top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



Valmir está a 15 dias do fim de um sonho


Embora não admita publicamente, o ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PL), terá negado pela Justiça Eleitoral o registro da candidatura ao governo de Sergipe. Mesmo após ter a inelegibilidade confirmada em última instância, o ex-gestor insiste que reverterá a situação. O tempo, porém, é seu grande adversário: ele só tem até o próximo dia 15 para conseguir um salvo-conduto ou ficará de fora da disputa eleitoral. Essa é a data final para os partidos apresentarem os registros dos candidatos às eleições de outubro. O PL sabe que a situação de Valmir é dificílima, contudo, jura não ter um plano B para o caso de o ex-prefeito ter a candidatura rejeitada. Ao esconder a realidade, a legenda mantém o condenado em pré-campanha com o objetivo de fortalecer à pré-candidatura ao Senado do médico Eduardo Amorim (PL). Além disso, o partido aposta na hipótese de transferir parte das promessas de votos feitas a Francisquinho para quem substituí-lo na disputa pelo governo de Sergipe. Marminino!


Exonerados protestam


O protesto de alguns exonerados confirma o clima de “caça às bruxas” no governo de Sergipe. Segundo os queixosos, eles receberam cartão vermelho porque Jackson Barreto (MDB) decidiu apoiar o petista Rogério Carvalho, pré-candidato a governador pela oposição. Após receber cartão vermelho do cargo em comissão símbolo CCE-13, e químico industrial Chico Varella usou o WhatsApp para reclamar: “A esta altura de minha vida, sou exonerado por perseguição política, por estar ao lado do nosso líder Jackson Barreto e, por conseguinte, Lula. Relembra-me as perseguições sofridas pela ditadura de 1964”, exagerou. Home vôte!


Dois sentidos


Tio do pré-candidato a governador Fábio Mitidieri (PSD), o empresário Jorge Mitidieri anunciou seu apoio ao postulante a senador Laércio Oliveira (PP). Jorge é o primeiro suplente do senador Rogério Carvalho (PT), pré-candidato ao governo estadual pela oposição. Isso significa dizer que se o sobrinho for eleito, Jorge estará bem, mas caso Fábio seja derrotado por Rogério o empresário vira senador. Vixe! O anúncio de apoio ao governista Laércio foi feito ontem, em evento político realizado em Boquim pela família Mitidieri. Ah, bom!


Sergipe será o paraíso


Quem ouve os discursos da delegada de polícia Danielle Garcia (Pode) chega a pensar que Sergipe está a cinco meses de virar um pedacinho do paraíso aqui na terra. Durante a convenção que homologou a sua pré-candidatura ao Senado, a fidalga garantiu que o seu projeto político é “sério, comprometido com os sergipanos e que vai promover verdadeiramente a mudança que Sergipe precisa para sair do ostracismo”. Achou pouco? Pois Danielle também prometeu tirar o estado “da miséria, da inércia, do desemprego, corrigir o rumo do nosso estado e cuidar de todos os sergipanos e sergipanas”. Aff Maria!


Estatização prometida


O PSTU realizou convenção, ontem, para homologar a operária Vera Lúcia como pré-candidata à Presidência da República. Nascida em Pernambuco e criada em Sergipe, Vera é formada em ciências sociais. A distinta iniciou a militância ao começar a trabalhar em uma fábrica de calçados de Aracaju. No discurso feito na convenção, a presidenciável defendeu a estatização das 110 maiores empresas do Brasil, dos bancos e da agroindústria, além da revogação das reformas e leis que retiraram direitos dos trabalhadores. Crendeuspai!


Fim do recesso


Após duas semanas de recesso, a Assembleia Legislativa reinicia as sessões plenárias amanhã. Deputados federais e senadores também estarão de volta às atividades a partir dessa terça-feira. Em função da campanha eleitoral que se avizinha, os parlamentares vão concentrar os trabalhos em dois dias da semana, visando ter mais tempo para tentar garantir a reeleição. Portanto, não espere muitas atividades nos parlamentos, pois até as câmaras municipais vão pisar no freio até outubro próximo. Coisas da política!


Crime da mala


As autoridades precisam ficar atentas para impedir o transporte ilegal de ‘animais silvestres’ escondidos em malas pretas para agradar o eleitor que vende o voto a políticos mequetrefes. Os traficantes prometem transportar milhões de “animais” na calada da noite. São bichos como Garças (R$ 5), Araras (R$ 10), Micos-Leão-Dourado (R$ 20), Onças (R$ 50), Garoupas (R$ 100) e Logos Guará (R$ 200), embora estas duas últimas em menor quantidade. A Tartaruga (R$ 2) é menos traficada pelos candidatos malas-preta, pois o eleitor tem pouco interesse por ela, devido seu baixo valor de mercado. Desconjuro!


A estrela do PT


Veja o que publicou no Jornal da Cidade a amiga Thaís Bezerra: “Recém-empossado deputado estadual em substituição ao cassado Talysson de Valmir (PL), o agitador cultural Robson Viana (PT) deve ser a principal aposta do PT nas eleições para a Assembleia. A valorização do “passe” do petista ocorreu por conta da desfiliação do deputado Iran Barbosa, agora no Psol, e da inelegibilidade do deputado petista João Marcelo. A chapa do PT para o legislativo estadual apresentará bons nomes, mas Robson aparece como a principal estrela da companhia”. Então, tá!


De olho nas mordomias


Boa parte dos pré-candidatos a cargos eletivos está interessada mesmo é nas regalias. Entre elas estão o alto salário, diárias, verba de representação, carro com motorista, conta do celular paga e passagens aéreas para viajar até mesmo a passeio. Mas não é só isso: quem for eleito governador e presidente ainda pode aboletar na administração a família toda, a rapariga e, se for safado, meter a mão grande nos recursos públicos. Portanto, fique de olho nos pré-candidatos que andam prometendo mundos e fundos à população. Em sua maioria, eles estão interessados mesmo é nas mordomias oferecidas pelos Executivo e Legislativo. Só Jesus na causa!


Danusa faz suspense


O pré-candidato a governador Fábio Mitideri (PSD) torce que a empresária Danusa Silva (PDT) diga sim ao convite para ser postulante a vice na chapa dele. A ilustre pediu até hoje para responder se aceita participar das eleições como parceira de chapa do pessedista. Esposa do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), Danusa nunca se envolveu com política partidária. A primeira dama da capital só teve o nome lembrado após o sonho do marido em disputar o governo ter sido rifado pelos aliados. Portanto, o convite a Danusa visa garantir que o prefeito não fará corpo mole na campanha de Mitidieri. Misericórdia!


Comments


bottom of page