top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza

A desleal concorrência dos vereadores na disputa eleitoral


Não é fácil a vida do candidato sem mandato. Durante a campanha fica visível a concorrência desleal imposta pelos vereadores. Eles contam com toda a estrutura parlamentar e partidária, enquanto os novatos, na maioria dos casos, enfrentam a disputa com a cara e a coragem. A legislação em nada favorece os neófitos: da distribuição do fundo eleitoral às emendas parlamentares, tudo é feito para garantir a perpetuação de quem já está no Legislativo. Segundo a cientista social e antropóloga Rosana Pinheiro Machado, as estruturas dos partidos são completamente engessadas, hierárquicas e prontas para eleger certas figuras e talvez para trazer um (único) novo nome. Ressalte-se que os vereadores têm a seu favor as vantagens oferecidas pelo mandato e os bilhões do fundo eleitoral para gastar na campanha. Já os candidatos sem mandatos precisam usar dinheiro do próprio bolso para ter alguma chance na disputa com os concorrentes privilegiados. É muito por isso, que as eleições não conseguem renovar, de forma considerável, as Câmaras Municipais. Certamente isso voltará o ocorrer nas eleições de 2024. Quem viver, verá!


Dobrando os bolsonaristas


O ministro Márcio Macêdo (PT) garante que eleitores de Jair Bolsonaro (PL) começaram a perceber a eficiência do governo do presidente Lula (PT). Entrevistado pela Folha de S. Paulo, o petista sergipano disse que “uma série de coisas está acontecendo e é natural que as pessoas vão assimilando as mudanças”. Segundo Macêdo, os avanços gerados pelo governo Lula quebram a resistência dos bolsonaristas: “As pessoas estão vendo que não tem discriminação contra ninguém e que as políticas públicas estão sendo direcionadas para resolver os problemas da população”, discursa Márcio. Ah, bom!


Coisa antiga


Espalhar notícias falsas nas campanhas eleitorais é coisa muito antiga. Novo mesmo só o nome dado à mentira política: fake news. Na campanha eleitoral de 2002, aliados do saudoso ex-governador João Alves Filho anunciaram, com estardalhaço, que o governo de Sergipe iria construir uma refinaria de petróleo na Barra dos Coqueiros. Tinha até nome: Atlântico Sul. Era tudo conversa mole para engabelar os tolos. Homem, vôte!


Propaganda enganosa


E os políticos, em sua maioria, não se cansam de divulgar ações positivas dos próprios mandatos. Gastam recursos públicos para propagandearem falsas verdades. Os distintos relacionam uma série de atividades parlamentares – muitas sem qualquer importância – e concluem dizendo que vivem suando a camisa em defesa do povo, principalmente dos mais pobres. Estranho seria se estes políticos admitissem que seus mandatos são medíocres, só beneficiam eles, os familiares e alguns poucos agregados. Arre égua!


João Alves homenageado


A Prefeitura de Barra dos Coqueiros inaugurou, ontem, o monumento em homenagem ao saudoso ex-governador de Sergipe, João Alves Filho, idealizador da ponte ligando aquele município a Aracaju. Segundo o prefeito Alberto Macedo (MDB), a homenagem simboliza a importância daquela obra para a Barra dos Coqueiros, impulsionando o progresso econômico, social e turístico. Entre outros, prestigiaram a inauguração a ex-senadora Maria do Carmo Alves (PP) – viúva de João - o ex-deputado federal José Carlos Machado (PL), o ex-senador Antônio Carlos Valadares, familiares e amigos do homenageado. Legal!


Vereador covarde


Comenta-se nas esquinas de Sergipe que o PT vai expulsar de suas fileiras o vereador Adelmo Gonçalo, o “Placa”, que espancou a esposa em plena festa na Câmara Municipal de Cristinápolis. Apesar de as agressões físicas terem sido filmadas, o parlamentar petista jurou que apenas estava apartando uma briga entre a esposa e outra mulher. Tomara que realmente direção do PT informe a “Placa” que a porta da rua é a serventia da casa. Desconjuro!


Balaios de gatos


A falta de ideologia política e as mudanças na regra eleitoral colocaram no mesmo balaio políticos das mais diversas tendências. Foi-se o tempo em que o suplicante filiado a um partido não passava nem pela porta do adversário. Era assim com a turma da UDN e do PSD. Hoje, a maioria dos políticos está mais preocupada em se eleger, não importando se, para tanto, tenha que mudar o discurso. Esse negócio de “ideologia, eu quero uma pra viver”, caiu em desuso, ficou restrito à música do imortal Cazuza. Marminino!


Privatização condenada


A informação passada pela Petrobras de que a empresa Carmo Energy não honrou o pagamento de 296 milhões de dólares previsto no contrato de venda do Polo Carmópolis, em Sergipe, deu discurso ao senador Rogério Carvalho (PT). Segundo o petista, “as privatizações para engordar o caixa da Petrobras e distribuir mais dividendos, como foi a do campo de Carmópolis, gerou desempregos e empobrecimento do Estado. Falta competência técnica a várias empresas como esta, que adquiriram ativos da Petrobras, para produzir petróleo”. A Carmo Energy comprou o ativo em dezembro de 2021, por 1,1 bilhão de dólares, mas só pagou uma parte. Misericórdia!


Violência juvenil


Quase um terço dos estudantes entre a 5ª e 8ª séries do primeiro grau já sofreu maus tratos. Segundo pesquisa divulgada pela ONG Plan Brasil, 28% dos jovens entrevistados foram agredidos. Os mais atingidos são os meninos. De acordo com o estudo, 12,5% dos estudantes do sexo masculino foram vítimas de agressão, número que cai para 7,6% entre as meninas. A sala de aula é apontada como local preferencial das agressões, onde acontecem cerca de 50% dos casos relatados. Terrível!


Política desigual


Quase um século após a conquista do voto feminino, as mulheres continuam com pouca representação na política. Embora representem quase 50% dos filiados de todos os partidos, elas ficam com apenas 30% das vagas nas chapas proporcionais, isso mesmo porque os “donos” das legendas são obrigados a respeitar o percentual mínimo imposto pela lei. É preciso condenar o surrado argumento de que “elas naturalmente não se interessam ou não sabem fazer política”. Isso não passa de um preconceito a ser combatido por todos. Alguém já disse, com razão, que a presença feminina contribui para se alcançar a igualdade de gênero, algo essencial na sociedade machista em que vivemos. Crendeuspai!


Corda de caranguejos


Não acreditem muito nessa conversa de que os pré-candidatos da situação permanecerão unidos seja qual for o escolhido para disputar a Prefeitura de Aracaju. Os fuxicos propagados pelos apoiadores dos fidalgos deixam claro que se o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) e o governador Fábio Mitidieri (PSD) não souberem tanger o gado, a boiada estoura tão logo eles anunciem o nome do indicado para disputar a sucessão municipal. Portanto, diferente do que tentam fazer acreditar algumas lideranças, os pré-candidatos governistas se assemelham mais a uma corda de caranguejos, que ao ser desatada, esparrama crustáceos pra todos os lados. Aff Maria!


Bolsonaro não vem


Não passa de fake news a informação de que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) virá a Sergipe logo após o período de descanso numa pousada em Alagoas. O desmentido é do deputado federal bolsonarista Rodrigo Valadares (União). O parlamentar conversou com a assessoria de Bolsonaro que afastou qualquer hipótese de o ex-presidente dar com os costados em Sergipe por estes dias. Então, tá!


コメント


bottom of page