top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



Obras do governo expõem a força da máquina na campanha eleitoral


Na campanha eleitoral que se avizinha, a oposição sentirá a força da máquina estadual. Não será fácil derrotar quem conta com o apoio do Executivo, mesmo que o governante de plantão não o use em favor de seus candidatos a prefeito e vereador. Ontem, o governador Fábio Mitidieri (PSD) anunciou a execução de obras em 49 municípios, num investimento de R$ 200 milhões. Por se tratar de um ano eleitoral, a oposição se apressou em afirmar que as obras prometidas demonstram o uso da máquina pública para beneficiar os aliados de Mitidieri. Pode não ser nada disso. Porém, com este anunciado investimento será mais difícil convencer os políticos a ficarem contra quem tem a chave do cofre numa mão, a caneta na outra e o Diário Oficial sobre a mesa. Sem muito para oferecer, restará à oposição prometer um paraíso na terra caso ganhe as eleições deste ano. Como não são santos para viver de promessas, as lideranças interioranas preferem as obras anunciadas. Portanto, os investimentos prometidos pelo governo vão funcionar como adubo na roça de votos, principalmente nos municípios onde os prefeitos são candidatos à reeleição. Misericórdia!


Super secretário


O ex-deputado André Moura (União) virou o super secretário do governo do Rio de Janeiro. Além de titular da representação estado em Brasília, o distinto acaba de ser nomeado secretário de governo, numa demonstração da confiança que o governador Cláudio Castro (PL) tem nele. A mudança feita pelo governo fluminense expõe um racha com o MDB, que teve o vice-governador Thiago Pampolha (MDB) exonerado da Secretaria do Ambiente e Sustentabilidade. O emedebista foi substituído por Bernardo Chim Rossi, que era secretário de Governo. Ah, bom!


Hora de pular a cerca


Os políticos que pretendem disputar as eleições deste ano e não estão satisfeitos com seus partidos terão que trocar o endereço partidário entre 7 de março e 5 de abril. Por conta disso, tem havido um grande reboliço, mas a maioria não abre o bico sobre suas pretensões. A disputa pelos melhores quadros tem sido travada à boca miúda. Portanto, só depois do prazo final de filiações será possível fazer um balanço sobre os partidos que perderam mais filiados para os adversários. Encerrada esta fase, saberemos quais as siglas que mais se fortaleceram para o próximo embate eleitoral. Home vôte!


Mulheres em Conta


A ex-ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, participará, hoje, do “Mulheres em Conta”. Promovido pelo Tribunal de Contas de Sergipe, o evento faz parte das comemorações pela passagem do Dia Internacional da Mulher, na próxima sexta-feira. Além da palestra de Valois, a programação terá ainda uma roda de conversa com mulheres de destaque em diversos segmentos na vida pública e iniciativa privada. “Será uma grande celebração a todas as mulheres, seja pelo seu papel fundamental na sociedade, ou pelos inúmeros desafios enfrentados diariamente”, destaca a presidente do TCE, conselheira Susana Azevedo. Então, tá!


Justa homenagem


A desembargadora Elvira Maria de Almeida Silva recebeu, ontem, a maior honraria da Assembleia Legislativa: a Medalha da Ordem do Mérito Parlamentar. O autor da homenagem é o deputado Georgeo Passos (Cidadania), que destacou a trajetória da magistrada. O presidente do Parlamento, deputado Jeferson Andrade (PSD), ressaltou a importância da desembargadora para o Judiciário sergipano. Em seu discurso, Elvira Maria disse que na profissão dela essa homenagem é muito importante. Segundo George, a entrega da Medalha “é o reconhecimento de uma história, de uma vida e de uma luta”. Taí uma merecida homenagem!


Fumaça no céu


O Esquadrão de Demonstração Aérea, popularmente conhecido como Esquadrilha da Fumaça, confirmou presença no aniversário de Aracaju, no próximo dia 17. A festa celebra os 169 anos da transferência da capital de Sergipe, de São Cristóvão para Aracaju. A Esquadrilha da Fumaça originou-se pela iniciativa de jovens instrutores de voo da antiga Escola de Aeronáutica, sediada na cidade do Rio de Janeiro. “É sempre bom fazer demonstrações no Nordeste”, afirma o capitão Aviador André Nery Bezerra, um dos pilotos do Esquadrão e que é filho de Aracaju. Marminino!


Tapa na macaca


O Supremo Tribunal Federal retoma, hoje, o julgamento em torno da criminalização do porte de maconha para consumo próprio. Até o momento foram apresentados cinco votos a favor da descriminalização da Cannabis para consumo próprio, mantendo a criminalização do porte para uso pessoal das demais drogas. Já há maioria formada para reconhecer que o Supremo deve fixar um critério objetivo que diferencie usuário de droga e traficante, com um parâmetro que leve em conta a quantidade de droga. Danôsse!


“Véio”, o doutor


O escultor Cícero Alves dos Santos, o “Véio”, é o mais novo Doutor Honoris Causa da Universidade Federal de Sergipe. O título a este conceituado sergipano nascido em Nossa Senhora da Glória foi conferido, ontem, em solenidade realizada no auditório do Senac, em Glória. Entrevistado pelo jornalista Rafael Carvalho, da TV Sergipe, o novo doutor da UFS considerou a homenagem “normal pelo que fiz e que estou fazendo, mas vou tentar fazer mais e melhor para que outros possam me acompanhar nessa luta”. Supimpa!


Número garantido


O Tribunal Superior Eleitoral autorizou o Podemos a adotar o número 20 como identificador oficial da legenda. A numeração era utilizada pelo PSC, que foi incorporado pelo Podemos em junho do ano passado. Ao apresentar o pedido, o Diretório Nacional do partido alegou que a mudança se ampara na repercussão da nova identificação do Podemos após a extinção do PSC. Em Sergipe o Podemos está sob o guarda-chuva do ex-deputado federal André Moura, que vem a ser o todo poderoso do União Brasil no estado. Aff Maria!


Cidadania negada


A Câmara Municipal de Itabaiana negou Título de Cidadão ao deputado federal Rodrigo Valadares (União). Apresentado pela vereadora Ana Paula Goes de Mendonça (PV) o projeto propondo a homenagem nem chegou a ser discutido pelos parlamentares que, num vapt-vupt, negaram o título ao parlamentar bolsonarista. Em Propriá, Rodrigo teve mais sorte. Sugerida pelo vereador Samuel Menezes (União), a cidadania propriaense ao deputado foi aprovada sem dificuldades, como reconhecimento pelos “relevantes serviços prestados” por ele aquele município ribeirinho. Crendeuspai!

Comments


bottom of page