top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



Governo de Sergipe deu com uma mão e vai tomar com a outra


Os míseros 2,5% de reajuste salarial concedidos aos servidores pelo governo de Sergipe devem voltar aos cofres públicos já no próximo mês. É que está na Assembleia Legislativa um Projeto de Lei aumentando dos atuais 4% para 6% o valor da contribuição para o Ipesaúde: uma exagerada majoração de 50%. Ou seja, a esmola dada ao funcionalismo a título de melhoria salarial será quase toda abocanhada pelo plano de saúde estatal. O argumento do Executivo para essa facada no bolso quase vazio de quem sustenta a máquina pública é o de que o Ipesaúde está à beira da falência, pois recolhe mensalmente R$ 25 milhões e tem uma despesa de R$ 44 milhões. Ora, qual a culpa dos servidores se o Instituto vem sendo mal administrado ao longo dos anos? Como o governador Fábio Mitidieri (PSD) tem maioria folgada no Legislativo, é certa a aprovação desse Projeto botando a mão no já minguado salário do funcionário estadual. O pior é que não restará outra alternativa a quem depende do Ipesaúde, pois ruim com ele, muito pior sem ele, já que a única porta de saída leva direto ao congestionado SUS. Só Jesus na causa!


Prepare o bolso


Os preços dos combustíveis devem aumentar nos próximos dias devido o novo valor do ICMS sobre a gasolina e o etanol, que começou a vigorar nesta quinta-feira. A mudança estabelece que a alíquota de imposto sobre os combustíveis passe a ser de R$ 1,22 em todos os estados. Essa medida tende a interromper a sequência de três baixas consecutivas no valor cobrado pela gasolina. De acordo com a Petrobras, o imposto estadual corresponde a 20,5% do valor final cobrado pela gasolina vendida aos consumidores, o equivalente a R$ 1,08. Danôsse!


Dia de posse


O suplente Bigode do Santa Maria (PSD) será empossado hoje na Câmara de Aracaju. O distinto vai substituir o ex-vereador Manuel Marcos (PSD), que renunciou para assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa. A vaga seria de Zezinho do Bugio (PSB), votado por 2.627 eleitores nas eleições de 2020. Como ilustre trocou de partido fora do período permitido por lei, perdeu a cadeira para o Bigode, que teve 2.056 votos no pleito municipal. Zezinho chegou a ser empossado no último dia 9, porém uma liminar impetrada pelo PSD no Tribunal Regional Eleitoral pôs fim ao curto mandato parlamentar. Misericórdia!


Escola fechada


Estudantes e professores do Centro de Excelência Gonçalo Rollemberg Leite, em Aracaju, botaram a boca no trombone para protestar contra a paralisada reforma física daquele estabelecimento. As obras estão paradas há muito tempo sem uma explicação do governo estadual. Depois da cobrança pública feita pelos alunos e educadores, a Secretaria Estadual da Educação se apressou em informar que a construtora abandonou a obra, forçando o encerramento do contrato. Agora, será feita uma nova concorrência pública para escolher uma outra empresa que aceite concluir as reformas da escola. Quando isso acontecerá, porém, ainda não há prazo definido. Home vôte!


Campo pra asa dura


O prefeito de Itabaiana, Adailton Sousa (PL), voltou a bater na porta da Infraero para reivindicar a implantação de uma pista de pouso naquele município. Em março passado, o gestor, o deputado federal Ícaro de Valmir (PL) e o ex-prefeito Valmir de Francisquinho (PL) reivindicaram o aeródromo ao presidente da Infraero, Rogério Amado Barzellay. Ontem, além de reforçarem a reivindicação, Adailton e o deputado Ícaro convidaram Barzellay para a Feira do Caminhão e Festa dos Caminhoneiros, que serão abertas no próximo sábado. Então, tá!


Grana fora de moda


Com a criação do Pix, em novembro de 2020, as pessoas usam cada vez menos o dinheiro em espécie para fazer pagamentos do dia a dia. Estudo do Banco Central mostra que, quando se trata de transações de valores mais altos, a preferência é por transferências bancárias, responsáveis por cerca de 65% de todo o volume financeiro de 2022. O Pix respondeu por 12% das transações. O BC também observou crescimento expressivo da quantidade de transações com cartões de débito e pré-pago, influenciado pela expansão de instituições financeiras. Cruzes!


Contra os povos indígenas


Seis deputados federais por Sergipe votaram contra os direitos dos povos indígenas. Esses indigitados ajudaram a Câmara aprovar o chamado Marco Temporal, que estabelece o ano de 1988, como marco para a demarcação de terras dos povos originários. O site Mangue Jornalismo publicou uma reportagem denunciando os parlamentares que votaram contra os povos originários. Foram eles: delegada Katarina (PSD), Fábio Reis (PSD), Gustinho Ribeiro (Republicanos), Ícaro de Valmir (PL), Rodrigo Valadares (União) e Thiago de Joaldo (PP). Apenas o deputado federal João Daniel (PT) votou em favor dos povos indígenas. A deputada Yandra de André (União) não apareceu na sessão. Marminino!


Eleição na Assembleia


Já está praticamente decidido que a Assembleia Legislativa vai reeleger a atual Mesa Diretora para um novo mandato de dois anos. A antecipação da disputa é um procedimento político recorrente. Na legislatura passada, o deputado Luciano Bispo (PSD) se reelegeu presidente bem antes de terminar o primeiro mandato à frente da Casa. A expectativa entre os deputados é que a votação aconteça na próxima terça-feira. Diferente do que andou sendo divulgado por aí, o presidente Jeferson Andrade (PSD) garante que vota e defende a reeleição do hoje 1º secretário Luciano Bispo (PSD). Ah, bom!


Volta ao que era


E o deputado federal João Daniel (PT) está defendendo que a Petrobras reassuma as Fábricas de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen’s) em Sergipe e na Bahia, reiniciando imediatamente a produção de amônia, ureia e sulfato de amônio. O petista também reivindicou à estatal o retorno dos investimentos na exploração de petróleo em Sergipe. Alegando o alto preço do gás natural, a empresa Unigel, que arrendou as fábricas, paralisou a produção e suspendeu os contratos de trabalho dos empregados das duas unidades. Crendeuspai!


Meio ambiente


O vereador aracajuano Breno Garibalde (União) vai promover a Semana do Meio Ambiente entre os próximos dias 4 e 7. O objetivo do evento é conscientizar a população sobre diversas ações que poderíamos ter todos os dias. Segundo o parlamentar, a sociedade precisa ter consciência sobre o cuidado com os recursos naturais, “até porque sem eles, não sobrará mais nada”, discursa Breno. A programação consta de plantio de árvores, ação de limpeza de praias, implantação de jardim flutuante e uma audiência pública com o tema “por que ainda reciclamos tão pouco?”. Prestigie!

Comments


bottom of page