top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



Ficou de fora


Nenhuma das nove empreendedoras sergipanas selecionadas na etapa estadual conseguiu chegar à fase final do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios (PSMN) 2023, que elegeu 15 experiências em todo o país. Mais de quatro mil mulheres se inscreveram – 37% a mais do que no ano anterior. As escolhidas já passaram pela fase estadual, em agosto, e pela regional, em outubro. A cerimônia de entrega da premiação nacional está marcada para 5 de dezembro. Na etapa sergipana, Tatiane Santos Costa ficou em 1º lugar na categoria Microempreendedora Individual, mas não obteve êxito na disputa para a final do certame. Ah, bom!


Defesa da Deso


Os trabalhadores da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) farão uma manifestação pública contra a privatização da estatal. Será amanhã, em frente à Câmara Municipal de Aracaju. O ato ocorrerá no momento em que o presidente do sindicato da categoria, Silvio Sá, estiver expondo aos vereadores os prejuízos causados aos sergipanos com a venda de parte da Deso. De acordo com o Sindisan, o próprio governador Fábio Mitidieri (PSD) já confirmou que será preciso promover demissões na estatal visando enxugá-la antes de entregá-la de mão beijada à iniciativa privada. Crendeuspai!


País machista


Mais da metade (53%) das brasileiras com idade entre 14 e 21 anos convivem com o medo de ser assediadas. Segundo estudo da organização internacional de combate à pobreza ActionAid, o medo diário do assédio afeta 41% das adolescentes entre 14 e 16 anos. O percentual sobe para 56% na faixa que vai dos 17 aos 19 anos e alcança 61% entre 20 e 21 anos. Desconjuro!


Malas prontas


E as línguas ferinas andam espalhando pelas esquinas de Sergipe que o presidente do Banese, Marco Queiroz, deve retornar em breve ao comando da Secretaria Estadual da Fazenda, onde esteve no governo passado. É que, segundo ainda as fofoqueiras de plantão, a titular da Sefaz, Sarah Tarsila Andreozzi, já está de malas prontas para retornar à Brasília, de onde veio atendendo convite do governador Fábio Mitidieri (PSD). Com a saída da fidalga, que não se ambientou aqui na terrinha, Marco Queiroz será escalado para substituí-la na tarefa de cuidar das finanças estaduais. Aguardemos, portanto!


Noventa de volta


O ex-deputado federal Valdevan Noventa (PP) reassumiu a presidência do poderoso Sindimotoristas de São Paulo. Ele havia sido afastado do cargo em agosto do ano passado, após uma série de denúncias. Noventa tem pela frente a coordenação das eleições para a nova diretoria, marcadas para os dias 21 e 22 de dezembro próximo. Encabeçando a chapa Resistência e Ação, Valdevan vai tentar a reeleição contra três outros candidatos. Ao reassumir o posto, Noventa disse que se considera um predestinado, um homem em que a palavra medo não consta do seu dicionário. Aff Maria!


Sem serventia


Embora tenha direito a uma tecla na urna eletrônica, o voto branco tem tanta serventia quanto olho mágico em porta de vidro. Considerado válido até a Constituição de 1988, era tido como um sufrágio de conformismo, pelo qual o eleitor se mostrava satisfeito com quem vencesse as eleições. Portanto, o hoje desnecessário voto branco deveria ser extinto simplesmente, cedendo seu lugar na urna eletrônica ao voto nulo, numa tecla preta. Este sim, uma importante ferramenta de protesto da sociedade, pois indica o percentual de insatisfação dos eleitores com os candidatos. Cruzes!


Torrando dinheiro


Vejam o que publicou o jornalista Guilherme Amado no site de notícias Metrópoles: “O deputado bolsonarista Rodrigo Valadares (União) gastou R$ 4,5 mil de dinheiro público para ficar hospedado em um hotel da rede Hilton em Puerto Madero, bairro nobre de Buenos Aires, durante sua participação na campanha do ultraliberal Javier Milei!”. Guilherme Amado ressalta que a missão oficial de Valadares foi autorizada pela Câmara dos Deputados, sob a justificativa de que o bolsonarista foi para Buenos Aires acompanhar o respeito às garantias democráticas e ao direito de escolha da população local. Misericórdia!


CPI na Barra


A Câmara de Vereadores da Barra dos Coqueiros vai instalar esta semana uma CPI para apurar denúncias contra a Prefeitura. De acordo com os vereadores que aprovaram a Comissão Parlamentar de Inquérito, serão investigadas supostas irregularidades na concessão de licenças e alvarás emitidos pela Secretaria Municipal de Obras Públicas. Segundo o prefeito Alberto Macedo (MDB), se houver culpados, que sejam penalizados. “A CPI é uma questão mais política, porém de um todo não é negativa. Uma coisa é certa, o prefeito não tem envolvimento. Eu ando de cabeça erguida.”, discursou o emedebista, Então, tá!


Caso pra estudo


Para a maioria dos eleitores é difícil entender o que leva uma pessoa a gastar muito dinheiro e até arranjar inimizades para se eleger prefeito e assumir o comando de uma administração quase falida, como é o caso de várias prefeituras do interior. Quanto à disputa pelo comando de Aracaju, talvez um estudo mostre que parte dos pré-candidatos à cadeira ocupada hoje pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) quer mesmo é usar a prefeitura como degrau para um salto mais alto. A ideia é transformar o eleitor em moeda de troca para as “negociações” políticas a serem feitas quando 2026 chegar. Home vôte!


Vida desgraçada


“A fome faz o homem procurar caminhos nunca andados. O que importa! Ele vai por aí! Todos os caminhos o levam para lugar nenhum. Ele sabe que é macho. Cabra da peste e que vive no agreste, mas é um nordestino sem destino. Seu destino é enfrentar a seca terrível do sertão. Vida de graça. Vida sem graça, Vida desgraçada. Vida desigual”. Como é atual este trecho do romance Vidas Secas, escrito pelo alagoano Graciliano Ramos. Só Jesus na causa!

Commenti


bottom of page