top of page
  • Luxo Aju

Política by Adiberto de Souza

Flor do recesso no jardim da especulação


O disse-me-disse sobre possíveis candidatos nas eleições municipais de 2024 não passa de uma famosa flor do recesso, nome do estardalhaço dado à notícia sem muita relevância. Talvez por falta de assunto mais palpitante para o período, a classe política e a imprensa não se cansam de lançar balões de ensaio. Agora mesmo, nasceu uma dessas flores, muito comum no jardim da especulação: a hipótese de o ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PL), disputar a Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro. Claro que em política tudo é possível, porém tal possibilidade está mais para uma estéril flor do recesso, que deverá murchar logo depois do Carnaval, quando a classe política e a imprensa voltarão a se ocupar de temas mais reais. Portanto, até lá, o tom da prosa será o mesmo, embora todos saibam que esse zunzunzum não passa de conversa mole para boi dormir. Misericórdia!


Tensão na Aperipê


É de tensão o clima entre jornalistas da TV Aperipê, emissora coordenada pela Fundação Estadual de Cultura e Arte, presidida pela cantora Antônia Amorosa. Segundo o presidente do Sindicato dos Jornalistas de Sergipe, Milton Alves Júnior, além de exonerações, o novo comando da Funcap reduziu os salários dos comunicadores, ao recontrata-los para cargos em comissão de valores menores. O líder sindical também lamentou o fato de apenas três jornalistas ocupantes de cargos de direção na Aperipê ganharem acima do piso salarial da categoria, que é de R$ 2.270. “Colegas que ganhavam R$ 1.700 tiveram os salários reduzidos para R$ 1.400”, denuncia Milton. Crendeuspai!


Projetos engavetados


O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) anda queixoso com a Mesa Diretora da Assembleia. Tudo porque dos projetos de lei apresentados por ele, 42 foram engavetados e não tem reza de santo forte que consiga colocá-los na pauta de votação. Paciente, apesar de injuriado, o cidadanista diz aguardar que um dia as suas proposituras sejam debatidas e colocadas em votação. Entre os projetos intocados nas gavetas do Legislativo estão o que dispõe sobre o teto de gastos do Governo com publicidade e propaganda, e o que proíbe a realização de eventos festivos de inaugurações de obras ou empreendimentos públicos. Ah, bom!


Lorota boa


Você acredita nessa história de que a Secretaria Estadual da Educação usou critério técnico para nomear o jovem João Gabriel Lula da Silva Sato Rosa, neto querido do presidente Lula da Silva (PT)? Pois o governo de Sergipe jura de pés juntos que a Educação se baseou unicamente na competência do rapaz. Pelo menos é o que revela a nota do Executivo sergipano: “O governo do Estado de Sergipe informa que a nomeação de João Gabriel Lula da Silva Sato Rosa não foi política. Pautou-se em critérios considerados técnicos, inclusive, não sendo vedado pela Constituição Federal tal contratação.”. Com todo respeito, me engane que eu gosto. Marminino!


Troca de postos


O vice-almirante Antônio Carlos Cambra e o almirante Humberto Caldas da Silveira estiveram em Aracaju convidando autoridades para a posse, segunda-feira próxima, do primeiro militar como comandante do 2º Distrito Naval. Os dois fardados foram recebidos pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luciano Bispo (PSD), e pelo governador Fábio Mitidieri (PSD). Na conversa com o parlamentar, o almirante Humberto destacou que a Marinha do Brasil, presente em Sergipe através da Capitania dos Portos, precisa de parceiros. Então, tá!


Excesso de leis


O cidadão comum está regulado por milhares de leis e artigos que desconhece. O resultado disso é uma grave contradição, pois o princípio básico do direito diz que a pessoa não pode alegar desconhecimento da lei para se eximir de responsabilidade. Para alguns juristas, a competição eleitoral de parlamentares é a principal razão para os abusos legislativos. Os congressistas querem ganhar o jogo de quem apresenta mais projetos e o resultado dessa disputa medíocre é a aprovação de leis de todo tipo para todos os gostos, causando uma enorme confusão na cabeça do suplicante. Só Jesus na causa!


Bateu na porta errada


A prefeita de Capela, Silvany Mamlak (PSC), defende que debate sobre o Projeto Carnalita não pode ser unilateral. Ela fala sobre a sonhada extração do minério para produção de potássio, indispensável na composição de fertilizantes. A fidalga quer que também sejam ouvidos os municípios onde está a mina de Carnalita. Na tentativa de destravar o empreendimento, Silvany já pediu apoio do presidente da Câmara Federal, Arthur Lira (PP), e de vários ministérios. Acontece que Lira e os ministros não têm como atender ao apelo da prefeita, pois o Projeto pertence ao grupo americano Mosaic Fertilizantes. E, pelo que se sabe, a multinacional não pretende investir 4 bilhões de dólares para explorar carnalita em Sergipe. Simples assim!


Festa do agronegócio


Está quase tudo pronto para a nova edição da Sealba Show, evento que acontecerá de 1º a 4 do próximo mês, em Itabaiana. Durante a feira, que reúne empresas de Sergipe, Alagoas e Bahia, mais de 150 marcas vão expor seus produtos, trazendo tecnologias e conhecimento para o produtor rural. A Sealba, agendada para o Parque Cunha Menezes, já é considerada a maior vitrine do agronegócio da região, ficando entre as três maiores do Nordeste em volume de negócios. Supimpa!


Partidos de aluguel


Por que será que existem tantos partidos políticos no Brasil? Registrados já são 32, porém outras 18 legendas estão em fase de registro na Justiça Eleitoral. Alguém pode dizer que isso é resultado do pluripartidarismo. Não é! Na verdade, boa parte dessas legendas não passa de siglas de aluguel, que só aparecem nas campanhas eleitorais para negociar apoio a candidaturas e vender o tempo de propaganda no rádio e na televisão. Como se vê, além de confundir a cabeça do eleitor, essas legendas de aluguel servem apenas para políticos espertos se locupletarem com o dinheiro público. Desconjuro!


Aviso aos terroristas


É bom os terroristas que tentaram dar um golpe de estado no Brasil colocarem as barbinhas de molho. Segundo o senador Alessandro Vieira (PSDB), já está definido que o Senado instalará a CPI dos Atos Antidemocráticos visando apurar crimes, erros e omissões em todas as esferas, inclusive nas Forças Armadas. Segundo o tucano, em uma democracia, ninguém está acima da lei. “É preciso investigar este episódio triste da nossa história e trabalhar para que nunca se repita”, discursa Vieira, que se destacou na CPI da Covid-19. Aff Maria!


bottom of page