top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



Políticos tocam viola de boca para iludir os sergipanos


Enquanto Sergipe sofre com as consequências da crise econômica nacional, a classe política segue prometendo mundos e fundos à população. O governo e quase toda a bancada federal se revezam nas promessas mirabolantes. Ora anunciam a chegada de inúmeras empresas, algumas delas do exterior, que vão gerar milhares de empregos, depois juram que a construção do imaginário Canal de Xingó é coisa pra pouco tempo. Também garantem duplicar, quem sabe ainda este ano, a rodovia 235 no trecho de Sergipe. A frequência como prometem coisas inviáveis permite suspeitar que muitos políticos não desceram do palanque eleitoral. Ao anunciar obras faraônicas, a classe política sergipana – com as suas devidas exceções – evita discutir as alternativas para tirar Sergipe do atraso, garantir dias melhores à população, particularmente à nossa juventude. No fundo, esse festival de promessas inviáveis objetiva esconder a incapacidade de nossos representantes para encontrar alternativas que garantam o crescimento econômico de Sergipe. É como diz o ditado popular: viola de boca todo mundo toca. Crendeuspai!


Gás pelo ladrão


A produção de gás na costa de Sergipe, a partir de 2027, contribuirá significativamente para que haja um “choque de oferta” de gás natural nos próximos anos, com o incremento de até 50 milhões de metros cúbicos por dia. Esta previsão foi feita, ontem, pelo diretor de Transição Energética da Petrobras, Mauricio Tolmasquim, durante o evento do Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás, no Rio de Janeiro. Apenas os campos de Sergipe devem ofertar 18 milhões de m3/dia de gás natural. Deus seja louvado!


A lerdeza da Deso


Sem esconder a indignação, um empresário reclamava, ontem, da lerdeza de “dona Deso”. E ele tem razão, pois aguarda, há quase dois meses, que a Companhia de Saneamento de Sergipe faça a ligação de água no novo estabelecimento comercial, que só não foi inaugurado ainda pela incompetência da empresa pública. Uma equipe da estatal já esteve na empresa, localizada no bairro Treze de Julho, pertinho da Praça da Imprensa, porem colocou uma série dificuldades para fazer a ligação e depois deu no pé. Desesperado, o empresário tem tentado falar com a Ouvidoria da Deso, mas há 15 dias ninguém atende às suas insistentes ligações telefônicas. Teria a coitada ficado surda? Assim também já é demais também. Cruz, credo!


Sucesso no Youtube


E o líder do governo Mitidieri na Assembleia, deputado Cristiano Cavalcante (União), anda fazendo sucesso no YouTube. Não pelo seu desempenho parlamentar, mas por humilhar miseráveis no interior de Sergipe. O vídeo onde ele aparece jogando dinheiro pra cima e se divertindo com o empurra-empurra dos pobres, já teve 45 mil visualizações e recebeu quase 400 comentários, a maioria condenando a atitude do péssimo imitador de Sílvio Santos, o dono do SBT. A internauta Iza Sousa considera a cena de Cavalcante uma vergonha nacional e lembra que “até nos zoológicos é proibido alimentar os animais”. Danôsse!


Agora vai!


O governador Fábio Mitidieri (PSD) anunciou a construção de uma refinaria no município de Barra dos Coqueiros. Dessa vez, a promessa do empreendimento está sendo feita pela empresa PRD Brasil. Conhece? Esta não é a primeira vez que Sergipe tem uma refinaria batendo à porta. O saudoso ex-governador João Alves Filho também anunciou uma mega refinaria de petróleo, mas o projeto naufragou. Em 2014, um tal Paulo Roberto Costa prometeu instalar uma pequena refinaria em Carmópolis, porém ele foi preso no escândalo da Lava Jato e o empreendimento foi pras cucuias. Diante desses dois fracassos, é melhor Mitidieri não comemorar o ovo no fiofó da galinha. Não à toa, gato escaldado tem medo de água fria. Misericórdia!


Figurinhas carimbadas


Os eleitores já começam a falar sobre os pré-candidatos nas eleições de 2024. A grande maioria da população nem conhece ainda os postulantes aos cargos de prefeito e vereador, contudo isso não é problema. No tempo certo, a propaganda eleitoral vai apresentá-los como verdadeiros santinhos, recheados de promessas para resolver todos os problemas do povo. Alguns desses políticos também vão circular por aí levando a tiracolo as famosas malas pretas cheias de Garças (R$ 5), Araras (R$ 10), Micos-Leão-Dourado (R$ 20), Onças (R$ 50) Garoupas (R$ 100) e Lobos-Guará (R$ 200). Passadas as eleições, os eleitores sergipanos voltam a esquecê-los, ao tempo em que também serão esquecidos pelos ditos cujos. Marminino!


Pires nas mãos


Os prefeitos sergipanos têm ido cada vez mais à Brasília atrás de recursos para investir em seus municípios. Esta semana, foram vistos batendo pernas pela capital federal os gestores Weldo Mariano (PT), de Canindé do São Francisco; Júnior Macarrão (PSD), de Santa Rosa de Lima; e Sandro de Jesus (PT), de Cristinápolis. Os três deram com os costados no gabinete do ministro Márcio Macedo, da Secretaria-Geral da Presidência. Na pauta, pedidos de apoio do governo federal para a realização de obras em seus respectivos municípios. Quem não chora, não mama. Aff Maria!


O cordel de Katarina


E a deputada federal Katarina Feitoza (PSD) ganhou um cordel pra chamar de seu. A obra ressaltando as ações da parlamentar será lançado, hoje, no Museu da Gente Sergipana, centro de Aracaju. Batizado de “Katarina Feitoza: trabalho, dedicação e segurança”, o cordel foi escrito por Chiquinho do Além Mar. Segundo o distinto, a pedessista “já mostrou seu preparo e competência/E do povo sergipano recebeu a incumbência/ Trazer Brasília a Sergipe/Com sua eficiência”. No convite para a noite de autógrafos, a deputada diz que hoje “é um dia muito importante para mim”. Ah, bom!


Desigualdade tem cor


Diante da proximidade do 13 de Maio, data em que foi sancionada a Lei Áurea prometendo abolir a escravidão, vale a pena reafirmar que a desigualdade tem cor no Brasil. Vejam alguns exemplos: os brancos concentram os melhores indicadores, é a população que mais vai à escola e conclui o estudo. Segundo pesquisa do movimento Todos pela Educação, o desemprego é maior entre os negros (7,5%) e pardos (6,8%) que entre os brancos (5,1%). O trabalho infantil, maior entre pardos (7,6%) e negros (6,5%), que entre brancos (5,4%). A taxa de analfabetismo é 11,2% entre os negros; 11,1% entre os pardos; e, 5% entre os brancos. Home vôte!


Torrando dinheiro


O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) criticou a decisão do governo Mitidieri de repassar a bagatela de R$ 800 mil para o controverso Consórcio Nordeste. Oriunda dos impostos pagos pelos contribuintes, essa grana visa contribuir com as despesas administrativas da tal entidade. Líder da oposição na Assembleia, Georgeo Passos lembra que, na pandemia da Covid-19, o tal Consórcio recebeu alguns milhões do governo de Sergipe para comprar respiradores, porém nunca entregou os aparelhos e o estado jamais viu a cor do nosso santo dinheirinho. Só Jesus na causa!

Comments


bottom of page