top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



Valmir não aceita ter caído do cavalo selado


Tornado inelegível por abuso do poder econômico e tendo a candidatura a governador negada pela Justiça Eleitoral, Valmir de Francisquinho (PL) continua estrebuchando, prometendo resistir até o último recurso. Em outras palavras, o ainda postulante ao governo de Sergipe não aceita o fato de ter caído do cavalo selado que passou em sua porta. Muito por isso, se debate antes de morrer de sede às margens de um rio de votos. Esperneia mesmo sabendo que dificilmente obterá êxito nos recursos impetrados por sua defesa. Há quem garanta que, além de querer permanecer na campanha visando usar o rádio e a televisão para atacar o candidato governista Fábio Mitidieri (PSD), a quem culpa por sua desgraça política, Valmir tem sofrido forte pressão do PL para não desmontar o palanque. É que o partido precisa da popularidade do inelegível Francisquinho para turbinar a candidatura a senador de Eduardo Amorim, que vem ser irmão do empresário Edvan, o mandachuva da legenda em Sergipe. Diante disso e sem tem nada a perder, Valmir vai seguir em campanha sub judice, embora saiba que, por força dos impedimentos judiciais, mesmo que seja o mais votado, ganha mas não leva. Misericórdia!


Candidaturas negadas


O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe negou, por unanimidade, os registros das candidaturas à Câmara Federal de Eliane Aquino (PT) e de Valdevan Noventa (PL). A petista foi retirada do processo eleitoral por não ter se afastado dos conselhos estaduais dentro do prazo previsto pela Legislação. Já Noventa teve o registro negado porque está inelegível, após ter sido condenado por abuso do poder econômico e político nas eleições de 2018. O PT ainda não informou se a vice-governadora Eliane vai recorrer contra a decisão ou se ela será substituída por outro candidato a deputado estadual. Aguardemos, portanto!


A importância dos nanicos


Embora com poucas chances de chegarem ao pódio, vários partidos nanicos apresentaram candidatos majoritários. Em Sergipe, disputam o governo estadual nomes pouco conhecidos do eleitorado, como Antônio Claudio Geriatra (DC), Elinos Sabino (PSTU), Niully Campos (PSOL) e o professor Aroldo Félix (UP). Embora com pouco tempo no horário da propaganda eleitoral, todos estão expondo suas propostas. Ressalte-se que os chamados candidatos nanicos são uma opção para os eleitores insatisfeitos, que não querem anular os votos, mas se recusam em votar nos postulantes ao governo dos chamados grandes partidos. O nome disso é democracia. Supimpa!


Os esquecidos


Sem tempo no horário eleitoral gratuito na TV e rádio, o candidato a deputado federal pelo PMN, Airton de Santana Santos, abriu mão da disputa. “O partido desistiu de candidatura própria ao governo de Sergipe, fez um acordo para apoiar Valmir de Francisquinho (PL) e nós, os partidários, fomos esquecidos. Fui informado que não poderia usar o horário gratuito e optei por desistir da candidatura”, declarou. Esta informação é do blog Primeira Mão.


Promessa surreal


O candidato a deputado estadual Joselito dos Santos (Republicanos), o “Vovozinho”, fez uma promessa surreal à população de Tobias Barreto: Caso seja eleito, tentará construir uma praia no município para “a gente comer uns caranguejos nos fins de semana”. O problema é o elevado custo da transposição do Oceano Atlântico até Tobias Barreto, localizado na região Centro-Sul de Sergipe. Pessoa humilde e pai de 12 filhos, “Vovozinho” é muito querido na cidade. Prova disso foi a grande carreata organizada pelos amigos e simpatizantes de Joselito. O distinto sonhava em um dia conhecer a rainha Elizabeth 2ª por se achar parecido com o esposo da fidalga, o falecido príncipe Philip. Durma com um barulho desse!


Pulou uma fogueira


E o deputado federal Fábio Henrique (UB) teve a sua candidatura à reeleição deferida pelo Pleno do TRE. O Ministério Público Eleitoral pediu a impugnação com base em decisão do Tribunal de Contas da União, que rejeitou as contas de quando Fábio foi prefeito de Nossa Senhora do Socorro. Após as devidas explicações jurídicas, o próprio MPE votou favorável ao parlamentar: “Agora deferida, a nossa candidatura segue nas mãos de Deus e do povo para continuarmos defendendo os direitos dos sergipanos em Brasília”, discursou o deputado. Marminino!


Farinha do mesmo saco


Pelo menos dois candidatos ao governo de Sergipe são farinha do mesmo saco. Fábio Mitidieri (PSD) e Rogério Carvalho (PT) conviveram de forma harmônica em sucessivos governos, falam língua idêntica e votam no mesmo presidenciável. Estão em lados opostos agora por uma questão de sobrevivência política, mas sempre conjugaram o mesmo verbo. Portanto, com visões políticas parecidas, Mitidieri e Carvalho não representam nada de novo. Aliás, é possível prever que se um dos dois for eleito não realizará a gestão transformadora que estão prometendo agora na campanha. Creindeuspai!


Só pra contrariar

Invocado com o comando estadual do PDT, o vereador aracajuano Isac Silveira (PDT) anunciou apoio ao candidato a senador Valadares Filho (PSB), que faz oposição a Laércio Oliveira (PP), apoiado pelos pedetistas. Há quem diga que a decisão visou unicamente contrair o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira. É que, enquanto presidente do PDT, o gestor não ofereceu as condições para Silveira disputar uma cadeira na Câmara Federal. Claro que Isac nega tal hipótese, garantindo ter se definido por Vavazinho “pelo seu histórico do ex-deputado federal que, durante os seus três mandatos, sempre fez muito por Aracaju”. Então, tá!


Prestando contas


Os candidatos, partidos e as federações têm até hoje para fazer a prestação de contas da movimentação financeira em dinheiro junto à Justiça Eleitoral. As informações devem ser feitas tomando como referência o período entre o início da campanha e a última quinta-feira. Ressalte-se que os postulantes a cargos eletivos que tiveram as candidaturas negadas pelo TRE devem devolver o dinheiro que receberam do milionário Fundo Eleitoral. Pelo visto, até o fim da campanha, muita gente terá dificuldades para explicar como gastou a bufunfa pública. Cruz, credo!


Avaliação festejada


E o candidato a governador Alessandro Vieira (PSDB) está comemorando o prêmio que lhe foi conferido pelo Portal Ranking dos Políticos. A avaliação dos parlamentares toma como base o combate à corrupção, aos privilégios e ao desperdício da máquina pública. O tucano festeja o fato de ser o parlamentar avaliado como o primeiro no Senado entre os que representam Sergipe. “Fico honrado pelo reconhecimento do nosso trabalho e motivado a fazer muito mais como governador”, discursa Vieira, que na avaliação geral do Ranking dos Políticos ficou na distante 86ª posição. Home vôte!


Disputa aquática


De um bebinho, num boteco de Aracaju: “Quem não virou jacaré com a vacina contra a Covid-19, vai assistir uma disputa aquática entre lula e o crocodilo, isso se antes das eleições o assustado aligátor não se esconder no pântano”. Danôsse!


Comments


bottom of page