top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza

Mitidieri e Edvaldo vão cozinhar o galo até 2024


O governador de Sergipe, Fábio Mitidieri (PSD), e o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), precisam ter muito jogo de cintura para manter unida a ampla frente política que coordenam. Interessados em encabeçar a chapa majoritária de Aracaju nas eleições de 2024, os aliados de ambos travam nos bastidores uma verdadeira briga de foice no escuro. À boca miúda, os mais afoitos não escondem que podem chutar o pau da barraca se não forem atendidos em suas exigências. Os moderados se dizem discípulos obedientes de Mitidieri e Nogueira, prometendo acompanhá-lo na próxima campanha, seja qual for o indicado para disputar a Prefeitura da capital. O governador e o prefeito estão conscientes que não poderão agradar a todos, pois há mais desejos em jogo do que cargo a ser disputado. Sabem que, no fundo, todos querem puxar a brasa para suas sardinhas. Políticos experientes, Fábio e Edvaldo vão cozinhar o galo até o carnaval chegar. Só então se debruçarão sobre os nomes dos pretendentes à Prefeitura, sempre tentando manter o time coeso para o enfrentamento eleitoral que se avizinha. Marminino!


PDT discute eleições


O PDT realiza, amanhã, seu encontro estadual. O evento acontecerá em Aracaju e contará com a presença de representantes nacionais, estaduais e municipais, entre eles o prefeito da capital sergipana, Edvaldo Nogueira, e o vice-governador de Sergipe, Zezinho Sobral. Segundo Evandro Galdino, presidente municipal da legenda, esse encontro visa a retomada das atividades partidárias com foco nas eleições do próximo ano. A programação contará com rodas de conversa, dinâmicas para integração e filiação de novos quadros ao partido. Ah, bom!


Medalhado


O presidente do Banese, Marco Antônio Queiroz, recebeu do Conselho Regional de Economia de Sergipe a Medalha de Mérito Econômico 2023. A honraria é entregue a personalidades que desempenham um relevante trabalho e liderança para o desenvolvimento da economia do estado. A presidente do Corecon sergipano, Josélia Brito, enalteceu a trajetória do homenageado: “Queiroz sempre esteve no meio da economia sergipana, tanto quando era secretário da Fazenda, quanto agora no comando do Banese”, discursou. Então, tá!

Dia do advogado

Neste 11 de agosto se comemora o Dia do Advogado. A escolha da data remete ao dia em que foram instituídas, no ano de 1827, as duas primeiras escolas de Direito do Brasil: a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, em São Paulo, e a Faculdade de Direito de Olinda (PE). Também hoje, se festeja o Dia do Garçom. Ninguém sabe ao certo porque o dia deste profissional é comemorado em 11 de agosto, mas o importante é homenagear os garçons e as garçonetes, que tratam a distinta clientela com atenção e carinho. Portanto, um brinde a todos eles e elas!

Obras públicas

A classe política sergipana prestigiou em peso o 1º Encontro de Obras Públicas e Habitação Social de Sergipe. Realizado, ontem, em Aracaju, o evento discutiu os investimentos para a construção civil e a importância para o setor de iniciativas oficiais como o Minha Casa, Minha Vida e o Programa Aceleração do Crescimento (PAC), a ser lançado, hoje, pelo presidente Lula da Silva (PT). O presidente estadual do PSB, Valadares Filho, representou no evento o ministro Márcio Macedo. O encontro foi promovido pela Associação Sergipana dos Empresários de Obras Públicas e Privadas e pelo Sebrae/Sergipe.

Relação promíscua

A deputada estadual Linda Brasil (Psol) denunciou a relação promíscua entre o governo e a iniciativa privada. Após lamentar o elevado índice de desemprego em Sergipe, a psolista afirmou ser muito procurada por desempregados interessados em trabalhar nas empresas contratadas pelo governo e pela Prefeitura de Aracaju. “Respondemos sempre não fazemos esse tipo de indicação, pois o nosso papel enquanto legisladora é fiscalizar os contratos dessas empresas com o governo e a Prefeitura”, frisou. Segundo Linda, a população precisa é de políticas de geração de renda e emprego digno, formal e com todos os direitos trabalhistas garantidos. Crendeuspai!

Mãos ao alto

Os criminosos estão cada vez mais ousados aqui na terrinha. Prova disso foi o furto do “trezoitão” de um delegado de polícia ocorrido, ontem, na Orla de Aracaju. Meio encabulada com o episódio, a Secretaria da Segurança Pública optou por não fornecer maiores detalhes sobre o furto do trabuco. Em nota, disse apenas que as circunstâncias de como ocorreu o crime ainda estão sendo investigadas pela Delegacia de Turismo. Ora, se nem um delegado escapa da ousadia dos criminosos, imagine o desprotegido contribuinte? Só Jesus na causa!

Tapa na macaca

Deve retornar à pauta do Supremo Tribunal Federal, na próxima quarta-feira, o processo que trata sobre a descriminalização das drogas para consumo pessoal. Aliás, drogas ilícitas fazem menos mal do que muitas drogas legalizadas. Pelo menos é como pensa o professor de medicina, João Menezes: “A proibição e criminalização de drogas são arbitrárias e hipócritas”, garante ele. O pesquisador da Fiocruz, Francisco Inácio Bastos, concorda com o colega. Segundo o fidalgo, o efeito do álcool é muito mais devastador na sociedade do que o da maconha e nem por isso as bebidas alcoólicas são proibidas. Aff Maria!

Erros admitidos

Sem entrar em detalhes, o prefeito de Canindé do São Francisco, Weldo Mariano (PT), admitiu que durante o período em que esteve afastado da gestão municipal teve tempo para rever erros e acertos e fazer uma análise fria sobre vários aspectos que culminou com o seu afastamento. “Volto uma pessoa mais madura e quero terminar tentando fazer o mandato que sempre desejei. O que passou ficou no passado”, discursa o indigitado. Afastado da Prefeitura por decisão monocrática, Weldo conseguiu reverter a situação, porém terá que cumprir uma série de exigências feitas pela Justiça. Misericórdia!

De olho no Ipesaúde

O Ministério Público está de olho nas últimas ações do Ipesaúde. A promotoria de Justiça Alessandra Pedral solicitou à direção do plano de saúde dos servidores públicos informações sobre o descredenciamento de antigos prestadores de serviços e contratação de novas clínicas. Também quer um panorama comparativo dos serviços oferecidos aos usuários antes e depois da recente reestruturação feita na autarquia. O Ipesaúde entrou em desgraça depois que o governo autorizou o exagerado reajuste de 50% na contribuição dos segurados, além de ter reduzido os serviços oferecidos à sua distinta clientela. Home vôte!


Commentaires


bottom of page