top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza

Há vagas


O governador em exercício, Ricardo Múcio, sanciona hoje a Lei alterando a composição do Colegiado do Tribunal de Justiça de Sergipe, que passará de 13 para 15 desembargadores. Aprovado pela Assembleia na última terça-feira, o projeto também cria os cargos necessários para atender aos dois novos gabinetes de desembargadores. As últimas vagas para o Pleno do Tribunal de Justiça foram criadas no ano 2000, passando de 10 para 13. Ah, bom!


Queda do FPM deixa prefeituras de Sergipe no vermelho



É feia a crise na maioria das prefeituras. Reunidos em Aracaju, os prefeitos sergipanos informaram que, caso o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) continue sofrendo reduções, as consequências para a população serão nefastas. Para se ter uma ideia da situação, 57% das Prefeituras de Sergipe já operam no vermelho devido à queda de 7,3% do FPM, principal fonte de receita para boa parte dos municípios. Não fosse isso, o ICMS também sofreu uma redução de 2,4% e a liberação de parte das emendas parlamentares está atrasada. Em contrapartida, as folhas salariais aumentaram 14% este ano, enquanto o custeio da máquina ficou 17% mais caro. O pior é que não há previsão de o FPM voltar à normalidade e o governo federal ainda não sinalizou com uma ajuda às prefeituras. Crendeuspai!


No lugar errado


Enquanto o povo vive refém da bandidagem, que pratica todo tipo de violência em Sergipe, policiais militares, em número considerável, estão a serviço de órgãos públicos. Isso mostra que, a exemplo dos governos passados, o atual não quer ou tem força política para inibir a cessão de parte da tropa da Polícia Militar. O resultado desta prática é que o contribuinte paga impostos em excesso para garantir a segurança de autoridades, enquanto reza a Deus que proteja a sua vida e o seu patrimônio. Misericórdia.


Mal na fita


Sergipe foi o 3º estado que menos gerou empregos com carteira assinada em julho passado. É o que revela o Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Divulgado ontem, o estudo informa que o saldo foi positivo em 26 das 27 unidades federativas. Além de Sergipe (+492 postos), ficaram na rabeira do ranking os estados de Roraima (+228 postos) e Rio Grande do Sul (-2.129 postos). De acordo com o levantamento do Caged, Sergipe também está entre os estados que tiveram a menor variação relativa em relação ao estoque de empregos do mês anterior. Arre égua!

JB em Brasília

E quem deu com os costados em Brasília foi o ex-governador de Sergipe, Jackson Barreto (MDB). Esteve com o ministro Márcio Macedo (PT), da Secretaria-Geral da Presidência, e com o ex-deputado federal Valadares Filho (PSB), que é assessor do petista. Márcio ressaltou que JB tem uma história de luta pela democracia. Bastou a visita de Jackson ao Palácio do Planalto para as línguas ferinas espalharem pelas esquinas de Sergipe que ele deve ocupar um cargo federal em breve, pois além de ser um lulista de carteirinha, o fidalgo apoiou a candidatura de Rogério Carvalho (PT) ao governo de Sergipe. Aff Maria!

Gastando o tempo

Com quase nada pra fazer neste ano sem eleições, os políticos sem mandatos gastam o tempo à procura de um fato para ocupar espaços na mídia. Eles sabem que ficar longe da imprensa significa perder terreno na hora de a onça beber água. Essa conjunção de marasmo político e vontade de aparecer estimula o “plantio” de fake news. Portanto, não se deve dar muita atenção para o que se divulga sobre possíveis acordos políticos, pois, na maioria das vezes, tudo não passa de miolo de pote, conversa mole para boi dormir. Danôsse!

Afronta à lei seca

Estudos mostram que, apesar da lei seca, muitos motoristas insistem em dirigir depois de encher a caveira de cachaça. A Associação Brasileira de Medicina de Tráfego estima que 54% dos motoristas fazem uso de álcool antes de pegar o volante. Já a Pesquisa Nacional de Saúde, do Ministério da Saúde indica que 24,3% dos condutores revelam que assumem a direção do veículo mesmo depois de terem consumido álcool. Cruz, credo!

Reforma de rosca

Quando será que o Congresso vai se debruçar sobre a tão prometida reforma política? Enquanto isso não ocorrer, persistirão os elevados índices de abstenção nas eleições. A recusa de parte da população em ir às urnas é uma reação às bodegas em que se transformaram os partidos. Seus ‘donos’ enxergam o eleitor como simples mercadoria, vendida abertamente nas campanhas eleitorais. Lamentavelmente, ainda existem aqueles que condenam a abstenção, na verdade uma reação popular contra a malandragem dos políticos. Quem age assim deseja que tudo continue como está para seguir se locupletando. Só Jesus na causa!

Centro abandonado

O vereador Breno Garibalde (União) está preocupado com o abandono do centro de Aracaju. O distinto defende a imediata revisão do Plano Diretor e o aproveitamento de prédios que estão abandonados na área central da cidade. Segundo o vereador, o ideal seria que as pessoas que trabalham no centro morassem próximo ao seu local de trabalho. “Podem chegar muitos investimentos para Aracaju, após as novas regras do Programa Minha Casa, Minha Vida, para a requalificação de prédios que estão abandonados, e a região central está repleta deles”, discursou. É, pode ser!

Ninho já tem dono

O ninho tucano voltou a ter comando em Sergipe. Largado às traças desde que o senador Alessandro Vieira o trocou pelo MDB, o PSDB foi entregue ao deputado federal Thiago de Joaldo (PP), que delegou a presidência estadual ao irmão e prefeito de Itabaianinha, Danilo de Joaldo. Outrora uma grande legenda no estado, com governador, deputados, prefeitos e vereadores entre seus filiados, o PSDB virou um partido nanico. Tomara que os irmãos Thiago e Danilo consigam rearruma-lo a tempo de eleger alguns filiados nas eleições de 2024. Marminino!



Comments


bottom of page