top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



O jus sperniandi dos inelegíveis de Sergipe


Alguns políticos inelegíveis são duros na queda. Mesmo perdendo na Justiça uma ação trás da outra, eles seguem afirmando que só Deus pode tirá-los da disputa eleitoral. Ledo engano! Ao negar a suspensão das condenações do ex-deputado federal André Moura (UB), o ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal, deixou claro que não é tão fácil fazer a Justiça anular ou suspender condenações: “Eventual anulação das publicações dos acórdãos não tem o condão de modificar a situação na esfera criminal do réu e muito menos de afastar o fato gerador de sua inelegibilidade”, ensina Marques. Políticos condenados como André Moura, Valmir de Francisquinho (PL), Valdevan Noventa (PL), Talysson de Valmir, entre outros, estão certos em tentar, a todo custo, suspender suas condenações, mas isso é muto difícil. Portanto, a insistência dos condenados, permite suspeitar que eles vão espernear até 12 de setembro, prazo final para os pedidos de registro de candidatura serem julgados pela Justiça Eleitoral. A partir daí, os inelegíveis admitem finalmente que estão fora da disputa e apresentam seus substitutos, na tentativa de lhes transferir os votos que imagem ter. Quem viver, verá!


Pobres de Marré Deci


Enquanto alguns candidatos a presidente da República declaram patrimônios de milhões de reais, a sergipana por adoção, socióloga Vera Lúcia (PSTU), informou à Justiça Eleitoral ter um único bem registrado em seu nome, que vem a ser uma conta poupança de R$ 8,8 mil. Achou pouco? Pois candidato da Unidade Popular, Léo Péricles, declarou só possuir R$ 197,31. Pobre de Marré Deci mesmo é a ativista indígena Raquel Tremembé (PSTU), vice na chapa de Vera Lúcia. A moça declarou não possuir nadica de nada. Cruz, credo!


Conversa fiada


Parte da imprensa parece ter acreditado que o deputado estadual João Marcelo (PT) desistiu da reeleição para se dedicar à esposa e ao filho recém-nascido. Na verdade, o distinto retirou a candidatura porque está inelegível. Em abril último, o Tribunal Superior Eleitoral confirmou a condenação de João Marcelo por omissão de despesas e da superação do teto de gastos com a locação de automóveis quando era prefeito de Nossa Senhora das Dores. Coube ao ministro-relator Alexandre de Morais manter a inelegibilidade do petista por oito anos. Misericórdia!


Quem ama não mata


O crescente número de crimes contra as mulheres mostra que elas estão entre as principais vítimas da violência urbana. Lamentavelmente, a maioria desse tipo de delito não chega ao conhecimento da sociedade. A ideia machista de que “em briga de marido e mulher ninguém mete a colher” contribui para esconder agressões verbais e físicas, estupros ou violência carnal, ameaças de morte e o feminicídio. Portanto, precisamos sim, meter a colher nessa briga para mudar esse quadro dantesco. Só Jesus na causa!


Dois a zero


É bom o prefeito de Socorro, Padre Inaldo (PP), colocar as barbas de molho, pois a batata dele está assando em fogo alto no Tribunal Regional Eleitoral. Na sessão de ontem, o processo pedindo a cassação do reverendo recebeu dois votos favoráveis, sendo um deles do relator, juiz federal Gilton Batista Brito. Segundo o magistrado, as provas dos autos comprovam, de forma veemente, que Inaldo cometeu abuso de poder econômico no uso de meios de comunicação. Para alívio da defesa do prefeito, o juiz Marcelo Campos pediu vistas do processo e o julgamento foi suspenso até segunda ordem. Crendeuspai!


O impugnado e o inelegível


Em visita à feira de Carira, o candidato a governador Valmir de Francisquinho (PL) se encontrou com o médico e ex-candidato a prefeito daquele município, doutor Robson (Republicanos). O político liberal, que está inelegível após ter sua condenação confirmada pelo Tribunal Superior Eleitora, fez questão de, “em nome do meu amigo doutor Robson, agradeço a toda população carirense pela receptividade e pelo carinho”. Ressalte-se que o político abraçado por Valmir não chegou a disputar a Prefeitura de Carira, em 2020, justamente por ter tido a candidatura impugnada pela Justiça Eleitoral. Aff Maria!


Puna a corrupção


Apesar do esforço da Justiça em punir quem mete a mão grande no dinheiro público, os corruptos não desistem de roubar o erário. Graças à proteção de parte da classe política aos bandidos do colarinho branco, a corrupção tem evoluindo na rapidez de fogo em capim seco. Cabe ao povo não se iludir com o canto de sereia a ser entoado na campanha eleitoral pelos políticos desonestos. Espera-se, portanto, que o cidadão use o voto para impedir que os maus políticos continuem roubando do nosso povo a esperança de viver num país que não se envergonha do Congresso e do governo que tem. Home vôte!


Corda bamba


O projeto do ex-deputado Jorge Alberto (PROS) de disputar o governo de Sergipe está por um fio. É que o partido dele deve mesmo revogar a candidatura presidencial do influenciador digital Pablo Marçal. A ideia de parte da direção do PROS é levar a legenda para o palanque do ex-presidente Lula da Silva (PT). Em isso acontecendo, a candidatura de Jorge Alberto vai pras cucuias, pois como bolsonarista de quatro costado ele não subirá no palanque do “Barba”. Uma pessoa ligada ao fidalgo revelou que se o PROS cair no colo do PT, o ex-deputado participará das eleições como 2º suplente do candidato a senador Eduardo Amorim (PL). Ah, bom!


Transporte em debate


O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), participa hoje, em São Paulo, do Seminário Nacional da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU). Nesta 35ª edição, o evento discutirá sobre “o transporte coletivo com mais qualidade e tarifa acessível”. Além de participar da mesa de abertura, Nogueira, que é presidente da Frente Nacional dos Prefeitos, será um dos debatedores do painel “O novo caminho do transporte coletivo urbano”. Então, tá!


Rasteira amiga


O presidente do PL de Aracaju, Adir Machado, teve a candidatura a deputado federal rifada pelo próprio partido na calada da noite. Na convenção do PL, o advogado não apenas discursou como teve a candidatura confirmada. No sábado, porém, um dirigente da executiva estadual comunicou a Adir que ele foi substituído na relação de candidatos pelo inelegível Valdevan Noventa (PL). Mesmo contrariado com a rasteira, o causídico tem evitado falar sobre o assunto enquanto não conversar com o presidente estadual do PL, Edvan Amorim. Marminino!


Cidadão de Aracaju


Aracaju ganha um filho ilustre nesta terça-feira. Em solenidade a ser realizada no plenário da Câmara Municipal de Aracaju, o jornalista, professor e pesquisador Gilberto Francisco dos Santos, o Gilfrancisco, receberá o Título de Cidadão Aracajuano. Nascido na Bahia, o novo filho da capital sergipana é autor de 39 livros individuais, sete em participação com outros autores, e tem mais de mil artigos publicados em jornais, revistas e periódicos, pesquisando sobre a história de Sergipe. A sessão solene de entrega do Título de Cidadania a Gilfrancisco está agendada para às 16 horas. Prestigie!


Recorte de jornal



Publicado no jornal aracajuano O Imparcial, em 31 de julho de 1919.

Comments


bottom of page