top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



As disputas por espaços políticos são naturais


Embora ainda distantes, as eleições de 2024 já estimulam as articulações daqueles que sonham em disputar a cadeira ocupada hoje pelo prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT). Apesar de alguns acharem cedo esse disse-me-disse sobre o futuro pleito municipal, é natural que os partidos coloquem nomes na vitrine para apreciação dos aliados. Esta é a fase de plantar verde, sonhando em colher maduro. Ademais, os políticos sabem que se não abrirem os braços agora podem ser engolidos pelos mais afoitos. Isso significa ficar de fora da chapa majoritária ou ser usado como escada para que os outros alcancem o topo da pirâmide eleitoral. Portanto, estão certíssimos os vereadores aracajuanos Fabiano Oliveira (PP) e Nitinho Vitale (PSD) quando se anunciam pré-candidatos à Prefeitura da capital. Resta saber se ambos terão fôlego para a longa maratona. Ao contrário do que alguns pensam, não há nada de errado em conversar, superar obstáculos e se fortalecer politicamente. No tempo certo, caberá aos líderes partidários apoiar as pretensões dos correligionários ou convencê-los do contrário. Ressalte-se, por fim, que quem não conseguir manter o seu grupo unido até a hora de a onça beber água, assistirá o estouro da baiana e dará com os burros n’água antes mesmo de as urnas serem abertas. Simples assim!


Mais potássio


A Mosaic Fertilizantes vai investir cerca de 800 milhões no Complexo Mineroquímico de Taquari-Vassouras, localizado em Rosário do Catete. O objetivo é manter a extração da silvinita usada no beneficiamento de potássio. Com este aporte, a empresa prevê estender a operação para, pelo menos, até 2030. Segundo a multinacional, o investimento se destina à compra de equipamentos e melhoria de infraestrutura, visando aumentar a competitividade da produção interna e garantir a continuidade das atividades. Com a instalação dos maquinários, prevista para o próximo ano, 450 mil toneladas de potássio devem ser beneficiadas por ano, ante as 370 mil toneladas registradas em 2022. Hummm!


Banco dos réus


A população de Propriá voltará as atenções para a sessão do dia 11 de abril, no Tribunal Regional Eleitoral. É que consta na pauta dos trabalhos daquele dia o julgamento dos recursos apresentados pelo prefeito e o vice propriaenses, respectivamente, Valberto Oliveira e Rafael Sandes, ambos do MDB. Eles querem anular a cassação de seus mandatos, decretada pelo o juiz de Direito Geilton Costa Cardoso. O magistrado acatou denúncias contra ambos por compra de votos nas eleições de 2020. Já neste ano, o TRE suspendeu as cassações dos prefeitos Franklin Freire (PSD), de Amparo do São Francisco, e Alba Nascimento (MDB), de São Francisco, que tinham sido cassados pelo mesmo motivo. Marminino!


Dia de posse


A delegada Aline Marchesini Pinto tomará posse, hoje, na Superintendente regional da Polícia Federal em Sergipe. A solenidade está marcada para às 10 horas, no auditório do Fórum da Justiça Federal, em Aracaju. Marchesini substituirá o delegado Júnior Caldeiras Barbosa, transferido para a Superintendência regional da PF em Alagoas. Delegada há 19 anos, a nova manda chuva da PF em Sergipe é graduada em Direito e mestre em Direito e Políticas Públicas. Boa sorte à ilustre nesta nova empreitada!


Assim com os homens


E o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), fez, ontem, um périplo pelos principais gabinetes da República. Na condição de presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), o pedetista se encontrou com o presidente Lula da Silva (PT), o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD). Além de convidá-los para a 84ª Reunião Geral da FNP, agendada para os próximos dias 13 e 14, em Brasília, Nogueira apresentou aos três manda chuva, várias reivindicações dos prefeitos brasileiros. Ah, bom!


Cardápio inteligente


A Câmara Municipal de Aracaju acaba de aprovar um Projeto de Lei dispondo sobre a obrigatoriedade de bares, restaurantes e lanchonetes informarem nos cardápios sobre a presença nos alimentos de açúcares refinados, lactose, glúten, proteína animal e seus derivados. De autoria do vereador Breno Garibalde (União), a propositura depende agora da sanção do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) para virar lei. Segundo o parlamentar, que tem intolerância à lactose, são poucos os restaurantes da capital que possuem esses cardápios informativos: “A cada dia, aumenta o número de pessoas com intolerâncias, alergias alimentares ou que escolhem ter outro tipo de alimentação, seja por ideologia ou necessidade”, explica Breno. Supimpa!


Decisão festejada


E o senador Rogério Carvalho (PT) está sorrindo de orelha a orelha com a decisão do Supremo Tribunal Federal, julgando improcedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade contra as leis que autorizaram a criação de Fundações Públicas de Direito Privado. Aliviado com a decisão, o petista ressaltou que “não há absolutamente nada de errado com as leis que criaram as Fundações de Saúde de Sergipe, na época em que fui secretário”. Segundo Carvalho, a história vem mostrando que ele sempre lutou para melhorar a Saúde estadual: “A verdade vencerá”, disse um sorridente Rogério. Então tá!


Quer ir à forra


O ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita (Republicanos), jura de pés juntos que a Justiça vai lhe permitir disputar a Prefeitura daquele município em 2024. O sonho do distinto é derrotar nas urnas a ex-esposa e gestora capelense Silvany Mamlak (PSC). O obstáculo para Sukita registrar a candidatura é a sua condenação a 13 anos e 9 meses por compra de votos nas eleições de 2012. Por conta disso, o político capelense já passou um bom tempo atrás das grades. Nas eleições passadas, o ex-prefeito lançou a candidatura da irmã Clara Sukita (Republicanos), mas ela foi derrotada por Silvany. Crendeuspai!


Divisão dos cargos


A bancada federal de Sergipe e o governador Fábio Mitidieri (PSD) se reúnem, hoje, em Brasília para tratar, entre outras coisas, sobre a divisão dos cargos federais no estado. Os empregos mais disputados são as representações estaduais da Codevasf, do Ministério do Trabalho, do DNOCS, do Serviço de Patrimônio da União e do Incra. Também faz parte da pauta, a possível indicação do senador Alessandro Vieira (PSDB) como o líder da bancada sergipana. Chegou-se a ventilar a possibilidade de o posto ser ocupado pelo também senador Laércio Oliveira (PP), porém a indicação teria sido inviabilizada pelo fato de o partido do pepista ser oposição ao governo do presidente Lula da Silva (PT). Aff Maria!


Troca de postos


A posse do suplente Sérgio Reis (PSD) na Assembleia está agendada para a próxima semana. Como secretário de representação de Sergipe em Brasília, Sérgio cumprirá antes agendas de trabalho junto com o governador Fábio Mitidieri (PSD) em São Paulo e na capital federal. O pessedista substituirá no Legislativo o deputado Jorginho Araújo (PSD), que se afastará do Parlamento para reassumir a Secretaria Estadual da Casa Civil. Como Reis pretende continuar na representação de Brasília, também se licenciará da Assembleia, devendo ser substituído pelo vereador aracajuano Manuel Marcos (PSD). Aguardemos, portanto!


Novo acadêmico


A Academia Sergipana de Educação dará posse, nesta terça-feira, a José Gilton Pinto Garcia na cadeira número 24 daquele sodalício. Imortal da Academia Sergipana de Letras, o advogado e professor Gilton Garcia foi deputado estadual e federal por Sergipe. Em 1990, assumiu o governo do Amapá. O acadêmico é autor de vários livros, entre os quais “O AI-5 em Sergipe (40 anos depois) – A História Passada a Limpo”, tido como um importante documento para se entender aqueles dias tristes da funesta ditadura militar. A solenidade de posse está agendada para às 19 horas, no auditório do Campus da Universidade Tiradentes, em Aracaju. Prestigie!



Comments


bottom of page