top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



A lua de mel do governo com os servidores está por um fio


As boas relações entre o governo de Sergipe e os servidores estaduais - comuns em início de gestão - podem azedar a partir de hoje. Tudo depende do Projeto de Lei a ser enviado para a Assembleia estipulando o reajuste salarial linear para o funcionalismo. O percentual a ser oferecido será o divisor de água para a continuidade ou não da lua de mel entre empregador e empregados. Mas não é só isso: professores e policiais querem muito mais do que o reajuste em seus contracheques. Os educadores reivindicam, entre outros benefícios, a retomada da construção da carreira do Magistério, a transformação do abono em gratificação permanente e o descongelamento de direitos, como o triênio e a Gratificação de Tempo Integral. Já os agentes de segurança pedem a reestruturação das carreiras e o pagamento da periculosidade. Óbvio que o governo não tem fôlego financeiro para atender tudo que está sendo proposto, porém a permanência do atual clima de paz entre as partes dependerá muito de como o governador Fábio Mitidieri (PSD) vai empurrar com a barriga as justas reivindicações dos desprestigiados servidores. Aguardemos, portanto!


Terço dos Homens


Realizado em Itabi pela primeira vez no Brasil, o Terço dos Homens ganhou um Dia Nacional, a ser celebrado em 8 de setembro. A Lei reconhecendo a data foi aprovada pelo Senado em caráter terminativo. Segundo o relator do Projeto, senador Wellington Fagundes (PL-MT), essa prática católica foi instituída por frei Peregrino, no dia 8 de setembro de 1936, no povoado de Vila da Providência, hoje município sergipano de Itabi. “Trata-se de um movimento cristão que tem o propósito de engajar na igreja católica homens de todas as gerações mediante esse ato de fé e devoção”, afirmou o senador Fagundes. Amém!


Devo não nego...


A Associação Hospitalar de Sergipe e a Prefeitura de Itaporanga D’ajuda estão em pé de guerra. Tudo porque a gestão municipal não paga os mais de R$ 3,4 milhões que deve pelos serviços médicos prestados pela contratada à Unidade de Pronto Atendimento 24 daquele município. Desde que denunciou o “pendura” ao Ministério Público a Associação vem recebendo ataques nas redes sociais. A entidade alega que, apesar do atraso, tem mantido os serviços e que continua à disposição da Prefeitura para discutir o débito. Com a palavra o prefeito Otávio Sobral (PP). Home vôte!


PPP a longo prazo


A empresa que ganhar a concessão da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) vai usufruir dela por 35 anos. A informação é da secretária estadual Fazenda, Sarah Tarsila Andreozzi. Entrevistada pelo jornal Estadão, a fidalga disse que a Parceria Público-Privada (PPP) representará um investimento de R$ 7 milhões e o leilão deverá ocorrer até dezembro deste ano. O estudo para a concessão da estatal está sendo conduzido pelo BNDES. A PPP concebida pelo governo estadual prevê entregar a distribuição e o saneamento à iniciativa privada, cabendo à Deso fazer a captação da água. Então, tá!


Dia de posse


O advogado José Carlos Felizola Filho será empossado, hoje, como conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe. A solenidade, que promete ser das mais concorridas, acontecerá em sessão especial no auditório do TCE. Felizola substituirá Carlos Pinna, que morreu no último dia 5, vítima de câncer no pulmão. O novo conselheiro ocupou vários cargos no governo estadual. O ilustre é casado com a superintendente do Sebrae em Sergipe, Priscila Felizola, que vem a ser filha do ex-governador Belivaldo Chagas (PSD). Ah, bom!


Ódio virtual


Cerca de 63% das denúncias contra crimes cibernéticos estão relacionadas a discurso de ódio. O racismo corresponde a quase um terço dos conteúdos denunciados. Além disso, 69% das vítimas que procuram ajuda por bullying, perseguição e ameaças são mulheres. Segundo a Ong SaferNet, as páginas de pornografia infantil continuam ocupando generosos espaços na internet, apesar da permanente ação policial contra os adeptos da pedofilia. Lastimável!


Quase iguais


O ‘Sergipe Day’, promovido em São Paulo pelo governo sergipano, não é tão original assim. Em novembro de 2022, aconteceu o ‘Petrobras Day’, realizado pela petrolífera para apresentar o seu novo Plano Estratégico de 2023- 27. A principal diferença entre os dois eventos é que o de Sergipe ocorreu na sede da Federação das Indústrias de São Paulo, que ficou pequena para receber tantos convidados sergipanos e empresários paulistas. Já o da Petrobras foi realizado no Rio de Janeiro, porém os participantes assistiram via internet, com duas transmissões ao vivo, sendo uma em português e a outra em inglês. Nem precisa dizer que o custo do ‘Petrobras Day’ foi infimamente menor do que o caríssimo ‘Sergipe Day’. Marminino!


Deu microfonia


Não convidem para o mesmo estúdio os radialistas Gilmar Carvalho e Narciso Machado, pois pode sair confusão da grande. Os dois não se aturam desde que Gilmar denunciou na Rádio Jornal que o concorrente viajou a São Paulo com as despesas pagas pelo governo de Sergipe. Irritado com o bocão de Carvalho, Narciso rasgou o verbo na Rádio Fan contra seu acusador, rendo desafiado a provar que a sua estada na terra da garoa foi custeada pelo erário sergipano. Como Gilmar costuma dizer que não leva desaforos pra casa, só lhe resta apresentar a fatura da viagem de seu mais novo desafeto. Plagiando a jornalista Thaís Bezerra, com essa, só pedindo meus sais aromáticos. Aff!


Batendo pernas


De uns tempos pra cá, tem virado rotina vereadores viajarem à Brasília alegando que vão tentar conseguir recursos federais para suas comunidades. Ora, não seria mais prático e bem mais barato para os cofres municipais se estes parlamentares apresentassem as suas demandas à bancada federal de Sergipe? Agindo assim, vossas excelências evitariam comentários maldosos sobre essas idas à capital federal. Diferente dos prefeitos, que vão à Brasília bater às portas dos Ministérios à procura de verbas, os vereadores não têm lá tanta representatividade para conseguir audiências nos luxuosos gabinetes brasilienses. Crendeuspai!


CPMI do golpe


O presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (PSD), leu ontem, o requerimento criando a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito para investigar os atos terroristas de 8 de janeiro. Naquele dia, centenas bolsonaristas aloprados invadiram e depredaram as sedes dos Três Poderes, em Brasília. Segundo o senador Rogério Carvalho (PT), a CPMI será uma oportunidade para “desmascarar as narrativas fantasiosas e deixar claro que o que aconteceu no dia 8 de janeiro foi uma tentativa de golpe, planejada há muito tempo pelo ex-presidente Jair Bolsonaro”. Misericórdia!

Comments


bottom of page