top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza



As gravíssimas denúncias de senador não podem ficar sem resposta


Causou espanto o silêncio sepulcral das autoridades sergipanas sobre as gravíssimas denúncias feitas pelo senador Rogério Carvalho (PT). Da tribuna do Congresso, o petista disse que Sergipe se tornou um estado policial, onde quem não reza na cartilha do governo pode ser preso a qualquer momento. “Os instrumentos e as instituições do Estado são colocados para perseguir a oposição”, fuzilou Carvalho. E Rogério foi além: acusou “algumas comarcas e determinados promotores de Justiça” de agirem contra quem se coloca como adversário do governador Fábio Mitidieri (PSD). “É sabido que conselheiros do Tribunal de Contas chamam prefeitos e prefeitas e sugerem que assinem esta ou aquela ficha de filiação partidária, sob pena de serem investigados, perseguidos, condenados”. Passadas mais de 48 horas desse polêmico discurso, ainda não se ouviu um pio sequer das instituições citadas, o governo não publicou uma só vírgula refutando as sérias acusações e – pasmem - grande parte da imprensa fez ouvidos de mercador. Essa estranha boca-fechada dos acusados permite suspeitar que, de fato, existe algo de podre aqui na terrinha, que alguns partidários do estado policialesco defendem o controle de opositores e dissidentes do governador de plantão. Sinceramente, Sergipe não merece esse silêncio ensurdecedor, até porque quem cala consente. Home vôte!


Dia de luta


Este 8 de Março não é dia para apenas oferecer rosas vermelhas, distribuir beijinhos e parabéns às mulheres, mas, principalmente, para protestar por direitos, condenar o silêncio do Estado sobre a discriminação imposta às trabalhadoras, reagir contra o feminicídio, que faz uma vítima fatal a cada 15 minutos no Brasil, denunciar a desigualdade salarial entre gêneros, etcétera. Como bem disse a ministra Cida Gonçalves, “as mulheres querem muito mais do que flores. Exigem, acima de tudo, respeito”. Bravo!


Água na canoa


Quer apostar uma mariola de goiaba como os governistas não terminam unidos a campanha eleitoral que se avizinha? Maior prova de que a canoa da situação está fazendo água foi dada pelo ex-governador Belivaldo Chagas, ainda no PSD. Entrevistado por uma emissora de rádio, o distinto confessou a mágoa que nutre do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). Está atravessado na garganta do “Galeguinho” o desdém do pedetista ao saber que o aliado poderia disputar a Prefeitura de Aracaju. Aliás, é por esta e outras que o governador Fábio Mitidieri (PSD) já admite publicamente o lançamento de duas candidaturas governistas. O nome disso é divisão. Marminino!


Bola banca


Enquanto a classe política discute em Aracaju quem vai com quem ao baile eleitoral deste ano, a sergipana Duda e sua parceira de dupla Ana Patrícia garantiram as passagens para os Jogos Olímpicos da Franca. A vaga foi confirmada após as duas atletas, líderes do ranking mundial do vôlei de praia, alcançarem as quartas de final da etapa de Doha (Catar). Supimpa!


Trio rubro-negro


O Palácio do Planalto foi palco do encontro de três flamenguistas de carteirinha. O ministro Márcio Macedo (PT) recebeu em audiência o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana (MDB), e o deputado federal Eduardo Bandeira de Mello (PSB/RJ), que vem a ser ex-presidente do Flamengo. Segundo o ex-mandachuva do Mengão, os três trataram sobre questões ligadas à modernização do futebol e a sua vinculação com políticas públicas, notadamente a educação. Claro, que também papearam sobre o time rubro-negro e as expectativas de uma temporada cheia de títulos. Ah, bom!


Medalha parlamentar


A Assembleia Legislativa homenageará, neste 8 de Março, mulheres sergipanas com a Medalha Deputada Quintina Diniz. Entre as contempladas com a honraria está a ex-vereadora aracajuana Ângela Melo (PT), que morreu em outubro passado vítima de pneumonia. A Medalha foi batizada Quintina Diniz em homenagem à sergipana nascida em Laranjeiras e que foi a primeira mulher no estado a se eleger deputada em 1934, portanto, dois anos após as brasileiras terem conquistado o direito ao voto. Legal!


Falsos pais da criança


Governo e oposição estão comemorando o Novo PAC Seleções anunciado, ontem, pelo presidente Lula da Silva (PT). Todos querem ser os pais da criança, os responsáveis pelas prometidas 119 obras agendadas para Sergipe e que devem beneficiar 1,9 milhão de sergipanos. A pressa em querer ser o padrinho dos benefícios se justifica: nada melhor para a classe política do que, em pleno ano eleitoral, se identificar com fortes investimentos nas áreas de saúde, educação, esporte, cultura, etécetera e tal. Misericórdia


Rabo de jegue


Em artigo sobre a política sergipana, o médico Antônio Samarone jura que as eleições aqui na terrinha são decididas nos palácios. Secretário da Cultura de Itabaiana, o ilustre lembra em seu escrito uma afirmação feita por um ex-vereador de Aracaju: “O poder é como um jegue carregado de rapadura, até o rabo é doce”. Crendeuspai!


Martelos batidos


O Cidadania aprovou a pré-candidatura do delegado de polícia Augusto Cézar a prefeito de Aracaju. A escolha do distinto não agradou o vereador cidadanista Ricardo Marques, simpático à também vereadora Emília Corrêa (PRD), que projeta disputar a Prefeitura de nossa Barbosópolis. Por sua vez, o Partido dos Trabalhadores reúne os filiados, amanhã, para aprovar o nome da jornalista Candisse Carvalho como pré-candidata à cadeira do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). Assim como o Cidadania, o PT também está rachado às bandas. Danôsse!


E tome circo!


O governador Fábio Mitidieri (PSD) abre solenemente hoje mais uma festança em Aracaju. A Vila da Páscoa Iluminada vai oferecer diversão para todos os gostos, tudo bancado pelos contribuintes. Pelos próximos 24 dias, quem der com os costados nos lagos da Orla da Atalaia pode se divertir com os shows musicais, confessar os pecados na igrejinha cenográfica, assistir a encenação da Paixão de Cristo e se empanturrar na feira gastronômica. Aff Maria

תגובות


bottom of page