top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza

Mitidieri sabia da crise do Ipesaúde ou comprou gato por lebre?


Não convidem para o mesmo forrobodó os servidores estaduais e o governador de Sergipe, Fábio Mitidieri (PSD), pois pode sair confusão das grandes. A categoria está por aqui desde que o pessedista concedeu uma esmola de 2,5% a título de reajuste e, achando pouco, aumentou em 2% a contribuição paga ao Ipesaúde. Para aprovar mais essa maldade contra o funcionalismo, o governo alegou que o instituto arrecada mensalmente R$ 25 milhões e tem uma despesa de R$ 44 milhões. A pergunta que se faz é: na campanha eleitoral Mitidieri já conhecia esse rombo no plano de saúde dos servidores ou foi enganado pela gestão passada? Se sabia, o seu silêncio pode ser taxado como estelionato eleitoral. Essa é a definição para a conduta do político que diz uma coisa no palanque e faz outra após ser eleito. Se desconhecia a grave situação financeira do Instituto, o governador precisa confessar ter sido enganado, pois durante a disputa eleitoral ele alardeava que o Estado estava super organizado financeiramente. Resta saber se, para se safar, Fábio Mitidieri botará a boca no trombone contra o ex-governador Belivaldo Chagas (PSD) ou assumirá calado o desgaste político provocado pela crise do Ipesaúde. Misericórdia!


Mudanças no governo


O governador Fábio Mitidieri (PSD) dará posse, hoje, as secretárias Déborah Dias e Silvana Lisboa. A primeira vai assumir a Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Sustentabilidade e Ações Climáticas, enquanto a outra tomará posse na Secretaria Estadual da Transparência e Controle. Déborah está substituindo o advogado Felizola Filho, que renunciou após se tornar conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe. Já Silvana vai substituir a secretária da Estadual da Administração, Lucivanda Rodrigues, que vem respondendo interinamente pela pasta que cuida da transparência e controle . Então, tá!


Cadê o dinheiro?


O jornalista Gilvan Manoel publicou no Jornal do Dia que “o governo Fábio Mitidieri (PSD) é muito ágil quando o assunto é cobrar imposto e taxar servidores para encher os cofres do estado e de seus órgãos assistenciais. O mesmo não ocorre, no entanto, em relação ao pagamento de fornecedores e prestadores de serviço, inclusive as empreiteiras que tocam obras autorizadas no final do governo passado. Muitas já estão sendo paralisadas”. E o conceituado jornalista concluiu o comentário dando um conselho ao governador: “Fábio Mitidieri precisa ficar atento. Um governo não se sustenta apenas com festas e grandes viagens”. Home vôte!


Fauna e flora ameaçadas


As línguas ferinas andam espalhando pelas esquinas de Sergipe que as Unidades de Conservação mantidas pelo governo de Sergipe estão completamente abandonadas. Segundo as fofoqueiras de plantão, além de estarem sem gestores desde o começo do ano, estes importantes espaços de proteção da flora e da fauna já estão sendo “visitados” por caçadores e lenhadores, interessados nos animais silvestres e na madeira. Os prejuízos provocados pelo abandono estatal são mais visíveis no Monumento Natural Grota do Angico, localizado entre os municípios de Poço Redondo e Canindé do São Francisco. Só Jesus na causa!


De olho em 2024


E o ex-governador Belivaldo Chagas (PSD) tem ocupado parte do tempo fazendo política. Quando não está recebendo lideranças na sede do partido, em Aracaju, o distinto visita o interior para acompanhar as movimentações em torno dos preparativos para as eleições de 2024. No último final de semana, Belivaldo fez política em Simão Dias, sua terra natal, tendo encontrado um tempinho para se confraternizar com um grupo de amigos em torno de uma farta mesa no Clube Cultural Caiçara. Marminino!


Dia de posse


O novo superintendente da Codevasf em Sergipe, Thomas Jeferson, será empossado, às 17 horas de hoje, em solenidade prestigiada, entre outros, pelo diretor-presidente da Companhia, Marcelo Moreira. A nomeação de Jeferson ocorreu por indicação da deputada federal Yandra de André (União), que vem a ser filha do mandachuva do União Brasil em Sergipe, André Moura. O cargo também era disputado pelo senador Rogério Carvalho e pelo deputado federal João Daniel – ambos do PT – que queriam o petista Sílvio Santos comandando a companhia no estado. Thomas Jeferson é gestor público e ex-integrante do governo Fábio Mitidieri (PSD). Ah, bom!


Cobrando o piso


Os profissionais de Enfermagem não escondem a mágoa com o governador Fábio Mitidieri (PSD). Bastou o ilustre postar no Instagram uma foto dele com a família num folguedo junino, para vários internautas o questionarem sobre a promessa que ele fez na campanha eleitoral: “Você prometeu pagar o piso da Enfermagem independente de qualquer coisa, e agora, depois de eleito, diz que não tem condições de pagar”, reclamou Verareis Santos, Já Edneid Santana postou o seguinte: “Obrigada pela falta de paz, obrigada pelas incertezas, obrigada por toda tristeza que um profissional de enfermagem pode sentir”. Por sua vez, Frank Gervazio lembrou a Mitidieri que “a enfermagem não vive de festa”. Crendeuspai!


Eleição na Alese


Está confirmada para amanhã a eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Na verdade, trata-se de uma reeleição, pois todos os ocupantes dos cargos diretivos serão mantidos. Segundo a assessoria jurídica da Casa, está tudo dentro dos conformes e com amplo embasamento legal. Além do mais, tudo foi combinado com os “russos”. Esta informação foi publicada pelo jornalista César Cabral no portal de notícias Radar Sergipe.


Focada em Brasília


A deputada federal Katarina Feitoza (PSD) tem evitado falar sobre as eleições para a Prefeitura de Aracaju. A ilustre jura que o seu foco agora é a Câmara Federal: “Ainda tô sentindo o gostinho do mandato parlamentar”, afirma. Feitoza, que já foi vice-prefeita da capital sergipana, revelou que ainda não conversou sobre as eleições de 2024 com o presidente estadual do PSD, ex-governador Belivaldo Chagas. Katarina também lembrou que qualquer discussão em torno das eleições de Aracaju passa inicialmente pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PDT), indicado pelo grupo político para coordenar a própria sucessão. Aguardemos, portanto!


Fila indigesta


Sergipe tem quase 5 mil pessoas na fila esperando por cirurgias, apesar de e o governo federal já ter liberado R$ 2 milhões para tentar resolver o problema. Essa denúncia é do senador Rogério Carvalho (PT), para quem falta uma gestão eficiente na Secretaria Estadual da Saúde. “Inicialmente, o governo prometeu apresentar um planejamento em fevereiro. Já vamos para quatro meses de atraso. Enquanto isso, o povo amarga uma espera angustiante”, denuncia Rogério. Com a palavra o secretário estadual da Saúde, Walter Pinheiro. Aff Maria!



Comments


bottom of page