top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza




Valmir lembra um moribundo à espera da extrema-unção


A liminar rejeitada pelo Tribunal Superior Eleitoral deixou claro ser insustentável a candidatura de Valmir de Francisquinho (PL) ao governo de Sergipe. Inelegível após ter sido condenado pelo próprio TSE por abuso do poder econômico, o político liberal esperneia para continuar na disputa, porém a situação jurídica dele é pra lá de delicada. Dizer que haverá reviravolta quando os embargos de declaração forem julgados é querer se enganar ou iludir os eleitores que torcem por Valmir. À boca miúda no meio jurídico esse último recurso à disposição dos condenados é chamado de “embargos protelatórios”, pois a defesa invoca teses mirabolantes apenas para adiar o decurso do processo. Este jogo de empurra permite suspeitar que o PL está protelando para reconhecer a inelegibilidade do candidato. O objetivo é só trocá-lo quando a eleição estiver mais próxima, na tentativa de transferir as intenções de votos para o substituto. Portanto, diante da quase impossibilidade de desfazer a condenação junto ao TSE, Valmir se parece com um moribundo à espera da extrema-unção. E a provável rejeição dos embargos terá o efeito de uma pá de cal na candidatura natimorta. Misericórdia!


Fora do páreo


Filiado ao Solidariedade, Sérgio Henrique Rodrigues Santos teve rejeitado o registro de sua candidatura a deputado federal. Os magistrados do Tribunal Regional Eleitoral se fundamentaram no fato de o suplicante não ter prestado contas dos gastos que fez quando disputou as eleições de 2020. A falta de quitação eleitoral levou o juiz-relator Marcelo Augusto Costa Campos a propor a rejeição do registro, sendo seguido pelos demais magistrados. Na mesma sessão, o TRE aprovou a criação da Federação Psol-Rede Solidariedade, porém proibiu esta última legenda de receber recursos enquanto não regularizar a sua inadimplência relativa ao exercício financeiro de 2018. Marminino!


Diálogo aberto


Sabatinado na Associação dos Delegados de Polícia de Sergipe, o candidato a governador Fábio Mitidieri (PSD) disse que não há como atender as reivindicações salariais da categoria já no primeiro ano de mandato. Ele prometeu, contudo, manter o diálogo aberto em torno da valorização dos delegados de polícia. O pessedista disse ainda que se eleito valorizará os servidores da segurança durante todo o mandato. Mitidieri também garantiu que vai recuperar as delegacias do interior sergipano, começando pelas que se encontram em petição de miséria. Home vôte!


Agora vai!


A candidata à Presidência, Vera Lucia (PSTU, anda prometendo um futuro brilhante para a juventude, em especial para os jovens negros e pobres das periferias, vítimas de violência policial e do desemprego. Segundo ela, é preciso promover uma inversão imediata da realidade com a geração de “emprego para todos os jovens, como parte do plano de obras públicas; auxílio emergencial de um salário mínimo para todos os jovens desempregados; fim da violência policial contra a juventude negra; garantia de educação e saúde públicas gratuita e de qualidade”. O problema para que tudo isso ocorra é que antes Vera precisa ser eleita presidente. Aí é onde porca torce o rabo!


Parceria francesa


Aracaju recebeu a visita dos técnicos Laetitia Dufay e Fernando Pacheco, integrantes da Agência Francesa de Desenvolvimento. Ambos definiram com o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) temas prioritários à mobilidade urbana e à recuperação do centro e políticas públicas com foco no protagonismo feminino. A ideia é a capital sergipana avançar na integração dos modais, permitindo uma efetiva melhora do sistema de transporte como um todo. Sobre as questões de gênero, Laetitia e Pacheco discutiram com o prefeito sobre ações que garantam a igualdade entre mulheres e homens. Supimpa!


Eleições indefinidas


O elevado índice de eleitores indecisos ou dispostos a anular os votos, revelado por todas as pesquisas, mostra que os sergipanos ainda não se envolveram com a campanha eleitoral. As consultas de opinião pública mostram que a soma dos que ainda não definiram candidatos a governador e senador com os que prometem não votar em nenhum deles, supera os postulantes melhor avaliados. Claro que com a aproximação do pleito estes índices serão reduzidos drasticamente. Portanto, quem cantar vitória neste momento, pode se surpreender quando as urnas forem abertas em outubro. Creindeuspai!


Feira saudável


Aracaju recebe, a partir de hoje, a 7ª Feira Estadual da Reforma Agrária promovida pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). A feira, que prosseguirá até a próxima sexta, acontece na Praça Dom José Thomaz, Bairro Siqueira Campos. Cerca de 100 famílias assentadas e acampadas das cinco grandes regiões de Sergipe vão trazer em torno de 80 toneladas de alimentos, entre frutas, verduras e seus derivados. O evento objetiva fazer circular a produção agrícola dessas famílias, e também de conscientizar a população sobre os cuidados com a alimentação e o consumo de alimentos orgânicos. Prestigie!


Título virtual


Mais de 27 milhões de eleitoras e eleitores emitiram o e-Título, a versão digital do título eleitoral, que substitui o documento em papel e permite, entre outras facilidades, a consulta ao local de votação e a verificação da existência de débitos eleitorais. Por meio do aplicativo, também é possível justificar a ausência às urnas, bem como emitir certidões de quitação eleitoral e nada consta criminal eleitoral. Pessoas que cadastraram a biometria na Justiça Eleitoral antes da pandemia e têm a fotografia exibida no app poderão utilizar o e-Título como forma de identificação nas próximas eleições. Aff Maria!


Abandonada pelo MDB


Dependesse de MDB sergipano, a candidata à Presidência da República, senadora emedebista Simone Tebet, estaria no mato sem cachorro. É que o partido da fidalga no estado preferiu apoiar o presidenciável Lula da Silva (PT). Diante disso, a moça só não ficou sem palanque aqui na terrinha graças ao PSDB do candidato a governador Alessandro Vieira. Aliás, o tucano se desmancha em elogios à colega de Senado: “Orgulho imenso de ter Simone Tebet como amiga e, principalmente, como minha candidata à Presidência. Mulher séria, qualificada e corajosa. Está prestando um extraordinário serviço para a democracia”, discursa Vieira. Então, tá!


Pés de cana no volante


Apesar das campanhas contra o consumo de álcool no trânsito, ainda é alto o número de pessoas que dirigem embriagadas. A conclusão é de uma pesquisa da Secretaria Nacional Antidrogas. O estudo também revela que as ações repressivas contra esse tipo de crime, como o teste do bafômetro, atingiram um baixo percentual de condutores. Apesar de 85% dos indivíduos entrevistados referirem ter bebido e dirigido nos últimos 12 meses, apenas 9,2% disseram ter sido parado alguma vez na vida para fazer o teste do bafômetro. Só Jesus na causa!


Comments


bottom of page