top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza

Ninguém é de ninguém na política de Sergipe


Quem vai com quem para o baile eleitoral de 2024, em Sergipe? Tai uma pergunta de difícil resposta, pois os caciques políticos ainda não iniciaram as negociações sobre quem apoiar nas eleições municipais, principalmente as de Aracaju. Alguns analistas apostam que o grupo liderado pelo governador Fábio Mitidieri (PSD) apoiará o nome indicado pelo prefeito da capital, Edvaldo Nogueira (PDT), mas há controvérsia. Outros articulistas enxergam ao longe uma possível aliança do ministro Márcio Macedo (PT) com o gestor estadual. Em isso ocorrendo, dificilmente Nogueira subiria no palanque do petista, que o enfrentou no pleito de 2020. Outro complicador para um acordo entre Mitidieri e Macedo é o senador Rogério Carvalho (PT). Está claro que a banda petista de Rogério não fecha com o governador nem que a vaca tussa. Ademais, os acordos políticos para 2024 dependem das gestões de Mitidieri e do presidente Lula (PT). Só o sucesso do “Barba” viabilizará uma candidatura de Márcio Macedo, assim como uma boa performance do governador garantirá a unidade de seu grupo. Portanto, até as distantes convenções partidárias, toda aliança pensada agora pode virar pó, principalmente porque os interesses pessoais dos caciques estão acima de qualquer outra coisa. Marminino!


Bico seco


E o deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) quer explicações sobre as constantes faltas d’água no interior de Sergipe. Para tanto, ele pretende aprovar na Assembleia o convite para Hamilton Santana, presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese). O cidadanista entende que Santana precisa ir ao Legislativo informar aos deputados quais as ações já foram realizadas para melhorar o atendimento prestado pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). Passos denuncia que moradores de alguns povoados estão com as torneiras vazias há meses. A situação desses flagelados só não é mais grave, graças a água fornecida por carros-pipa. Home vôte!


Apaga velinhas


Podem parabenizar o governador Fábio Mitidieri (PSD). O ilustre está completando hoje 46 anos bem vividos. As comemorações por mais uma primavera do pessedista vão acontecer amanhã, na fazenda da família dele, em Nossa Senhora das Dores. Nem precisa dizer que, entre um canapé e outro, os distintos convidados vão tratar sobre política, política e mais política. Vida longa ao governador!


Grana na mão


Os servidores da Prefeitura de Aracaju e do governo de Sergipe começam a receber hoje os salários deste mês. Todos os funcionários municipais, inclusive aposentados e pensionistas, botam a grana no bolso nesta sexta-feira. O Executivo estadual, porém, só termina de pagar a folha na próxima terça-feira. Hoje, apenas os aposentados e pensionistas vão ver a cor dos caraminguás. Com o pagamento da folha, a Prefeitura da capital está injetando na economia algo em torno de R$ 100 milhões. Legal!

De olho nas eleições

A vereadora aracajuana Sônia Meire (Psol) se reuniu, ontem, com conselheiros tutelares de diversos distritos da capital sergipana para discutir as eleições nos Conselhos Tutelares, marcadas para acontecer este ano. A parlamentar, que substituiu na Câmara a ex-vereadora e deputada estadual Linda Brasil (Psol), informou que tem acompanhado e participado ativamente do processo, visando garantir que os Conselhos cumpram o papel constitucional de proteger as crianças e os adolescentes. Supimpa!

Banco dos réus

O ex-vereador de Aracaju, Carlito Alves, foi condenado a pagar uma indenização por danos morais, no valor de R$ 8 mil, ao cantor evangélico Paulo Vieira de Figueiredo. Em 2019, o ex-parlamentar acusou a vítima de ter agido junto com uma pessoa que tentou extorqui-lo, após acusá-lo de pedofilia. No processo contra Carlito Alves, Paulo alegou ter pedido o emprego na Igreja, além de ficar isolado do meio clerical, impossibilitando a busca de um novo trabalho em sua área de vocação. Nas eleições de 2020, Carlito Alves tentou se reeleger, porém teve apenas 772 votos. Esta informação é da jornalista Rita Oliveira.

Lei morta

Em vigor desde 2020, a Lei municipal proibindo fornecer canudos de plástico não está sendo respeitada pelos comerciantes de Aracaju. É comum ver consumidores usando canudinhos de plástico para beber refrigerante e água de coco. Isso ocorre, apesar da ameaça de multas e até de fechamento das lojas flagradas desrespeitando a legislação. Em substituição aos canudos de plásticos, devem ser utilizados os de material biodegradável, de papel ou mesmo os comestíveis. Cabe à Secretaria do Meio Ambiente de Aracaju fiscalizar o cumprimento da Lei. Ah, bom!

Novos defensores

Está marcada para a próxima segunda-feira, as posses de 12 novos defensores públicos. Agendada para o auditório do Tribunal de Contas do Estado, a solenidade promete ser das mais concorridas. Segundo a Defensoria Pública de Sergipe, os empossados serão lotados em algumas comarcas do interior que ainda não contam com estes profissionais. A partir da próxima semana, o estado passará a contar com 101 defensores públicos. “Nosso objetivo é instalar defensorias em todas as comarcas para que o cidadão tenha pleno acesso ao sistema de justiça”, afirma o defensor público-geral, Vinícius Menezes Barreto. Então, tá!

Vida melhor

O ex-governador Belivaldo Chagas (PSD) está sorrindo de orelha a orelha com os dados divulgados pela Fundação Getúlio Vargas mostrando que, já em 2020, Sergipe alcançou a liderança da região na renda média da população. “Tivemos ainda a 10ª maior renda média do país entre os declarantes de Imposto de Renda Pessoa Física, com R$ 7.970”, festeja o Galeguinho. Por fim, Chagas lembra que graças ao equilíbrio fiscal nas contas públicas, aliado aos programas sociais, ele entregou ao sucessor um estado organizado e preparado para o futuro. Aff Maria!

Cabeça cortada

O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra está invocado com a demora do presidente Lula (PT) em nomear a direção do Incra. Na semana passada, estava praticamente definido que a entidade seria presidida pela ex-secretária da Agricultura de Sergipe, Rose Rodrigues, indicada pelo deputado federal João Daniel (PT). Em nota conjunta, mais de 30 entidades, entre elas a CUT, manifestaram apoio à indicação da sergipana. Ontem, porém, integrantes do PT relataram uma possível mudança na escolha, gerando uma frustação nos movimentos sociais. À boca miúda, comenta-se que Rose teve o nome preterido por sugestão do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Márcio Macedo (PT). Crendeuspai!


Comments


bottom of page