top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



O Canal de Xingó é um sonho do Império


De uns tempos pra cá, a classe política sergipana tem alardeado que agora o sonhado Canal de Xingó vira realidade. Outro dia, o superintendente da Codevasf em Sergipe, Marcos Alves Filho, afirmou que em 10 anos este empreendimento, avaliado em R$ 2,4 bilhões, estará concluído e distribuindo água do Rio São Francisco, desde Paulo Afonso (BA) até Poço Redondo (SE). É muito otimista este sobrinho do saudoso ex-governador João Alves Filho. Ora, bem mais barata foi a duplicação da RR-101, trecho de Sergipe, iniciada em 1998 e sem previsão para ficar pronta. Aliás, as promessas de canais levando as águas do “Velho Chico” sertão à fora são muito antigas, da época do Império. No distante 1852, dom Pedro II contratou o engenheiro alemão Henrique Guilherme Fernando Halfeld para elaborar um projeto que desviasse água do São Francisco para outros pontos do semiárido. O croquis de Halfeld seria engavetado. Ainda no século 19, o Senado e a Câmara Federal analisaram tanto projetos de lei que criavam comissões de engenheiros para desenhar o trajeto dos canais de água, quanto projetos que liberavam as verbas necessárias para tirá-los do papel. Portanto, só mesmo sendo otimista ao extremo, como o jovem administrador Marcos Alves, para acreditar que daqui a uma década o sertanejo se beber água no Canal de Xingó. Crendeuspai!


Projeto pode atrasar


Uma nova discussão entre a Petrobras e seus parceiros indianos, ONGC e IBV (Bharat Petroleum / Videocon), entrou na pauta do projeto de Sergipe Águas, podendo adiar por mais alguns dias o lançamento da licitação para o afretamento das duas Unidade Flutuante de Produção, Armazenamento e Transferência (FPSOs) do sistema. O debate agora se volta para a definição da estratégia de contratação, caso a petroleira não consiga afretar as duas unidades simultaneamente. Apesar do embate sobre a priorização, a Petrobras acredita que, ainda assim, o edital da licitação deve ser liberado até o final de fevereiro próximo. Tomara!


Folia proibida


As prefeituras em débito com os servidores municipais não podem contratar shows para festejar o Carnaval. O alerta é do Tribunal de Contas de Sergipe, com base na Resolução nº 280/2013. Segundo o procurador-geral do Ministério Público de Contas, João Augusto Bandeira de Mello, é importante lembrar aos prefeitos que no uso dos recursos públicos para festas e eventos há que se observar as condicionantes da citada Resolução. A hipótese de inadimplência fica configurada sempre que, a partir do quinto dia útil após o vencimento, estiver pendente o pagamento de quaisquer direitos ou benefícios de servidores, tais como salário e décimo terceiro, assim como o repasse da Previdência Social. Misericórdia!


Mandatos perdidos


O Tribunal Superior Eleitoral anulou os votos para vereador de Nossa Senhora do Socorro dos partidos Avante e PSB, por descumprimento da quota de mulheres. Com isso, perdem os mandatos os vereadores pastor Joanan e pastor Robson. Processo similar envolvendo o PP de Socorro está prestes a ir a julgamento no TSE. Caso a decisão seja idêntica, perderão os mandatos os vereadores Elmo Paixão e Eliel Filipe. Isso ocorrendo, todos os votos para vereador obtidos pelos partidos Avante, PSB e PP serão considerados nulos e haverá nova recontagem para a distribuição das cadeiras na Câmara Municipal. Esta informação é da coluna Radar, assinada pelo jornalista César Cabral.


Bom de garfo


O ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PL), é um sujeito bom de garfo. Sempre que pode, o homem se arma de talheres e cai de boca nas comidas típicas de Sergipe. Valmir não dispensa um bom cuscuz com ovos e carne do sol, café, leite e pão. Ontem, em companhia do prefeito de Itabaiana, Adailton de Sousa (PL), o distinto deu com os costados na fazenda do amigo Gois para um farto comes e bebe. Aff Maria!


Luta por asfalto


Moradores de Gararu, Feira Nova e Nossa Senhora da Glória realizaram, ontem, uma manifestação em defesa da pavimentação asfáltica da rodovia estadual 175, que liga os povoados Jiboia e São Mateus, em Gararu, passando pelas Mesinhas, em Feira Nova, e chegando no município de Glória. Denominada de Rota do Leite, a estrada SE-175 tem grande importância para a comunidade daqueles três municípios. Presente à manifestação, o deputado estadual Chico do Correio (PT) disse que, em sendo asfaltada, a rodovia trará conforto e segurança para quem a utiliza, além de mais desenvolvimento para o sertão sergipano. Então, tá!


Crédito para mulheres


A deputada federal Delegada Katarina (PSD) apresentou na Câmara um Projeto de Lei criando linhas de crédito para microempresas e empresas de pequeno porte dirigidas por mulheres vítimas de violência doméstica e familiar. O objetivo da proposta é auxiliar empreendimentos de mulheres em situação de vulnerabilidade. Segundo Katarina, as vítimas de violência doméstica e que pretendem empreender, precisam de atenção especial do poder público para que possam seguir suas vidas com dignidade e de maneira produtiva. Ah, bom!


Pichador invocado


Pichação num muro da avenida Contorno, em Aracaju: “O Brasil é o país onde a arte é crime e a corrupção é arte”. Danôsse!


Ninho de lagartixas


O governador Fábio Mitidieri (PSD) surfará em águas calmas quando recorrer à Assembleia para aprovar quaisquer projetos. Majoritariamente governista, o Legislativo sergipano não será problema para a gestão do fidalgo, devendo os deputados da situação apenas balançarem as cabeças em sinal de aprovação aos desejos do Executivo, mesmo com alguns não entendendo direito em que está votando. Ciente que o parlamento se assemelha a um ninho lagartixas, Mitidieri não se incomodará muito com a reação da oposição, pois o barulho da pequena bancada oposicionista não lhe tirará o sono. Home vôte!


Luta contra a fome


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o governador de Sergipe, Fábio Mitidieri (PSD), defendem uma mesma bandeira: reduzir ao máximo a fome que assola o país. Ambos têm prometido um combate sem trégua à essa praga bíblica. É fácil prometer que todos terão direito a três refeições diárias, difícil é garantir comida na mesa pra todo mundo, principalmente depois que o governo do capitão de pijama abandonou programas sociais importantes, recolocando o Brasil no mapa da fome. Tomara que Lula e Mitidieri consigam reverter esse quadro tão dantesco deixado por Jair Bolsonaro (PL), figura que se compara ao desenho animado Johnny Bravo, um louro musculoso, estúpido, egocêntrico e vaidoso. Marminino!


É feia a crise


Somente este mês, quatro empresas pediram recuperação judicial em Sergipe. Primeiro foram as fábricas de tecidos Sergipe Industrial, Nortista e o Aracaju Park Shopping, pertencentes aos irmãos Marcos Leite Franco Sobrinho e Osvaldo Miranda Franco. Depois foi a Dok Calçados, dona de marcas como Dijean e Ortopé e que tem fábricas em Frei Paulo e Salgado. Os três primeiros empreendimentos em crise financeira empregam cerca de 750 pessoas em Aracaju e Riachuelo. Já as duas unidades da Dok Calçados desempregaram 500 trabalhadores antes de a indústria pedir recuperação judicial. Só Jesus na causa!

Comments


bottom of page