top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza

Em Aracaju, racha dos grandes partidos pode beneficiar os “nanicos”


Caso saibam tanger os bois, os chamados partidos “nanicos” podem fazer bonito nas eleições deste ano em Aracaju. E isso ocorrerá principalmente se os grandes partidos não chegarem a um consenso em torno de uma chapa majoritária. Pras bandas do governo, por exemplo, um racha é cada vez mais iminente diante da visível falta de acordo entre o PDT do prefeito Edvaldo Nogueira e o União Brasil de André Moura. Para complicar a situação, o MDB do senador Alessandro Vieira promete cruzar os braços se o grupo decidir apoiar a pré-candidata Yandra Moura (União). Já o PT não possui nomes de peso para disputar a Prefeitura. Aliás, os petistas podem até apoiar um candidato de outro partido mais à esquerda para não repetir a decepção de 2020, quando não chegaram nem no 2º turno. Vale lembrar que no distante ano 2000, uma coligação encabeçada pelo jovem Marcelo Déda e composta pelos, à época, nanicos PT, PCdoB e PSTU, derrotou o ex-governador Antônio Carlos Valadares, apoiado por grandes legendas como PSB, PFL, PMDB, PTB, PST e PRN. Claro que o postulante das pequenas siglas era o fenômeno político Déda, mas cada eleição tem a sua história. Portanto, um candidato com pouca representação pode surpreender este ano em Aracaju, principalmente se os chamados grandes partidos continuarem se bicando, com uns jogando farinha nos ventiladores dos outros. Marminino!


Rádio do barulho


E quem ganhou generoso espaço no jornal Estado de São Paulo foi o senador Rogério Carvalho (PT). O ilustre é citado como responsável pela liberação da concessão da rádio Mega/FM, pertencente ao ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita (PT). Segundo o Estadão, o petista conseguiu destravar no Ministério das Comunicações a liberação da emissora, que estava emperrada há 13 anos. A reportagem ressaltou que o dono da Mega/FM já foi condenado e preso por lavagem de dinheiro e improbidade administrativa. Ex-marido da prefeita capelense Silvany Mamlak (PSC), Sukita pretende disputar a cadeira da ex-cara-metade agora em 2024. Crendeuspai!


Mulheres incrédulas


Pesquisa mostra que 66% das mulheres não acham que existe relação entre a infecção pelo vírus HPV (papilomavírus humano) e o câncer do colo do útero. A infecção por esse vírus aumenta em até 100 vezes o risco de a mulher desenvolver esse tipo de câncer. Segundo o estudo, 18% das entrevistadas nunca fizeram o exame papanicolau, principal forma de detectar as lesões que podem levar ao câncer do colo do útero. Cuidem-se!


Festa de consolação


Os governistas foram em caravana à Brasília para prestigiar a posse do vereador aracajuano Nitinho Vitalle (PSD) como deputado federal. O distinto substituiu Fábio Reis (PSD), que virou secretário de Representação de Sergipe em Brasília no lugar do irmão Sérgio (PSD), que agora é deputado na vaga aberta pelo secretário da Casa Civil, Jorginho Araújo (PSD). Todo esse troca-troca foi organizado pelo partido do governador Fábio Mitidieri para abortar a pré-candidatura de Vitalle a prefeito de Aracaju. Ou seja, a festa da posse foi um ato de consolação ao ex-pré-candidato a alcaide. Misericórdia!


Moeda Aratu


O senador Alessandro Vieira (MDB) esteve com o ministro Wellington Dias (PT), do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, e Eliane Aquino (PT), secretária de Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social. Foi tratar sobre o pagamento do BPC + Bolsa Família e que este benefício do governo federal seja pago em Indiaroba através da moeda Aratu. Criada pela prefeitura indiarobense, essa moeda digital só tem validade naquele município sergipano, sendo aceita por mais de 250 estabelecimentos comerciais da cidade. Supimpa!


Malandragem condenada


A descrença do eleitor com os políticos tem razão de ser. Ao condenar os ditos representantes do povo, a população reage contra as bodegas em que eles transformaram os partidos, condena a malandragem dos políticos e rechaça os acordos espúrios entre legislativo e executivo. Os donos de boa parte das legendas enxergam o eleitor como simples mercadoria, vendida nas campanhas eleitorais. É contra esses hipócritas que o povo protesta. Portanto, quem condena a reação popular contra a maioria dos políticos, é inocente ou deseja que tudo continue como está para seguir se locupletando com o dinheiro público. Só Jesus na causa!


Governo de herdeiros


A deputada estadual Linda Brasil (Psol) fez duras críticas ao governo de Sergipe. Segundo a distinta, a gestão Fábio Mitidieri “impõe ao povo arrocho e privatismo. Das tentativas de privatização da Deso à desvalorização dos professores, passando pelas investidas contra o Ipesaúde, os serviços públicos vêm sendo atacados por uma figura elitista que se comporta na administração pública como se cuidasse das empresas de seu pai”. Mais adiante, Linda denunciou que “vivemos sob um governo de herdeiros, alheios às reais necessidades do povo, intransigentes na escuta e antidemocráticos na prática”. Arre égua!


Prestando contas


A abertura dos trabalhos legislativos na Câmara de Aracaju foi marcada pela presença do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). Na mensagem apresentada aos vereadores, o pedetista informou ter investido R$ 1 bilhão em melhorias pela cidade, concluído 154 obras até o ano passado, conquistado os financiamentos para grandes obras junto ao BID aos BRICS, implementado uma gestão eficiente e “melhorado efetivamente, a qualidade de vida dos aracajuanos”, discursou. Nogueira ressaltou que o sucesso de sua gestão ocorre muito devido ao bom relacionamento e à parceria que ele mantém com a Câmara. Então, tá!


Bigode de volta


O suplente “Bigode do Santa Maria” (PSD) tomou posse, ontem, na Câmara de Aracaju. O pessedista substituiu Nitinho Vitalle (PSD), que se afastou para assumir uma cadeira na Câmara Federal. Em seu discurso de reestreia no legislativo, “Bigode” disse que, apesar do prazo curto de mandato, tem projetos a serem desenvolvidos em benefício dos aracajuanos. Já o presidente da Câmara, Ricardo Vasconcelos (Rede) afirmou que o novo vereador “agrega experiência e contribui dando visibilidade aos anseios da parcela mais carente da população aracajuana”. Ah, bom!


Adventistas em Sergipe


Um estudo sobre início adventista no Nordeste revela que a mensagem dessa corrente religiosa chegou oficialmente em Aracaju entre 1923 e 1924 por meio do pastor Gustavo Storch, que veio trabalhar como obreiro bíblico. A primeira série de reuniões adventistas foi feita pelo pastor Leo Halliwell, que pregou em inglês e foi interpretado por Storch. Desse trabalho, o resultado foi o batismo de Mercedes e Lieta Telles – as primeiras adventistas da capital de Sergipe. O primeiro templo de Aracaju foi inaugurado no dia 4 de outubro de 1929. Lá se vão 95 anos. Aff Maria!


コメント


bottom of page