• Luxo Aju

Política by Adiberto de Souza


Aracaju decide entre ele ou ela


As mulheres são maioria entre os eleitores de Aracaju, mas a última pesquisa do Ibope revela que o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) deve derrotar a delegada Danielle Garcia (Cidadania). Independente da consulta de intenções de votos, o resultado das eleições deste domingo está nas pontas dos dedos dos mais de 400 mil eleitores aptos a votar na capital. Portanto, assim como uma partida de futebol só se ganha após o apito final, o resultado de uma eleição só se conhece depois de o último voto ser votado. Tomara que o eleitor aracajuano saiba escolher quem for melhor para governar a capital pelos próximos quatro anos. Oremos!


Quem é ele


Edvaldo Nogueira (PDT) nasceu no dia 25 de janeiro de 1961, na cidade alagoana de Pão de Açúcar. É casado e tem nível superior incompleto. O pedetista, que está em seu segundo mandato, já foi vereador em Aracaju e tentou, sem sucesso, se eleger deputado federal. Sua candidata a vice é a delegada de polícia Katarina Feitosa (PSD).


Quem é ela


Danielle Garcia (Cidadania) nasceu no dia 26 de dezembro de 1976, em Aracaju. É divorciada e tem nível superior completo, sendo delegada de Polícia. Entrou na política na eleição municipal de 2016, apoiando o candidato a governador Valadares Filho (PSB), que foi derrotado no 2º turno. O próprio Valadares é o candidato a vice na chapa de Danielle.


Fique ligado


Fique atento às regras da Justiça Eleitoral para o uso de celulares, smartphones e tablets no dia da eleição. Enquanto estiver votando, o eleitor deve deixar o aparelho em um móvel, próximo aos colaboradores responsáveis pela seção eleitoral. A legislação eleitoral proíbe o eleitor de “portar aparelho de telefonia celular, máquinas fotográficas, filmadoras, equipamento de radiocomunicação, ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto”. Então, tá!


Thais internada


A jornalista Thaís Bezerra, que há anos edita no Jornal da Cidade o caderno que leva o seu nome, está internada em coma na UTI do Hospital São Lucas, com um edema cerebral. Neste sábado, Thaís começou a responder à medicação com reflexos, mais seu estado de saúde ainda é muito delicado. A jornalista é uma das mais importantes da área de sociedade em Sergipe e escreve há 42 anos, com o seu caderno sendo esperado por milhares de eleitores aos domingos. Esta informação é do Site Faxaju. Saúde, amiga!


Dito pelo não dito


O prefeito reeleito de Poço Redondo, Júnior Chagas (Republicanos), escreve à coluna para desfazer duas informações publicadas aqui: que ele já sonha em disputar uma cadeira na Assembleia em 2022, e que é casado com a sua vice Aline Vasconcelos (Republicanos). Na carta, o prefeito pede, com razão e elegância, que seja feito o reparo das informações “lançadas sem o menor cunho de veracidade, posto que podem, inclusive, causar prejuízos em diversas famílias às quais podem se sentir ofendidas”. Está, portanto, feito o conserto da nota, seguido das novas devidas escusas.


Agrega mais


O prefeiturável Edvaldo Nogueira (PDT) agregou mais aliados políticos do que a delegada Danielle Garcia (Cidadania). No 1º turno, o prefeito formou uma coligação com os seguintes partidos: PDT, PSD, PCdoB, SD, Progressistas, MDB, Republicanos, PSC, Podemos e PV. Agora no 2º turno, o pedetista atraiu para seu arco de aliança o PT, PROS, Rede, Avante e DEM. Já Danielle disputa a prefeitura por uma coligação formada pelo Cidadania, PSB, PL e PSDB. No 2º turno atraiu apenas o apoio do prefeiturável derrotado delegado Paulo Márcio (DC), mas sem a concordância do partido dele. Vixe!


Opositor culpa oposição


Derrotado no 1º turno das eleições em Aracaju, Rodrigo Valadares (PTB) já identificou os culpados pelo fracasso da oposição agora no 2º turno. Ele credita a derrocada oposicionista ao senador Alessandro Vieira e a prefeiturável Danielle Garcia, ambos do Cidadania. Segundo o deputado estadual Rodrigo Valadares, “vaidade, autoritarismo e conduta hipócrita dos dois delegados” impediram a formação de uma oposição com chance de vitória. Misericórdia!


Vai falar


Desde o resultado do 1º turno que o governador Belivaldo Chagas (PSD) não fala sobre eleições. O próprio informou que só após o 2º turno pretende fazer um balanço sobre o resultado do pleito em Sergipe. O PSD de Belivaldo foi o partido que mais elegeu prefeitos no estado: 20. Também foram eleitos 183 vereadores filiados ao partido do governador. Apesar do sucesso eleitoral do PSD, Belivaldo ainda chora o insucesso de seu candidato a prefeito em Simão Dias, Aloizio Viana (PSC), derrotado para Cristiano Viana (PSB), apoiado pela família Valadares. Marminino!


Medo de cemitério


Nenhum dos 11 candidatos a prefeito de Aracaju prometeu construir um novo cemitério na cidade. A explicação para que obra tão necessária nunca seja lembrada pelos prefeituráveis é o desfecho da novela global “O Bem Amado”. Desde a sua exibição, há mais de quatro décadas, nenhum prefeito se dispôs a construir um cemitério na capital. Temem repetir a saga do personagem central da trama global, Odorico Paraguaçu, que foi o primeiro defunto sepultado no cemitério feito por ele na imaginária cidade de Sucupira. Misericórdia!


Recorte de jornal



Publicado no jornal aracajuano Diário da Tarde, em 10 de maio de 1933.