top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza

Governo de Sergipe aconselhado a promover desemprego em massa


Encomendado pelo governo estadual, estudo do BNDES sugere a demissão de quase mil empregados da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). O objetivo dessa maldade é enxugar a empresa antes de entregá-la de mão beijada à iniciativa privada. Nota divulgada pelo Sindisan - sindicato dos trabalhadores da estatal - revela que o documento “lança luz sobre os caminhos que os estudos estão seguindo e expõe as verdadeiras intenções do governo do estado”. Também alerta para os riscos que uma concessão dos serviços da Deso pode acarretar para centenas de famílias, afetando sobremodo o comércio sergipano. Tomara que o governador Fábio Mitidieri (PSD), que propaga defender a geração de empregos, não embarque nessa canoa furada, pois a demissão de quase mil pessoas numa só cajadada o transformaria no inimigo número um da classe trabalhadora. Só Jesus na causa!


Agora vai!


O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), se reuniu com os gestores de São Cristóvão, Marcos Santana (MDB), Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo (PP), e Barra dos Coqueiros, Alberto Macedo (MDB). A pauta do encontro foi a instalação do consórcio metropolitano do transporte coletivo da Grande Aracaju. Amanhã, os quatro voltam a se reunir para conhecer o diagnóstico do transporte coletivo feito pela Associação Nacional de Transporte Público. Segundo Nogueira, a meta é, até o início de 2024, publicar o edital para a concorrência do transporte coletivo. Então, tá!


Valores iguais


Os valores das pontes projetadas pelo governo Mitidieri e pelo Ministério dos Transportes são idênticos: ambas vão custar R$ 300 milhões. A primeira terá 360 metros de extensão e ligará Avenida Tancredo Neves ao bairro Coroa do Meio, em Aracaju, enquanto a outra cruzará o Rio São Francisco, numa extensão de 1,18 quilômetro, ligando Neópoles (SE) a Penedo (AL). A obra da ponte sobre o Rio Poxim prevê a construção de um viaduto entre as avenidas Beira Mar e Tancredo Neves. Já a do Velho Chico terá duas faixas de rolamento, passeios de 2,3 metros para cada lado e um vão central estaiado. Ah, bom!


Luto


O corpo do radialista Júnior Valadares, 58 anos, será sepultado às 8h30 de hoje, no Cemitério Santa Izabel, em Aracaju. O velório acontece no Velatório Osaf, localizado à rua Itaporanga. O comunicador morreu, ontem, vítima de infarto, quando dirigia o carro pelo centro da capital sergipana. Natural de Salvador, o radialista morava em Sergipe há muitos anos, onde atuava em sites de notícia e emissoras de rádio da capital e do interior sergipano. Descanse em paz!


Sergipana ilustre


A cantora Solange Almeida, ex-vocalista da banda Aviões do Forró, é a mais nova cidadã sergipana. A ilustre foi homenageada pela Assembleia Legislativa com o título de cidadania. Baiana de Alagoinhas, Solange já morou em Aracaju e Itabaiana. Autor do projeto homenageado a artista, o deputado estadual Neto Batalha (PP) lembrou que Sergipe foi o primeiro estado que ela fixou residência após sair de sua terra natal. “Estou muito feliz por essa honraria. Eu já me sentia sergipana, já me sentia aracajuana há muito tempo”. Supimpa!


Bolodório político


Prepare os ouvidos para o lero-lero a ser exibido, a partir de hoje, pelos partidos Republicanos, PDT e Rede. Até o próximo sábado, as três legendas apresentarão suas propagandas partidárias em rede nacional de rádio e televisão. Ao todo, o Republicanos terá direito a três minutos para expor seu blá-blá-blá. O PDT contará com um minuto, mesmo tempo reservado para a Rede. Até o final do ano, o Republicanos tem direito a um tempo de 20 minutos distribuídos em inserções. O PDT contará com um tempo total de 10 minutos. Por sua vez, a Rede tem cinco minutos. Haja paciência!


Rei do besteirol


Na visão do governador Fábio Mitidieri (PSD), o prefeito de Simão Dias, Cristiano Viana (PSB), é contumaz em fazer besteira. Questionado por um radialista sobre a ameaça feita pelo pessedista de recorrer à Justiça contra uma obra do governo naquele município, Mitidieri disparou: “Se eu for acionar a Justiça toda vez que ele [Cristiano] faz besteira na sua gestão, o Fórum vai tá lotado. Deixa ele fazer o que quiser. Eu faço o meu e a população julga na urna”, frisou. Misericórdia!


Exoneração condenada


E a deputada estadual Linda Brasil (Psol) ficou uma arara ao saber da exoneração do sergipano Andrey Lemos do Ministério da Saúde. O fidalgo recebeu cartão vermelho do governo Lula (PT) após a diretoria que comandava ter patrocinado uma dança erótica durante um evento promovido pela Pasta. Segundo Linda, a exoneração do amigo dela significou “mais uma derrota do campo progressista, que perde espaço para ataques de fundamentalistas”. Aff! Linda jura que Andrey foi exonerado com base “em uma desconexão da realidade”. Certamente, Linda Brasil vai contratá-lo como assessor parlamentar. Crendeuspai!


Ódio na internet


Cerca de 63% das denúncias contra crimes cibernéticos estão relacionadas a discurso de ódio. O racismo corresponde a quase um terço dos conteúdos denunciados. Além disso, 69% das vítimas que procuram ajuda por bullying, perseguição e ameaças são mulheres. Segundo a Ong SaferNet, as páginas de pornografia infantil denunciadas no ano passado somam 20.975. Lastimável.


De olho no TCE


As línguas ferinas andam espalhando pelas esquinas de Sergipe que o governador Fábio Mitidieri (PSD) trabalha com a hipótese de apoiar a indicação de seu secretário da Casa Civil, Jorginho Araújo (PSD), para a próxima vaga do Tribunal de Contas do Estado. Logo que assumiu o governo, Mitidieri nomeou para o TCE o advogado Carlos Felizola Filho, que vem a ser genro do ex-governador Belivaldo Chagas (PSD). Amigo de longas datas do governador e deputado estadual, Jorginho dispõe das credenciais para disputar a próxima vaga na corte de contas, que será preenchida por um nome indicado pela Assembleia Legislativa. Marminino!


Grana pra campanha


Conselho aos pré-candidatos que não sabem aonde conseguir dinheiro para gastar na campanha eleitoral de 2024: pegue R$ 5 e faça uma fezinha na Mega-Sena. A loteria deve pagar R$ 6,5 milhões a quem acertar sozinho as seis dezenas do sorteio de hoje. De uma coisa pode ficar certo: para alguns pré-candidatos que andam circulando por aí, será mais fácil ganhar a bolada da Mega-Sena do que se elegerem. Home vôte!


Comments


bottom of page