com ele? Acho isso muita pretensão”, fustigou Guimarães. Marminino!


Professores pressionam


Professoras e professores municipais fazem hoje, uma vigília na porta da Prefeitura de Aracaju. Vão protestar contra a precariedade na educação e exigir uma proposta concreta de atualização da tabela salarial. A vigília acontecerá durante a reunião de negociação entre o sindicato da categoria e secretários municipais para discutir a atualização salarial do Magistério da capital. Os educadores defendem a paridade de vencimentos entre ativos e aposentados. Certíssimo!


Baculejo repercute


Repercutiu na Assembleia o baculejo feito pela PF à procura de pistas dos respiradores comprados pelos governadores do Nordeste e nunca entregues. O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) disse esperar que a Polícia Federal possa identificar “quem deu esse prejuízo milionário aos estados nordestinos”. A PF cumpriu, ontem, 14 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia visando identificar pistas dos 300 ventiladores pulmonares comprados pelo Consórcio do Nordeste e que até hoje ninguém saber, ninguém viu. Home vôte!


Vítima de acordão


É voz corrente em Sergipe que um nefasto acordão está sendo costurado entre governistas e o PL, visando incluir na chapa majoritária o médico Eduardo Amorim como candidato a senador. A ideia é descartar as pré-candidaturas ao Senado de Jackson Barreto (MDB) e Laércio Oliveira (PP), além de abortar o projeto do pré-candidato a governador Valmir de Francisquinho (PL). Nunca é demais lembrar o acordão de 1998. Para viabilizar a reeleição, o então governador Albano Franco (PSDB) fez um acordo impensável com Jackson Barreto (MDB). Abertas as urnas, o tucano se reelegeu, mas JB foi derrotado por Maria do Carmo Alves (PFL). Lembram? Ah, bom!


Vice exagera


Pré-candidata a deputada federal, a vice-prefeita da capital sergipana, Katarina Feitoza (PSD), garante que “se tem uma pessoa que conhece Aracaju mais do que eu, desconheço”. Oxente, e onde fica o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) nessa história? Será que o pedetista conhece a cidade menos do que a fidalga? E o que dizer do ex-governador Jackson Barreto (MDB) que, além de vereador e prefeito de Aracaju, foi carteiro, distribuindo correspondências de porta em porta? Alguém precisa dizer a vice que para angariar a simpatia dos aracajuanos não precisa exagerar tanto. Ora, muita gente conhece a capital bem mais do que Katarina. Danôsse!

Comments


bottom of page