top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



Empresas de fora só querem o “venha a nós”


O governo de Sergipe está correto em atrair investimentos externos visando gerar renda e mais empregos para os sergipanos. A equipe econômica do governador Fábio Mitidieri (PSD) tem garimpado empresas interessadas em se instalar por aqui, geralmente oferecendo incentivos fiscais para vencer a concorrência com os outros estados. Mas antes de estender o tapete vermelho aos empresários de fora, é preciso analisar cuidadosamente os projetos deles, pois a maioria só quer mesmo as facilidades oferecidas, para depois pinotar de Sergipe à procura de novos incentivos. Bom exemplo de como algumas empresas são adeptas do “venha a nós, e ao vosso reino, nada” está sendo dado agora pela aéreas Gol e Azul. Segundo o governador Fábio Mitidieri, Sergipe tem um acordo com as duas para a redução de ICMS do querosene. Mas, curiosamente, quem mais oferta voos para o estado é a Latam, que não possui o benefício fiscal dado às duas concorrentes. Achando pouco, a Gol está ameaçando cancelar o único voo entre Aracaju e Salvador. Portanto, é preciso abrir o olho para não atrair empresários interessados unicamente em se dar bem, para depois dar uma banana a Sergipe. Misericórdia!


Pela hora da morte


O Porto de Sergipe é tido pelos armadores como o mais caro do Brasil. Segundo uma abelhinha, um navio com capacidade para 30 mil toneladas pagou, neste mês, cerca de R$ 316 mil para aportar por três dias em nosso terminal. Em outros portos, como o de Maceió, esse preço seria algo em torno de R$ 100 mil. A questão é que, diferente do terminal alagoano, que é público, o de Sergipe é administrado pela toda poderosa Vale. Ou seja, o armador só decide usar o nosso pouco procurado Terminal Portuário Ignácio Barbosa, se os vizinhos estiverem muito concorridos. Só Jesus na causa!


Nas ondas do rádio


E o ex-deputado federal Fábio Henrique (União) vai ancorar um programa jornalístico na Rádio Rio/FM. Radialista tarimbado, o ex-parlamentar vai atuar das 12h às 14h, fazendo entrevistas e abrindo espaços para o público ouvinte reivindicar benefícios e denunciar maus feitos. Foi o rádio que catapultou Fábio Henrique para a política. Agora, sem mandato, ele volta ao microfone, de olho nas eleições de 2024 para a Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, município que já administrou por duas vezes. Ah, bom!


Festa pessedista


O PSD está convidando gregos, troianos e sergipanos para a posse do ex-governador Belivaldo Chagas na presidência estadual do partido. A festança vai acontecer, às 16h de amanhã, no luxuoso Vidam Hotel Aracaju. O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, está entre os convidados ilustres. Chegas vai substituir na presidência da legenda o deputado estadual Jeferson Andrade que, juntamente com o também deputado Luciano Bispo, está tentando tomar de Jackson Barreto o comando do MDB sergipano. São as arrumações políticas para as eleições municipais de 2024. Marminino!


A força do gás


O senador Laércio Oliveira (PP) participou, em Brasília, do seminário “Futuro e oportunidades do óleo e gás no Brasil”. Segundo ele, o setor deve ganhar mais competitividade a partir da nova Lei do Gás. Entrevistado pelo portal Poder360º, Laércio disse que o Brasil tem uma dependência do gás, “pois vivemos um monopólio concentrado na Petrobras, o que dificulta o crescimento do PIB do setor. Muita coisa aconteceu a partir da lei do gás, mas precisamos avançar. Existem perspectivas de crescimento e modernização com novos players no processo”. Aguardemos, portanto!


Fake news fuleira


Quem não tem o que fazer procura. Pois não é que um mequetrefe anda espalhando pelas redes sociais que o governo de Sergipe pretende reduzir os salários dos servidores! Onde já se viu? Para desmascarar o safado mentiroso, o Executivo divulgou nota informando que “tal fato é um desserviço à população sergipana. Criar temor entre funcionários públicos da ativa, pensionista e aposentados, a partir de informações inverídicas é uma tentativa de desestabilizar o governo, que nesse início de gestão, com menos de 100 dias, já tem iniciado conversas com categorias do Serviço Público”. Home vôte!


Grana na mão


Falar em servidor, o governo de Sergipe começa a pagar a folha de pessoal deste mês na próxima quarta-feira. Nesse dia, botam a mão nos caraminguás os aposentados e pensionistas. No dia 30, serão pagos os salários dos servidores ativos da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura, devendo a folha ser concluída no dia 31, com o pagamento das demais secretarias, empresas, autarquias e fundações. Para os aniversariantes de março, o governo também creditará os 50% do 13º salário. Supimpa!


Trabalho escravo


E a ex-candidata a presidente da República, Vera Lúcia (PSTU), se posicionou sobre a descoberta de trabalhadores sendo criminosamente explorados pelos produtores de vinho da região Sul. Segundo ela, “o trabalho escravo contemporâneo ganha impulso na profunda decadência da estrutura econômica brasileira na qual, cada vez mais, o papel da indústria foi reduzido”. No ano passado, foi a segunda vez que Vera se candidatou à Presidência. Ex-filiada do PT, essa sergipana por adoção já e se candidatou a vereadora, vice e prefeita de Aracaju, vice e governadora de Sergipe, além de deputada federal. Só resta à esta eterna candidata disputar cadeiras no Senado e na Assembleia Legislativa. Crendeuspai!


Poluição visual


Quem anda invocado com a poluição visual em Aracaju é o vereador Breno Garibalde (União). O fidalgo pediu providências à Prefeitura contra a grande quantidade de panfletos pregados nos postes da rede elétrica: É cartomante, empresa de transporte de aplicativo, agiotas e o diabo a quatro. “Qualquer um chega e cola o seu cartaz, como se não tivesse lei em Aracaju. Os pontos de ônibus estão uma coisa triste de ver”, reclama. Breno lembra que o Código de Limpeza Urbana proíbe essa prática, justamente para evitar a poluição visual. Pela lei, a empresa ou a pessoa que colocou o cartaz no poste tem que pagar para a Prefeitura retirá-lo. Danôsse!


Água em debate


O senador Alessandro Vieira (PSDB) avionou para Nova Iorque visando participar da Conferência da Água, promovida pela Organização das Nações Unidas. De lá, o ilustre afirmou que “os dados de Sergipe são graves: mais de 250 mil pessoas não têm acesso à água e quase 70% da população não tem coleta de esgoto”. Com base nessas informações, Vieira defende a necessidade urgente de se debater tal problema e apresentar soluções para a questão hídrica em Sergipe e no Brasil. Por fim, o senador jura que o seu mandato está agindo para garantir que toda a população sergipana tenha acesso à água para beber e produzir. Então, tá!


Vavá no batente


O ex-senador Antônio Carlos Valadares (PSB) é um cidadão irrequieto. Aos 80 anos bem vividos, este simãodiense retornou à advocacia. Pelas redes sociais, o causídico informa que está advogando, especialmente, Direito do Consumidor, Direito Eleitoral e Improbidade Administrativa, além de prestar consultoria. Achou pouco? Pois aos domingos Vavá ancora um programa na Rádio Cidade/FM de Simão Dias, recheado de informações e boas músicas. E para não perder o costume, o ex-senador segue fazendo o que mais gosta: política. Aff Maria!

Comments


bottom of page