top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza

Sergipe tem uma oposição meia boca


Tivesse como obstáculo apenas a oposição, o governador Fábio Mitidieri (PSD) nadaria de braçadas em sua gestão, iniciada há cinco dias. Desde que foram vergonhosamente derrotados em outubro passado, os oposicionistas recolheram as armas e seguem sem rumo. O PSDB do senador Alessandro Vieira, vigoroso opositor na campanha eleitoral, aderiu ao pessedista, comportamento seguido pelo Podemos da delegada Danielle Garcia. A distinta até ganhou uma Secretaria para chamar de sua. Fracassada na tentativa de se reeleger, a barulhenta deputada estadual Kitty Lima (Cidadania) não recusaria o convite de Mitidieri para compor o governo. Já o PT, surrado feio nas urnas, anda mais preocupado em ocupar espaços no governo federal. Ademais, suas lideranças estaduais não pretendem criar intrigas locais que possam dificultar o apoio do PSD nacional ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na Assembleia, essa oposição meia boca será composta por quatro gatos pingados. Os discursos inflamados dos deputados Georgeo Passos (Cidadania) e Linda Brasil (Psol), por exemplo, não impedirão que o rolo compressor governista aprove todos os projetos enviados pelo governador ao Legislativo. Aqui pra nós, não se faz mais oposição como antigamente. Misericórdia!


Oi eu aqui traveis


O peso dos 92 anos bem vividos não impede que o ex-presidente José Sarney (MDB) siga estirando as pernas por Brasília. Adepto da filosofia emedebista “si hay gobierno, soy a favor”, o caudilho tem batido nas portas de quem assumiu o poder para lembrar que está vivo. Ontem mesmo, o maranhense deu com os costados no Ministério da Secretaria-Geral da Presidência, comandado por Márcio Macedo, representante de Sergipe no governo do presidente Lula. Após a agradável conversa, o ministro lembrou que José Sarney “foi fundamental na transição democrática e no fortalecimento da nossa jovem democracia que reacendia no início dos anos 80”. Então, tá!


Violas no saco


A derrota eleitoral parece que ainda não foi digerida por alguns políticos sergipanos. Entre os que continuam purgando a surra nas urnas se destacam o ex-governador Jackson Barreto (MDB) e o ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PL). Falastrões durante a campanha, ambos botaram as violas no saco e fizeram boca de siri. JB sumiu das redes sociais e o itabaianense deixou de ser ouvido nas emissoras de rádio, onde costumava bater ponto diariamente para propagar a sua candidatura ao governo de Sergipe. Pelo visto, Jackson e Francisquinho vão levar um bom tempo até reconquistar a disposição para fazer oposição ao governador Fábio Mitidieri (PSD). Ah, bom!


Espaços recuperados


E o deputado federal e senador eleito Laércio Oliveira (PP) reconquistou o espaço perdido no governo estadual. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e da Tecnologia voltou ao comando do pepista, menos de um mês após o ex-governador Belivaldo Chagas (PSD) ter exonerado todos os indicados por Laércio. Além de Valmor Barbosa como secretário, o senador eleito indicou Ronaldo Botelho Guimarães para a Codise, José Matos para a Sergás, Alex Cavalcante Garcez para a Fapitec, José Augusto Pereira para o SergipeTec, e manteve Kaká Andrade no ITPS. Marminino!


Perigo vem de cima


Por que será que a Prefeitura permite a manutenção de velhas e inseguras marquises em vários pontos de Aracaju? Elas podem ser vistas nos bairros da periferia e no centro comercial a cidade. Na área dos mercados centrais, por exemplo, existem várias dessas construções, que ameaçam as vidas de quem passa diariamente sob elas. Será tão caro demolir uma velha marquise ou o que falta é disposição do poder público para acabar com essas “assassinas” em potencial? Danôsse!


Tudo como dantes


Pelo andar da carruagem, a grande maioria dos diretores de órgãos do 2º escalão da administração passada será aproveitada pelo governador Fábio Mitidieri (PSD). Dia sim outro também, o ilustre anuncia a nomeação de auxiliares do ex-governador Belivaldo Chagas (PSD). Ontem, o ex-presidente da Fundação Renascer, Wellington Mangueira, foi nomeado diretor da Escola de Administração Pública e Gestão Governamental de Sergipe. Vale ressaltar que nove dos atuais secretários foram aproveitados da gestão passada. Mesmo assim, ainda há quem jure de pés juntos que o atual governo não é a continuidade do anterior. Home vôte!


Cuia de votos


Para cumprir um mandato curtíssimo – menos de um mês - Saulo Vieira (UB) foi empossado, ontem, deputado estadual. O ilustre substituiu Zezinho Sobral (PDT), que renunciou para assumir a vice-governadoria de Sergipe. Empolgado, o novo parlamentar agradeceu a confiança depositada nele pelos sergipanos e ressaltou ser única a experiência de estar na Assembleia representado a população. Segundo as más línguas, o curtíssimo mandato de Saulo é do tamanho da votação obtida por ele há quatro anos: minguados 4.095 votos. Cruz, credo!


Maternidade pronta


A Prefeitura de Aracaju deu um importante passo para que a Maternidade Municipal Lourdes Nogueira entre em funcionamento. O prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) assinou, ontem, o contrato com o Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde, vencedor do chamamento público para administrar aquela unidade de saúde. Com a formalização do documento, a organização social terá 60 dias para colocar em funcionamento o complexo materno-infantil construído na periferia da capital. Fruto de um investimento superior a R$ 18 milhões, a primeira maternidade pública municipal de Aracaju terá capacidade para realizar 500 partos por mês. Supimpa!


Morde e assopra


A representação sergipana do União Brasil na Câmara Federal será contra e, ao mesmo tempo, a favor do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo o mandachuva do partido no estado, André Moura, o deputado Rodrigo Valadares fará oposição visceral à gestão do petista, porém a deputada Yandra de André “votará para ajudar o país”. Ou seja, a filha de Moura seguirá a orientação da legenda, que ganhou três ministérios justamente para apoiar o governo no Congresso. Crendeuspai!


Capital da cultura


A cidade de Laranjeiras será a capital da cultura até o próximo domingo. Desde o começo desta semana, acontece ali o 48º Encontro Cultural. Turistas e laranjeirenses estão se deleitando com as cerca de 200 atrações, apresentadas nos diversos palcos espalhados pela cidade e no centro de tradições, bureaux de informações turísticas, entre outros locais. Os amantes da cultura se encontram neste evento tradicional, que preserva a identidade dos sergipanos. Portanto, quem for a Laranjeiras assistirá apresentações de teatro, dança, música, sarau, oficinas, além de exposições. Prestigie!


댓글


bottom of page