top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza

Mitidieri reparte o bolo em generosas fatias


O governador eleito de Sergipe, Fábio Mitidieri (PSD), segue com a tarefa de dividir com os aliados o bolo de cargos públicos. As primeiras indicações para o 2º escalão demonstram que ficarão com as melhores fatias da guloseima os partidos e políticos que mais se empenharam na campanha do pessedista. O presidente estadual do União Brasil, André Moura, manteve o amigo Zeca da Silva na Secretaria da Agricultura e terá direito de indicar, entre outros, os presidentes da Emdagro, da Cohidro e do Pronese. Mitidieri já agendou uma reunião com os líderes do Republicanos para conhecer o apetite deles e avaliar o tamanho da fatia que caberá à legenda dos pastores Heleno Silva e Jony Marco. A questão é saber se o número de cargos públicos será suficiente para saciar a fome de poder dos que estiveram no palanque do governador. Independente disso, contudo, já está decidido que a conta por essa farra dos vitoriosos será paga pelo contribuinte, a quem só cabe assistir de longe a animada divisão do bolo. Misericórdia!


Contas reprovadas


O Tribunal Regional Eleitoral desaprovou as contas de quatro deputados eleitos: os federais Ícaro de Valmir (PL) e Yandra de André (PSD), além das estaduais Lidianne Lucena e Carminha Paiva, ambas do Republicanos. Segundo denunciou o Ministério Público, as contas dos quatro parlamentares já diplomados pecam na comprovação dos gastos de campanha e irregularidades na aplicação dos recursos do Fundo Eleitoral. A desaprovação dos balancetes apresentados por Ícaro, Yandra, Lidiane e Carminha, no entanto, não impede que ele e elas tomem posse em fevereiro de 2023. Marminino!


Cadeiras vazias


Dois dos três senadores de Sergipe não participaram, ontem, da votação da PEC que garante, entre outras coisas, recursos para o futuro governo manter o Programa Bolsa Família de R$ 600, além de permitir o pagamento de R$ 150 às famílias com crianças de até seis anos em situação de pobreza. Segundo o portal Poder 360º, Alessandro Vieira (PSDB) e Maria do Carmo Alves (PP) não comparecem à sessão plenária que aprovou as modificações feitas na PEC pela Câmara dos Deputados. Ressalte-se que na votação da semana passada, que também aprovou essa mesma propositura, a pepista sergipana votou contra, diferentemente do tucano e do senador Rogério Carvalho. Home vôte!


Fica onde está


Caso o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) convide o deputado federal Márcio Macedo (PT) para ser ministro da Secretaria Geral da Presidência, a suplente dele, vereadora aracajuana Ângela Melo (PT), declinará de substituí-lo na Câmara Federal. É que, para virar deputada por apenas um mês, a distinta teria que renunciar ao mandato municipal, que só termina em 2024. Portanto, se Márcio virar ministro, seu substituto no Parlamento será o suplente Marcio Dória (PCdoB), que teve 6.150 votos nas eleições de 2018. É que, mesmo tendo sido mais votado do que o comunista, o advogado Alexandre Figueiredo (PSD) já vai substituir o deputado Fábio Mitidieri (PSD), que renunciará para assumir o governo. Aff Maria!


Agradecendo aos céus


O governador Belivaldo Chagas (PSD) mandou celebrar uma missa em ação de graças pelo encerramento de seu mandato. O ato religioso aconteceu, ontem à noite, no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, zona norte de Aracaju, no mesmo local onde, há quatro anos, o pessedista agradeceu à padroeira do Brasil pela eleição. Segundo Chagas, “só Deus sabe das dificuldades que enfrentamos, especialmente com a situação econômica encontrada e a luta pela vida durante a pandemia. Mas foi nestes momentos que mais nos apegamos à fé”. A missa foi celebrada pelos padres Euclides Carvalho e Marcelo Conceição. Amém!


Disparidade salarial


A partir de janeiro próximo, os super salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal vão passar dos exagerados R$ 39,2 mil para astronômicos R$ 46,3 mil. Pior é que este reajuste terá efeito cascata, pois contemplará quem ganha igual aos homens da capa preta, a exemplo de deputados, senadores, magistrados, governadores, etcétera e tal. Enquanto isso, a base da pirâmide social começará 2013 com o salário mínimo reajustado em míseros R$ 90, passando dos atuais R$ 1.212 para raquíticos R$ 1.302. Coisas desse Brasilzão de meu Deus!


Contra os pobres


Os deputados federais Fábio Mitidieri (PSD) e Gustinho Ribeiro (Republicano) votaram contra a PEC da Transição que, entre outras coisas, manterá o valor do Programa Bolsa Família em R$ 600, além do pagamento de R$ 150 às mães com crianças de até seis anos, em situação de pobreza. O voto de Mitidieri está sendo muito criticado, principalmente depois que ele prometeu governar para os mais pobres. O senador Rogério Carvalho (PT) desceu o malho no adversário: “Fábio Mitidieri passou a campanha dizendo que era Lula para ganhar voto, mas na primeira oportunidade de ajudar aos mais pobres, vota contra o povo de Sergipe e contra Lula”. Crendeuspai!


A caminho do recesso


A Assembleia aprovou em duas discussões a Proposta Orçamentária do governo de Sergipe para 2023. Pelo projeto, o futuro governador Fábio Mitidieri (PSD) disporá de um Orçamento superior a R$ 13,3 bilhões. A matéria passará ainda por mais uma votação, devendo ser aprovada sem problemas. Mesmo depois de os deputados aprovarem o Orçamento, o recesso parlamentar só deverá começar no próximo dia 28. Como este foi um ano de eleições, em 2 de fevereiro de 2023 só retornarão para a Assembleia os deputados reeleitos e os que se elegeram em outubro passado. Então, tá!


Abrindo portas


Escolhida secretária estadual de Polícia para as Mulheres, a delegada de polícia Danielle Garcia (Pode) já começou a prospectar recursos em Brasília. Ontem, a fidalga esteve no Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, na Fundação Nacional de Saúde e na Confederação Nacional dos Municípios. Também visitou a senadora em fim de mandato Maria do Carmo (PP). Segundo Danielle, estas primeiras visitas visaram obter informações para garantir o bem-estar, a segurança e os direitos das mulheres. Neste périplo pelos gabinetes de Brasília a futura secretária se fez acompanhar pela deputada federal eleita Yandra de André (União). Ah, bom!


Troca de endereço


A vereadora Linda Brasil (Psol) se despediu ontem da Câmara de Aracaju. Aproveitou para agradecer a população que acompanhou o seu trabalho parlamentar, “seja fiscalizando nas visitas aos bairros e órgãos públicos, dialogando sobre proposituras, cobrando e lutando pelo mais importante: justiça social e por direitos para quem mais precisa”. A pisolista também se disse honrada pelo fato de os sergipanos terem respaldado a sua atuação parlamentar, elegendo-a deputada estadual. Portanto, a partir de 2 de fevereiro de 2023, Linda Brasil estará despachando em novo endereço: a Assembleia Legislativa. Sua cadeira na Câmara será ocupada pela professora Sônia Meire (Psol). Boa sorte às duas!



Comentarios


bottom of page