top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



Prefeito de Aracaju prefere remar contra a maré


Ao retornar da China, onde se encontra desde a última segunda-feira, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), deverá conceder uma entrevista coletiva para falar sobre a viagem. Na conversa com os jornalistas, ele, porém, se esquivará de questões relacionadas às eleições de 2024. Nogueira é, talvez, o único político que se recusa a discutir sobre a sucessão municipal. Enquanto os políticos de A a Z só falam nisso, o pedetista prefere tratar sobre outros assuntos. Mesmo quando questionado a respeito da próxima disputa eleitoral, Edvaldo muda o rumo da prosa, prometendo só voltar a ela quando 2024 chegar. Vale ressaltar que esse fastio do prefeito sobre a sucessão é apenas publicamente. Claro que ele tem tratado nos bastidores sobre o tema, analisado com aliados próximos os nomes dos prováveis candidatos majoritários. Quanto a não querer falar em público sobre as próximas eleições, o prefeito está certo. Qualquer um, na posição dele, remaria contra essa maré. Político experiente, Nogueira sabe que o seu mandato acaba tão logo a campanha eleitoral ganhe as ruas de Aracaju. Marminino!


Ideologia do bolso


Muita gente fina que hoje desce a madeira na gestão do governador Fábio Mitidieri (PSD) se comporta assim por ter perdido a boquinha oficial. Alguns chegaram a ocupar cargos importantes no governo passado e esperavam ser mantidos nas sinecuras pelo atual chefe do Executivo. Por terem sido descartados, viraram oposição ferrenha a Mitidieri. Longe das tetas públicas, os indigitados passam o dia e a noite nas redes sociais esculhambando as ações do governo e torcendo pelo quanto pior melhor. Pode-se dizer que a ideologia dessa galera está literalmente no bolso. Crendeuspai!


Os traíras do PSB


O ex-senador Antônio Carlos Valadares (PSB) garante que o partido dele possui dois traíras: o prefeito de Simão Dias, Cristiano Viana e o ex-prefeito de Poço Verde, Toinho de Doria. Em seu programa de rádio, Vavá disse discordar do filho Valadares Filho (PSB), que apoia os projetos dos dois pessebistas. “Nesses dois municípios eu não apoio esses dois traíras”, fuzilou o ex-senador. Valadares negou que pretenda romper ou ficar inimigo do filho, porém já o avisou que os candidatos da legenda em Simão Dias e Poço Verde não terão o seu apoio em 2024. Misericórdia!


Tapa na macaca


Uma pesquisa do Datafolha, divulgada no final de semana, revela que os brasileiros têm uma postura conservadora em relação ao uso recreativo da maconha: 72% dos entrevistados são contra a legalização da droga. Por outro lado, a cannabis para fins medicinais conta com o apoio de 76% da sociedade. Essa disposição positiva em relação à maconha medicinal reflete a crescente aceitação das propriedades terapêuticas da droga em todo o mundo. Aff Maria!


Título festejado


Torcedor do São Paulo, o deputado estadual Luciano Bispo (PSD) assistiu no Estádio Morumbi final da Copa do Brasil entre o time paulista e o Flamengo. O embate deu o título inédito ao São Paulo, para a alegria do parlamentar que estava na companhia do irmão Roberto Bispo o do sobrinho Gustavo. Feliz com a conquista do título, Luciano mandou um abraço aos torcedores do São Paulo residentes nos quatro cantos de Sergipe. Então, tá!


Barra pesada


As mulheres trabalham, em média, 7,5 horas a mais que os homens por semana. Isso ocorre devido à dupla jornada, que inclui tarefas domésticas e trabalho remunerado. Segundo estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, a jornada média das mulheres é de 53,6 horas e a dos homens, de 46,1 horas. Em relação às atividades não remuneradas, a proporção se manteve quase inalterada ao longo de 20 anos: mais de 90% das mulheres declararam realizar atividades domésticas; os homens, em torno de 50%. Ufa!


Prepare o bolso


As mensalidades das escolas particulares deverão aumentar, em média, 9% em 2024. De acordo com levantamento feito pelo Melhor Escola, há instituições que manterão o mesmo valor praticado este ano e há também reajustes que chegam a 35% em relação ao que vem sendo cobrado. Não existe, por lei, um limite máximo para o aumento do custo das escolas particulares, mas elas devem justificar os reajustes das mensalidades em planilha de custo, mesmo quando essa variação resulte da introdução de aprimoramentos no processo didático-pedagógico. Danôsse!


Corrigindo a coluna


A ex-deputada estadual Ana Lúcia Menezes (PT) entrou em contato com a coluna para informar que, ao contrário do que foi aqui publicado, o empresário Henrique Prata é neto e não filho do médico Ranulfo Prata. Lagartense, este saudoso profissional da Medicina teve apenas um filho, Paulo Prata, que também era médico e foi o fundador do Hospital e Amor, mais conhecido como Hospital do Câncer de Barretos (SP). Na semana passada, a Academia Sergipana de Medicina prestou uma justa homenagem a Ranulfo Prata. Grato pela correção, professora Ana Lúcia!


Barriga cheia


Apesar do chororô sobre a queda do Fundo de Participação dos Municípios, os prefeitos e prefeitas de Sergipe não se dispuseram a reduzir os próprios salários. Até agora, apenas o gestor de Estância, Gilson Andrade (PSD), diminuiu o seu contracheque em 20%. Enquanto juram que a redução do repasse do FPM deixou as prefeituras sem recursos para atender as reclamações da população, estes senhores e senhoras recebem, em média, R$ 25 mil de salários, fora otras cositas más. E bota cositas nisso. Home vôte!


De olho na Prefeitura


O ex-deputado estadual Talysson de Valmir (PL) já está em campanha eleitoral no município de Areia Branca. Residente em Itabaiana, o rapaz tem usado parte do tempo livre para visitar o eleitorado do município que sonha em administrar. No último final de semana, Talysson e o pai, Valmir de Francisquinho (PL), fizeram uma blitz em Areia Branca, cumprimentando os populares e, naturalmente, prometendo que o ilustre quer se eleger visando mudar para melhor o município e, por consequência, a vida dos moradores. Então, tá!

Comments


bottom of page