top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza

Vem aí um 2º turno pra ninguém botar defeito


Prepare o coração, pois o 2º turno das eleições vai ser de arrepiar. No Brasil a disputa será das mais acirradas entre o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) e o petista Lula da Silva. Já em Sergipe o confronto pelo governo estadual entre Rogério Carvalho (PT) e Fábio Mitidieri promete ser dos mais emocionantes. Os dois já começaram a paquerar o eleitorado que foi às urnas votar no inelegível Valmir de Francisquinho (PL). Mesmo retirado da disputa, o político liberal foi muito bem votado, além de ter elegido o filho Ícaro de Valmir (PL) para a Câmara Federal e o aliado Marcos Oliveira (PL) para a Assembleia Legislativa. Fala-se pelas esquinas de Sergipe que quem receber o apoio de Francisquinho estará a meio caminho da vitória no próximo dia 30, data do 2º turno. Portanto, daqui até o final do mês, muita água rolará por baixo da ponte. O candidato que perder o controle da direção, vira o barco na correnteza da campanha e morre afogado antes de chegar à praia. Marminino!


PT perde em Sergipe


As eleições de ontem deram um chega pra lá no PT sergipano. Apesar de ter passado para o 2º turno com o petista Rogério Carvalho, o partido só conquistou uma cadeira na Assembleia e não elegeu ninguém para a Câmara Federal. O candidato a senador Valadares Filho (PSB), apoiado pelo PT e que liderava as pesquisas, também perdeu o embate para Laércio Oliveira (PP). Hoje com dois deputados federais, a legenda da estrelinha ficará sem representação a partir de 2023. Diante dessa derrota, os petistas sergipanos vão torcer como nunca pela vitória de Lula da Silva para presidente e fazer das tripas coração para eleger Rogério governador. Aff Maria!


É bom ser vice


Ser vice-prefeita de Aracaju significa meio caminho andado para ganhar uma eleição. Em 2018, a petista Eliane Aquino, à época vice da capital sergipana, se candidatou a vice-governadora e se elegeu na chapa encabeçada por Belivaldo Chagas (PSD). Agora, a vice-prefeita Katarina Feitoza (PSD) conquistou uma cadeira de deputada federal, derrotando o candidato Luiz Roberto (PDT), apoiado pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). Pelo visto, em 2024, muita gente vai querer disputar a vice-prefeitura da capital. Danôsse!


Perdeu de novo


A candidata à Presidência da República, Vera Lúcia (PSTU), conquistou mais uma derrota para a sua coleção de eleições frustradas. A ilustre obteve míseros 689 votos, que representam apenas 0,05% do total. Apesar de ter tido tão poucos votos, Vera ainda foi mais votada do que os presidenciáveis Léo Péricles (UP), Sofia Manzano (PCB) e José Maria Eymael (DC). Essa pernambucana de nascimento e sergipana por adoção é persistente. Ela já se candidatou a vereadora, vice e prefeita de Aracaju, vice e governadora de Sergipe, além de deputada federal. Esta é a segunda vez que Vera tenta se eleger presidente, mas, diante de suas pífias votações, está claro que os brasileiros não a querem governando esse Brasilzão de meus Deus. Home vôte!


Boa de votos


Sergipe elegeu a primeira mulher trans para a Assembleia Legislativa: é a vereadora de Aracaju, Linda Brasil (Psol), de 49 anos, eleita deputada com 28.704 votos. Feliz com o resultado, Linda disse que quem votou nela acredita na transformação da política sergipana. Tendo sido a vereadora mais votada da capital em 2020, a nova deputada se destacou pelo trabalho de conscientização e respeito à diversidade e as questões que envolvem gênero e sexualidade. Com a eleição de Linda, a sua cadeira na Câmara de Vereadores será ocupada pela suplente professora Sônia Meire (Psol), que foi candidata a deputada federal, obteve 19.561 votos, mas não se elegeu. Então, tá!


Troca de cadeiras


O município de Itabaiana elegeu três deputados estaduais: o atual presidente da Assembleia, Luciano Bispo (PSD), e os novatos Marcos Oliveira e Luizão Dona Trampi – ambos do PL. Em contrapartida, os itabaianenses deixaram de reeleger a deputada estadual Maria Mendonça (PDT). Aliás, além da pedetista, outros quatro deputados estaduais que tentaram a reeleição não obtiveram sucesso: Iran Barbosa (Psol), Gracinha Garcez (PL), Kitty Lima (Cidadania) e Robson Viana (PT). Na Câmara Federal, não se reelegeram os atuais deputados João Daniel (PT), Bosco Costa (PL) e Fábio Henrique (UB). Creindeuspai!


Coleciona derrotas


É bom o ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita (Republicanos), mudar o discurso se quiser obter êxito nas próximas eleições. Em 2020, o distinto não conseguiu eleger a filha Isadora Sukita para a Câmara de Vereadores de Aracaju. Agora, a irmã dele, Clara Sukita (PT), tentou se eleger deputada estadual e deu com os burros n’água, apesar do esforço do mano. Além de ver a família mais uma vez derrotada nas urnas, o ex-gestor capelense ainda teve que engolir a estrondosa vitória do rival Cristiano Cavalcante (UB), o mais votado para a Assembleia Legislativa. Misericórdia!


A força do TCE


O Tribunal de Contas de Sergipe mostrou força nas eleições de ontem. O conselheiro Luiz Augusto Ribeiro está sorrindo de orelha a orelha com a reeleição do filho Gustinho Ribeiro (Republicanos) para a Câmara federal e vitória da esposa Áurea Ribeiro (Republicanos) para a Assembleia. Os também conselheiros Ulices Andrade e Angélica Guimarães festejam as eleições, respetivamente, do filho Jeferson Andrade (PSD) e do sobrinho Netinho Guimarães (PL) como deputados estaduais. E olha que, segundo dizem por aí, o pessoal do TCE não se envolve com eleições. Já pensou se os conselheiros fizessem política partidária nas horas vagas? Só Jesus na causa!


Crime eleitoral


Um eleitor foi preso em Aracaju sob a acusação de crime eleitoral. O marmanjo escondeu o celular no bolso e fotografou o voto, porém o mesário percebeu, chamou a Polícia Militar, que prendeu o suspeito. Como violar o sigilo do voto é crime, o eleitor foi conduzido à Polícia Federal e vai ter que se explicar à Justiça, podendo ser punido com detenção de até dois anos e pagamento de multa. Bem feito!


Comments


bottom of page