top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza

Em Sergipe tem sinecuras de menos para lulistas demais


A derrota do candidato a governador Rogério Carvalho (PT) apavorou uma legião de lulistas interessados nas sinecuras existentes no Executivo sergipano. Muitos destes come e dorme começaram a mamar nas tetas públicas desde a eleição do saudoso Marcelo Déda (PT), em 2006. Boa parte deles, porém, perdeu as boquinhas em 2020, quando o PT rompeu com Edvaldo Nogueira (PDT) para disputar, sem sucesso, a Prefeitura de Aracaju. Este ano, outros tantos foram desmamados do Estado após Rogério ter abandonado o barco governista para tentar carreira solo. Durante a campanha, os petistas e agregados confiantes na vitória de Carvalho já rascunhavam quais as melhores aspones para se aboletar a partir de 2023, mas a derrota os deixou desconsolados, sem rumo. Claro que a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a Presidência da República vai garantir ao PT a maioria dos cargos federais em Sergipe, porém estes são poucos para atender o grande número de interessados numa mamata que pague bem e não exija em troca qualquer trabalho. Home vôte!


Criatura contra o criador


Esta não foi a primeira nem será a última vez que a criatura se rebela contra o seu criador. Estamos falando da nota oficial divulgada pela Universidade Tiradentes, informando “que não se envolve institucionalmente em questões de cunho político-partidário, nem dá apoio a nenhum partido ou candidato, respeitando sempre a pluralidade de ideias”. Nada demais, se o casal fundador da Tiradentes, professores Jouberto e Amélia Uchoa não tivessem participado de uma manifestação golpista organizada por bolsonaristas e que pede intervenção militar no Brasil. Creindeuspai!

Dia do Radialista


Comemora-se hoje o Dia do Radialista. A data é uma homenagem ao compositor e comunicador Ary Barroso, mas a comemoração neste 7 de novembro ainda gera confusão, pois durante muito tempo as celebrações ocorriam no dia 21 de setembro. Entretanto, uma lei federal assinada em 2006 transferiu para 7 de novembro o dia de homenagem aos radialistas. Ainda assim, muitos passaram a comemorar nas duas datas. Então, tá!


Entre a política e a polícia


Veja o que publicou no Jornal da Cidade a amiga Thais Bezerra: “O ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita (Republicanos), está irritadíssimo porque, em cumprimento a decisão judicial, a Polícia apreendeu o carro que ele viajava com a esposa. A apreensão ocorreu porque o veículo está em nome do ex-deputado federal Valdevan Noventa (PL), que enfrenta sérios problemas na Justiça de São Paulo devido denúncias de crimes no Sindicato dos Motoristas daquele estado. O ex-prefeito reclamou por ter ficado a pé na estrada, sendo obrigado a chamar o cunhado para ir socorrê-lo. Recomenda-se a Sukita beber um refresco de maracujá bem gelado para se acalmar”. Creindeuspai!


Boca de siri


E o vereador pastor Diego (PP) ainda não deu um pio sobre a denúncia de que é falso o Título de Cidadão Aracajuano concedido por ele ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Segundo a vereadora Linda Brasil (Psol) e seu colega Anderson de Tuca (PDT), a honraria é fake news, pois não foi aprovada pelo plenário Câmara. Aliás, se o discurso que o pastor Diego fez, outro dia, na igreja evangélica se referia à desejada vitória de Jair Bolsonaro (PL), também se revelou falso: “Quando Deus nos escolhe para a vitória, meu irmão, pode guardar no seu coração, que Aquele que prometeu, Ele é fiel para cumprir”. Por não ter prometido nada, Deus não cumpriu e o vitorioso foi Lula (PT). Marminino!


Juntando os cacos


Chegou a hora de a oposição sergipana juntar os cacos da derrota sofrida nas últimas eleições. Cabe aos derrotados sacudirem a poeira da surra eleitoral e consolar os aliados que ainda não dispersaram para a banda vitoriosa. Ressalte-se que a tarefa das lideranças oposicionistas é muito árdua, penosa até. Ademais, se a missão de juntar os cacos não for executada a contento, a folgada vitória do governador eleito Fábio Mitidieri (PSD) pode antecipar a aposentadoria de muita gente que ainda se acha grande liderança política. Danôsse!


Bem na fita


Sergipe tem o segundo menor endividamento no Nordeste e um dos menores no Brasil. Esta informação da Secretaria do Tesouro Nacional deixou o governador Belivaldo Chagas (PSD) sorrindo de orelha a orelha. Segundo ele, esta excelente posição alcançada pelo estado é fruto do pagamento em dia da folha de pessoal e dos fornecedores, além da retomada do investimento em obras e projetos, sem comprometer as finanças. “Tenho muita alegria de estar finalizando esta gestão deixando um legado de estado organizado, preparado para o futuro, muito diferente do que encontramos”, discursa Belivaldo. Legal!


Bico fechado


E quem anda de bico fechado é o ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PL), o popular “Pato Rouco”. O radialista Gilmar Carvalho (PL) tentou lhe arrancar algumas declarações, mas o emplumado se recusou a conceder entrevista. Disse preferir dar “mais um tempo” ao tempo. Pelo visto, o “Pato” decidiu botar a viola no saco após obter 457.922 votos no 1º turno das eleições, vê-los todos anulados, e não ter conseguido eleger Rogério Carvalho (PT) governador de Sergipe. Ao que parece, Valmir vai levar um bom tempo até resolver cantar em outra freguesia que não seja a sua Itabaiana. Misericórdia!


De volta ao batente


Após ter se esbaldado no animado Pré-Caju, o governador eleito Fábio Mitidieri (PSD) viaja, amanhã, à Brasília visando reassumir seu mandato na Câmara Federal. Com a chegada do pessedista no Congresso, o deputado Alexandre Figueiredo (PSD) voltará à condição de suplente. Mesmo retomando as atividades parlamentares, Mitidieri vai participar ativamente do processo de transição em Sergipe, a ser coordenado pelo vice eleito Zezinho Sobral (PDT). Ah, bom!


Ausência notada


Uma das ausências notadas no Pré-Caju 2022, encerrado ontem, foi a do ex-governador Jackson Barreto (MDB). Aliás, desde a derrota do postulante ao governo Rogério Carvalho (PT) que JB tomou chá de sumiço, a ponto de ter desaparecido do Instagram, onde era muito ativo. Nem mesmo a estupenda vitória do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) devolveu a alegria ao veterano político. Após ter recusada a sua candidatura ao Senado, Jackson chutou o pau da barraca governista para se juntar aos petistas na disputa pela chefia do Executivo sergipano. Deu com o burro n’água e escafedeu-se. Cruz, credo!


コメント


bottom of page