top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



O governo de Sergipe está nadando em dinheiro


Para a felicidade dos sergipanos, o governo estadual está abarrotado de dinheiro. Tanto isso é verdade que o Executivo acaba de pedir à Assembleia autorização para dobrar os gordos vencimentos dos secretários. Pela proposta, o fidalgo que for funcionário efetivo receberá 100% do subsídio referente ao cargo comissionado, além da integralidade do próprio salário. Vamos ter secretários ganhando mais do que ministro do Supremo, verdadeiros marajás! Ora, tivesse puxando a cachorrinha, o governo não iria gastar R$ 10 milhões para asfaltar a estrada que leva ao complexo de turismo do abastado grupo empresarial Vidan. E o que dizer das felizes e dispendiosas caravanas que acompanham o governador Fábio Mitidieri (PSD) pra cima e pra baixo? Agora mesmo tem uma turma nos States. Mas daí a querer que o Executivo torre o dinheiro com aumento salarial descente para os servidores já é pedir demais. Ora, onde já se viu, um governo burguês abrir o cofre para melhor a vida de quem vota na esquerda, protesta contra um reajustezinho de 2,5% e chama de esmola um vergonhoso abono salarial de R$ 100? Decididamente, essa gente insatisfeita só pode ser da oposição raivosa, uns comunistas de carteirinha. Home vôte!


Combate à fome


O novo Programa Bolsa Família foi apresentado aos senadores por Eliane Aquino, secretária nacional de Renda e Cidadania, do Ministério do Desenvolvimento, Assistência Social, Família e Combate à Fome. A distinta, justamente com equipes de vários ministérios, mostrou como o novo benefício prioriza as características das famílias e suas composições, tendo uma atenção especial à primeira infância. Ex-vice-governadora de Sergipe, Eliane afirma ser fundamental que todos conheçam a nova dinâmica do Bolsa Família e suas ações para o combate à fome e à desigualdade social. Aff Maria!


Ficou pra depois


Somente na próxima semana, a Assembleia votará o projeto de lei concedendo um raquítico reajuste salarial de 2,5% aos servidores estaduais e um vergonhoso abono de R$ 100 aos professores aposentados. O adiamento da votação não tem nada a ver com a pressão dos professores, indignados com o baixo percentual oferecido, mas porque alguns deputados estarão ausentes das sessões de hoje e de amanhã. Temendo falta de quórum no rolo compressor governista, o presidente do Legislativo, Garibalde Mendonça (PDT), tirou o polêmico projeto de pauta, prometendo recolocá-lo na semana que vem. Ah, bom!


Agora vai!


O governador Fábio Mitidieri (PSD) e sua caravana se reuniram nos Estados Unidos com o CEO da empresa Enauta, Décio Oddone. Foram pedir a retomada da prospecção petrolífera no litoral sergipano. A tentativa da Enalta e sua parceira ExxonMobil de encontrar ocorrência de hidrocarbonetos no poço exploratório da Bacia Sergipe-Alagoas fracassou no ano passado. Ademais, a ExxonMobil encerrou o seu grande projeto exploratório no Brasil. A petrolífera interrompeu as perfurações na área offshore, após falhar na tentativa em encontrar quantidades viáveis de óleo. Será que, com o apelo do governador, a Enalta e a ExxonMobil reiniciarão as prospecções em Sergipe? Pelas caras de tristeza do grupo, sei não, viu? Marminino!


Quer ser prefeito


Vinte e sete anos após ter concorrido à Prefeitura de Aracaju, o deputado estadual Garibalde Mendonça (PDT) revela o desejo de disputar outra vez a cadeira ocupada hoje pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). Em 1996, após ter se destacado como presidente da Empresa Municipal de Urbanização, o jovem engenheiro Garibalde se lançou à sucessão de Almeida Lima (PDT), tendo conseguido 20,40% dos votos e sido o 4º mais votado do 1º turno. Em 1998, graças ao bom desempenho na disputa municipal, Garibalde foi eleito deputado estadual, mandato que preserva até hoje. Agora, de volta ao PDT, ele sonha em concorrer à Prefeitura. Para tanto, depende do aval de Nogueira. Aguardemos!


Eles estão voltando


Sumidos desde a campanha política de 2020, muitos espertalhões já começaram a botar a cara de fora, com os olhos grandes nas eleições para a Câmara Municipal de Aracaju. São os chamados políticos copa do mundo. Estas figuras só aparecem de quatro em quatro anos para engabelar as pessoas despolitizadas. O pior é que muita gente boa sai de casa para, em troca de qualquer migalha, votar neste tipo de político. Lamentavelmente, enquanto o eleitor continuar acreditando em falsas promessas, vendendo o voto ou trocando por mercadorias, estes mequetrefes sobreviverão politicamente. Só Jesus na causa!


Fim antes do começo


Quando começou ontem, a greve dos professores estaduais já estava proibida pela Justiça. No plantão judiciário do feriado de 1º de maio, a desembargadora Elvira Maria de Almeida Silva concedeu liminar tornando a paralisação ilegal e estabelecendo multa por descumprimento de sua decisão. A ilegalidade do movimento foi pedida pelo governo estadual, sob a alegação de que as negociações com os educadores ainda não foram encerradas. O Sindicato dos grevistas promete pagar a multa para que a categoria continue de braços cruzados até sexta-feira. Crendeuspai!


Convenção prestigiada


O governador interino de Sergipe, deputado Jeferson Andrade, foi um dos primeiros a chegar na convenção estadual do PSD, realizada ontem em Aracaju. Durante todo o dia, os pedessistas votaram para eleger os diretórios estadual e municipal, além do conselho fiscal do partido. Os presidente e secretário geral da sigla, respectivamente, Belivaldo Chagas e Jorge Araújo, foram reeleitos, enquanto os deputados federais Fábio Reis e Katarina Feitosa passaram a compor a nova executiva estadual. É o PSD dando os primeiros passos rumo às eleições municipais de 2024. Então, tá!


Lei desrespeitada


Alguém já disse que lei é como vacina, umas pegam, outras não. Uma dessas leis desrespeitadas em Sergipe é a que obriga as casas comerciais especializadas em refeições rápidas a afixarem tabela em local visível informando os índices nutricionais e calóricos dos sanduíches. De autoria do ex-deputado estadual Gilson Andrade (PSD), atual prefeito de Estância, a Lei é letra morta em quase todos os restaurantes e lanchonetes de Sergipe. Danôsse!


Onde há fumaça, há fogo


Apesar dos insistentes desmentidos, as línguas ferinas insistem em propagar que o clima entre o governador Fábio Mitidieri (PSD) e o ex-deputado federal André Moura (União) não é mais tão harmonioso quanto antes. Segundo as fofoqueiras de plantão, o chega pra lá que Moura deu na secretária Danielle Garcia, lhe tomando o comando do Podemos, desagradou Mitidieri. O governador reconhece que, em pelo menos 20 municípios, ele e André marcham em lados opostos, porém na totalidade de Sergipe “o projeto estadual está mantido e consolidado”. A prova dos nove sobre essa anunciada unidade política só será tirada nas eleições de 2024. Misericórdia!


Futuro incerto


Há muito não se via a oposição em Aracaju tão desarticulada quanto agora. Caso não se rearrume logo, o fragilizado bloco oposicionista chegará às eleições de 2024 com quatro gatos pingados. Com os adversários quase em petição de miséria eleitoral, os governistas aracajuanos liderados pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) precisam se preocupar com o próprio curral, visando evitar o estouro da boiada. Pelo que se depreende, o pega pra capar vai acontecer mesmo é pras bandas da situação, podendo até haver rompimento político, se o gestor pedetista não souber tanger o gado na hora de compor a chapa majoritária. Desarticulada, a oposição reza que isso aconteça para pegar uma carona no barco dos dissidentes. Cruz, credo!


Biriteiro sequelado


De um bebinho num coito de cachaceiros, uma birosca de esquina da periferia de Aracaju: “Rapaz, a pandemia me viciou de vez na birita. Agora, tô bebendo todos os dias da semana. Antes da covid, só bebia no sábado, no domingo e nos dias de feira”. Qualé, pinguço? Ôxe!

Comments


bottom of page